Caja PDF

Comparta fácilmente sus documentos PDF con sus contactos, la web y las redes sociales.

Compartir un archivo PDF Gestor de archivos Caja de instrumento Buscar PDF Ayuda Contáctenos



2S109A0000S00 .pdf



Nombre del archivo original: 2S109A0000S00.pdf
Autor: INCM

Este documento en formato PDF 1.6 fue enviado en caja-pdf.es el 13/09/2012 a las 17:16, desde la dirección IP 188.81.x.x. La página de descarga de documentos ha sido vista 3968 veces.
Tamaño del archivo: 1.6 MB (154 páginas).
Privacidad: archivo público




Descargar el documento PDF









Vista previa del documento


II SÉRIE

Terça-feira, 5 de junho de 2012

Número 109

ÍNDICE
PARTE B

Assembleia da República
Gabinete da Presidente:
Louvor n.º 240/2012:
Louvor concedido pela Presidente da Assembleia da República à Secretária-Geral da Assembleia da República, Dr.ª Maria Adelina de Sá Carvalho . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20429
Secretário-Geral:
Despacho (extrato) n.º 7703/2012:
Nomeação dos funcionários Hugo Santos Mendes e Luís Filipe Catita Rego para exercerem
funções no Grupo Parlamentar do Partido Socialista . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20429

PARTE C

Presidência do Conselho de Ministros
Conselho de Ministros:
Resolução n.º 21/2012:
Procede à substituição do representante nacional na comissão bilateral a que se refere o
artigo 23.º da Concordata entre a República Portuguesa e a Santa Sé . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20429
Gabinete do Primeiro-Ministro:
Despacho n.º 7704/2012:
Designa Rui Miguel Pedro da Silva Machado para exercer funções de motorista no Gabinete
do Primeiro-Ministro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20429
Despacho n.º 7705/2012:
Designa Vítor Manuel Gomes Martins Marques Ferreira para exercer funções de motorista
no Gabinete do Primeiro-Ministro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20430
Despacho n.º 7706/2012:
Designa Paulo Jorge Pinheiro da Cruz Barra para exercer funções de motorista no Gabinete
do Primeiro-Ministro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20430
Despacho n.º 7707/2012:
Designa António Francisco Guerra para exercer funções de motorista no Gabinete do Primeiro-Ministro. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20430
Despacho n.º 7708/2012:
Designa Nuno Miguel Ribeiro Martins Cardoso para exercer funções de motorista no Gabinete
do Primeiro-Ministro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20431
Despacho n.º 7709/2012:
Designa António José Oliveira Figueira para exercer funções de motorista no Gabinete do
Primeiro-Ministro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20431

20412

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012
Despacho n.º 7710/2012:
Designa Zulmira de Jesus Guerreiro Simão dos Santos Velosa para exercer funções de apoio
técnico-administrativo no Gabinete do Primeiro-Ministro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20431
Despacho n.º 7711/2012:
Designa José Hermínio Frutuoso Basílio para exercer funções de motorista no Gabinete do
Primeiro-Ministro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20432
Despacho n.º 7712/2012:
Designa António Augusto Nunes Meireles para exercer funções de motorista no Gabinete do
Primeiro-Ministro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20432
Despacho n.º 7713/2012:
Designa Maria Fernanda da Piedade Vieira para exercer funções de apoio técnico-administrativo no Gabinete do Primeiro-Ministro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20432
Despacho n.º 7714/2012:
Designa Jorge Martins Morais para exercer funções de motorista no Gabinete do Primeiro-Ministro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20433
Despacho n.º 7715/2012:
Designa Jorge Henrique dos Santos Teixeira da Cunha para exercer funções de motorista no
Gabinete do Primeiro-Ministro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20433
Despacho n.º 7716/2012:
Designa Jaime Manuel Valadas Matias para exercer funções de motorista no Gabinete do
Primeiro-Ministro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20433
Despacho n.º 7717/2012:
Designa António José Pereira para exercer funções de motorista no Gabinete do Primeiro-Ministro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20434
Despacho n.º 7718/2012:
Designa Maria Fernanda Esteves Ferreira para exercer funções de apoio técnico-administrativo
no Gabinete do Primeiro-Ministro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20434
Despacho n.º 7719/2012:
Designa Isaura da Conceição Agostinho Lopes de Sousa para exercer funções de apoio técnico-administrativo no Gabinete do Primeiro-Ministro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20434
Despacho n.º 7720/2012:
Designa Alberto do Nascimento Cabral para exercer funções de apoio técnico-administrativo
no Gabinete do Primeiro-Ministro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20435
Despacho n.º 7721/2012:
Designa Luísa Maria Ferreira Guerreiro, para exercer funções de apoio técnico-administrativo
no Gabinete do Primeiro-Ministro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20435
Despacho n.º 7722/2012:
Designa Maria de Lourdes Gonçalves Ferreira Alves para exercer funções de apoio técnico-administrativo no Gabinete do Primeiro-Ministro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20435
Despacho n.º 7723/2012:
Designa Arnaldo de Oliveira Ferreira para exercer funções de motorista no Gabinete do
Primeiro-Ministro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20436
Gabinete do Secretário de Estado da Cultura:
Despacho n.º 7724/2012:
Nomeação em regime de substituição do subdiretor-geral da DGARQ Francisco Vicente
Teixeira Barbedo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20436
Despacho n.º 7725/2012:
Nomeação, em regime de substituição, do subdiretor-geral da DGARQ, Abel Carlos Reinas
dos Santos Martins . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20437
Gabinete do Secretário de Estado Adjunto do Ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares:
Despacho n.º 7726/2012:
Nomeia em regime de substituição o licenciado Bernardo Manuel Vieira e Sousa para o cargo
de diretor do Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural, I. P . . . . . . . . . . . 20438
Gabinete do Secretário de Estado do Desporto e Juventude:
Despacho n.º 7727/2012:
Subdelega no conselho diretivo do Instituto Português do Desporto e Juventude, I. P., com a
faculdade de subdelegar, várias competências . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20438

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012

20413

Alto Comissariado para a Emigração e Diálogo Intercultural, I. P.:
Despacho n.º 7728/2012:
Delega no diretor do Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural, I. P.,
Dr. Bernardo Manuel Vieira Santos e Sousa, vários poderes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20439
Instituto Português do Desporto e Juventude, I. P.:
Contrato n.º 284/2012:
Contrato-programa de desenvolvimento desportivo n.º CP/69/DDF/2012, celebrado entre
IPDJ, I. P., e Federação Portuguesa de Badminton . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20439
Deliberação n.º 764/2012:
Aprova a lista nominativa dos trabalhadores colocados em situação de mobilidade especial 20441
Deliberação (extrato) n.º 765/2012:
Conclusão do processo de fusão do IDP, I. P., e do IPJ, I. P.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20441

Ministério das Finanças
Instituto de Gestão da Tesouraria e do Crédito Público, I. P.:
Aviso n.º 7791/2012:
Taxa de juros para o mês de junho . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20442
Aviso n.º 7792/2012:
Taxa de juros para o mês de junho . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20442

Ministérios das Finanças e dos Negócios Estrangeiros
Gabinetes do Ministro de Estado e das Finanças e do Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação:
Despacho n.º 7729/2012:
Concessão de licença sem vencimento para o exercício de funções no Tribunal de Contas
Europeu — Inspetor Manuel Lourenço de Oliveira . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20442
Despacho n.º 7730/2012:
Concessão de licença sem vencimento para o exercício de funções no Tribunal de Contas
Europeu — Inspetora Paula Cristina Fragão Pereira Falcão de Betencourt . . . . . . . . . . . . . . 20442

Ministérios das Finanças e da Saúde
Gabinetes dos Ministros de Estado e das Finanças e da Saúde:
Despacho n.º 7731/2012:
Nomeia para o cargo de vogal executivo do conselho de administração do Instituto Português
de Oncologia do Porto Francisco Gentil, E. P. E., o licenciado Ilídio José Nunes de Oliveira
Cadilhe. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20442

Ministério da Defesa Nacional
Gabinete do Secretário de Estado Adjunto e da Defesa Nacional:
Despacho n.º 7732/2012:
Nomeia o capitão-de-mar-e-guerra Diogo Alberto Font Xavier da Cunha . . . . . . . . . . . . . . . 20443
Despacho n.º 7733/2012:
Nomeação do capitão-de-mar-e-guerra Carlos Manuel Soares Barata . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20443
Despacho n.º 7734/2012:
Nomeação como presidente da CNA do coronel Norberto António Coelho Carrasqueira . . . 20443
Despacho n.º 7735/2012:
Nomeia o tenente-coronel ADMAER Alexandre Rosa de Oliveira Borges . . . . . . . . . . . . . . 20443
Direção-Geral de Política de Defesa Nacional:
Despacho (extrato) n.º 7736/2012:
Cessação do concurso aberto pelo aviso n.º 4767/2012 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20443

20414

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012
Estado-Maior-General das Forças Armadas:
Louvor n.º 241/2012:
Louva o tenente-coronel de artilharia Luís Manuel Ricardo Monsanto . . . . . . . . . . . . . . . . . 20443
Força Aérea:
Despacho (extrato) n.º 7737/2012:
Celebração de contratos com várias trabalhadoras . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20444

Ministério da Administração Interna
Serviço de Estrangeiros e Fronteiras:
Aviso n.º 7793/2012:
Concede a nacionalidade portuguesa, por naturalização, a Roberto Carlos Sousa . . . . . . . . . 20444
Despacho (extrato) n.º 7738/2012:
Fim de funções no cargo de chefe do Departamento de Gestão Financeira e Patrimonial do
licenciado José Manuel Domingues Quaresma . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20444

Ministério da Justiça
Instituto dos Registos e do Notariado, I. P.:
Aviso (extrato) n.º 7794/2012:
Afetação da segunda-ajudante Maria da Conceição Batista dos Santos Fernandes . . . . . . . . 20444
Aviso (extrato) n.º 7795/2012:
Afetação da segunda-ajudante Maria de Lurdes Ferreira Loureiro Albuquerque . . . . . . . . . . 20444
Aviso (extrato) n.º 7796/2012:
Afetação do primeiro-ajudante José Luís Albuquerque Antunes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20444
Aviso (extrato) n.º 7797/2012:
Afetação do notário licenciado Manuel António Fernandes Alves . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20445

Ministério da Economia e do Emprego
Gabinete do Secretário de Estado do Empreendedorismo, Competitividade e Inovação:
Despacho n.º 7739/2012:
Delegação de competências no gestor do Programa Operacional Factores de Competitividade
(POFC), licenciado Franquelim Fernando Garcia Alves. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20445
Gabinete do Secretário de Estado das Obras Públicas, Transportes e Comunicações:
Despacho n.º 7740/2012:
Cria o grupo de trabalho que terá como missão revisitar os pressupostos de procura que estiveram na base do investimento nesta infraestrutura e propor formas de rentabilização das
vertentes civil e comercial, adequadas à realidade do mercado . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20445
Autoridade de Segurança Alimentar e Económica:
Louvor n.º 242/2012:
Louvor ao inspetor superior principal José Alberto Soares Pinto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20445
Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres, I. P.:
Aviso (extrato) n.º 7798/2012:
Publicação de despacho de autorização de concessão da carreira provisória de passageiros
Batocas — Sabugal, à empresa Viúva Monteiro & Irmão, L.da. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20446
Instituto Nacional de Aviação Civil, I. P.:
Despacho n.º 7741/2012:
Revogação da licença de transporte aéreo da empresa AERONORTE — Transportes
Aéreos, S. A. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20446

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012

20415

Ministérios da Economia e do Emprego e da Agricultura,
do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território
Gabinetes dos Secretários de Estado do Emprego, do Empreendedorismo, Competitividade e
Inovação e do Ambiente e do Ordenamento do Território:
Despacho n.º 7742/2012:
Designação da Associação Portuguesa de Segurança Eletrónica e de Proteção de Incêndio
como organismo de avaliação e certificação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20446

Ministério da Saúde
Gabinete do Ministro:
Despacho n.º 7743/2012:
Designa, para o cargo de diretor executivo do Agrupamento de Centros de Saúde do Grande
Porto V — Póvoa de Varzim/Vila do Conde, pelo período de três anos, a licenciada Judite
Maria Silva de Morais Neves . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20446
Despacho n.º 7744/2012:
Designa, para o cargo de diretor executivo do Agrupamento de Centros de Saúde do Ave
III — Famalicão, pelo período de três anos, o licenciado Manuel Paulo Ferreira da Silva
Oliveira . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20447
Despacho n.º 7745/2012:
Designa, para o cargo de diretor executivo do Agrupamento de Centros de Saúde do Douro
II — Douro Sul, pelo período de três anos, o licenciado José Carlos Simões de Carvalho . . . . . 20448
Despacho n.º 7746/2012:
Designa para o cargo de diretor executivo do Agrupamento de Centros de Saúde do Grande
Porto II — Gondomar, pelo período de três anos, o licenciado Carlos Alberto de Jesus Nunes 20449
Despacho n.º 7747/2012:
Designa para o cargo de diretor executivo do Agrupamento de Centros de Saúde do Grande
Porto IX — Espinho/Gaia, pelo período de três anos, o licenciado José Carlos Morais Leitão
Teixeira . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20450
Despacho n.º 7748/2012:
Designa para o cargo de diretor executivo do Agrupamento de Centros de Saúde do Grande
Porto VI — Porto Ocidental, pelo período de três anos, o licenciado Rui Manuel Moreira da
Rocha Medon . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20451
Despacho n.º 7749/2012:
Designa para o cargo de diretor executivo do Agrupamento de Centros de Saúde do Grande
Porto VIII — Gaia, pelo período de três anos, a licenciada Isabel Maria de Sousa Chaves e
Castro Santos Almeida . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20452
Gabinete do Secretário de Estado da Saúde:
Despacho n.º 7750/2012:
Subdelega competências no conselho diretivo da Administração Regional de Saúde de Lisboa
e Vale do Tejo, I. P., referentes ao Programa Funcional e ao Projeto de Execução do Novo
Edifício Hospitalar de Vila Franca de Xira . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20453
Despacho n.º 7751/2012:
Subdelega competências no conselho diretivo da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, I. P., referente às alterações no Projeto de Execução do Novo Edifício
Hospitalar de Vila Franca de Xira . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20453
Administração Regional de Saúde do Centro, I. P.:
Aviso n.º 7799/2012:
Procedimento concursal de ingresso para preenchimento de um posto de trabalho para a
categoria de assistente da carreira especial médica, na área de medicina geral e familiar, do
mapa de pessoal da ARSC, I. P. — ACES Baixo Mondego III — lista de classificação final
homologada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20453
Aviso n.º 7800/2012:
Procedimento concursal de ingresso para preenchimento de um posto de trabalho para a
categoria de assistente da carreira especial médica, na área de medicina geral e familiar, do
mapa de pessoal da ARSC, I. P. — ACES Pinhal Interior Norte II — lista de classificação
final homologada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20454
Aviso n.º 7801/2012:
Procedimento concursal de ingresso para preenchimento de um posto de trabalho para a categoria de assistente da carreira especial médica, na área de medicina geral e familiar, do mapa
de pessoal da ARSC, I. P. — ACES Dão Lafões I — lista de classificação final homologada 20454

20416

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012
Aviso n.º 7802/2012:
Procedimento concursal de ingresso para preenchimento de quatro postos de trabalho para
a categoria de assistente da carreira especial médica, na área de medicina geral e familiar,
do mapa de pessoal da ARSC, I. P. — ACES Baixo Vouga III — lista de classificação final
homologada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20454
Aviso n.º 7803/2012:
Procedimento concursal de ingresso para preenchimento de um posto de trabalho para a
categoria de assistente da carreira especial médica, na área de medicina geral e familiar,
do mapa de pessoal da ARSC, I. P. — ACES Dão Lafões II — lista de classificação final
homologada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20454
Aviso n.º 7804/2012:
Procedimento concursal de ingresso para preenchimento de três postos de trabalho para a
categoria de assistente da carreira especial médica, na área de medicina geral e familiar,
do mapa de pessoal da ARSC, I. P. — ACES Dão Lafões III — lista de classificação final
homologada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20454
Aviso n.º 7805/2012:
Procedimento concursal de ingresso para preenchimento de um posto de trabalho para a
categoria de assistente da carreira especial médica, na área de medicina geral e familiar,
do mapa de pessoal da ARSC, I. P. — ACES Baixo Vouga II — lista de classificação final
homologada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20455
Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, I. P.:
Despacho (extrato) n.º 7752/2012:
Autorizada a consolidação da mobilidade, à técnica especialista de 1.ª classe, da carreira técnica de diagnóstico e terapêutica — área de farmácia, Helena Vizeu, para exercer funções na
Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, I. P./Serviços Farmacêuticos . . . . 20455
Despacho (extrato) n.º 7753/2012:
Autorizada a consolidação da mobilidade à assessora superior de Farmácia da carreira técnica
superior de saúde Maria Alice Fernandes dos Santos para exercer funções na Administração
Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, I. P./Serviços Farmacêuticos . . . . . . . . . . . . . . 20455
Centro Hospitalar do Oeste Norte:
Deliberação (extrato) n.º 766/2012:
Consolidação da mobilidade na categoria de encarregada operacional . . . . . . . . . . . . . . . . . 20455
Centro de Medicina de Reabilitação da Região Centro — Rovisco Pais:
Contrato (extrato) n.º 285/2012:
Contrato de trabalho em funções públicas por tempo indeterminado . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20455
Direção-Geral da Saúde:
Despacho n.º 7754/2012:
Nomeação, em regime de substituição, da assistente graduada de saúde pública Paula Virgínia
Andrade Vasconcelos Lopes no cargo de chefe de divisão de Assuntos Europeus, Multilaterais
e Cooperação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20455
Despacho n.º 7755/2012:
Nomeação, em regime de substituição, do licenciado Paulo Feliciano de Vilhena Diegues no
cargo de chefe de divisão de Saúde Ambiental e Ocupacional . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20456
Despacho n.º 7756/2012:
Nomeação, em regime de substituição, do Prof. Doutor Paulo Jorge da Silva Nogueira para
o lugar de diretor de serviços de Informação e Análise, do mapa de pessoal da Direção-Geral
da Saúde . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20456
Despacho n.º 7757/2012:
Nomeação, em regime de substituição, da licenciada Eva Sofia Moço Falcão para o lugar
de diretora de serviços de Coordenação das Relações Internacionais, do mapa de pessoal da
Direção-Geral da Saúde. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20457
Despacho n.º 7758/2012:
Nomeação, em regime substituição, do Prof. Doutor António Pedro Soares Ricardo Graça
no cargo de chefe de divisão de Estilos de Vida Saudável . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20458
Despacho n.º 7759/2012:
Nomeação, em regime de substituição, da mestre Belmira Maria da Silva Rodrigues no cargo
de chefe de divisão de Apoio à Gestão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20458
Despacho n.º 7760/2012:
Nomeação, em regime de substituição, do inspetor principal Ilídio Cláudio dos Santos Correia,
no cargo de chefe de divisão de Mobilidade de Doentes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20459

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012

20417

Despacho n.º 7761/2012:
Nomeação, em regime de substituição, da licenciada Lisa Marina Frágoas Ferreira Vicente,
no cargo de chefe de divisão de Saúde Sexual, Reprodutiva e Infantil . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20459
Despacho n.º 7762/2012:
Designação da especialista de informática do grau 2, nível 1, do mapa de pessoal da Direção-Geral
da Saúde, licenciada Cristina Maria Gomes Abreu dos Santos como chefe da Unidade de Apoio
à Autoridade de Saúde Nacional e à Gestão de Emergências em Saúde Pública . . . . . . . . . . . 20460
Despacho n.º 7763/2012:
Criação das unidades orgânicas flexíveis e equipas multidisciplinares da Direção-Geral da
Saúde . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20461
Despacho n.º 7764/2012:
Nomeação, em regime de substituição, do Dr. José Alexandre de Figueiredo Baptista Diniz
para o lugar de diretor de serviços do Departamento da Qualidade na Saúde do mapa de
pessoal da Direção-Geral da Saúde . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20463

Ministério da Educação e Ciência
Gabinete da Secretária de Estado do Ensino Básico e Secundário:
Despacho n.º 7765/2012:
Nomeia o licenciado em Direito Paulo Ricardo Novais Vilas Boas como técnico especialista
do Gabinete . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20464
Direção Regional de Educação do Norte:
Aviso n.º 7806/2012:
Procedimento concursal comum de recrutamento para ocupação de dois postos de trabalho em
regime de contrato de trabalho em funções públicas por tempo indeterminado para carreira
e categoria de assistente operacional . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20464
Aviso n.º 7807/2012:
Exoneração de funções . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20466
Aviso n.º 7808/2012:
Cessação de funções em 2011 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20466
Aviso n.º 7809/2012:
Propostas de transferência do quadro de zona pedagógica para o quadro de agrupamento . . . . . 20466
Aviso n.º 7810/2012:
Delegação de competências. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20467
Aviso n.º 7811/2012:
Procedimento concursal para a carreira e categoria de assistente operacional . . . . . . . . . . . . 20467
Aviso n.º 7812/2012:
Lista de aposentados 2011 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20469
Direção Regional de Educação do Centro:
Aviso n.º 7813/2012:
Abertura de procedimento concursal para ocupação de um posto de trabalho em funções
públicas por tempo indeterminado na carreira e categoria de assistente operacional . . . . . . . 20469
Aviso n.º 7814/2012:
Procedimento concursal comum de recrutamento para ocupação de um posto de trabalho em
regime de contrato de trabalho em funções públicas por tempo indeterminado para carreira
e categoria de assistente operacional . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20472
Direção Regional de Educação de Lisboa e Vale do Tejo:
Despacho (extrato) n.º 7766/2012:
Comunicação da conclusão do período experimental . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20474
Aviso n.º 7815/2012:
Procedimento concursal comum de recrutamento para ocupação de um posto de trabalho em
regime de contrato de trabalho em funções públicas por tempo indeterminado para carreira
e categoria de assistente operacional . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20474
Direção Regional de Educação do Alentejo:
Despacho n.º 7767/2012:
Homologação dos contratos em funções públicas de serviço docente referentes ao ano letivo
de 2011-2012 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20476

20418

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012
Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I. P.:
Aviso n.º 7816/2012:
Procedimento concursal de recrutamento para seleção de um dirigente intermédio de 1.º grau
referente ao cargo de diretor(a) do Departamento de Suporte Operativo . . . . . . . . . . . . . . . . 20477
Aviso n.º 7817/2012:
Procedimento concursal de recrutamento para seleção de um dirigente intermédio de 1.º grau
referente ao cargo de diretor(a) do Departamento das Relações Internacionais . . . . . . . . . . . 20477
Aviso n.º 7818/2012:
Procedimento concursal de recrutamento para seleção de um dirigente intermédio de 1.º grau
referente ao cargo de diretor(a) do Departamento de Formação dos Recursos Humanos . . . 20477
Despacho n.º 7768/2012:
Nomeio, em regime de substituição, no cargo de direção intermédia de 1.º grau do Departamento de Relações Europeias, Bilaterais e Multilaterais, o licenciado Tiago Catarino Tavares
Saborida . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20477

Ministério da Solidariedade e da Segurança Social
Gabinete de Estratégia e Planeamento:
Despacho n.º 7769/2012:
Consolidação definitiva da mobilidade interna na categoria/carreira da assistente técnica Helena
Maria Brás Oliveira no mapa de pessoal do Gabinete de Estratégia e Planeamento . . . . . . . . 20477
Instituto da Segurança Social, I. P.:
Aviso n.º 7819/2012:
Lista provisória de candidatos excluídos — aviso n.º 17989/2011, de 13 de setembro. DRH/
AT/128/Referência I/2010 — mapa de pessoal do Centro Distrital de Guarda . . . . . . . . . . . 20478
Aviso n.º 7820/2012:
Lista provisória de candidatos excluídos — aviso n.º 17989/2011, de 13 de setembro. DRH/
AT/128/Referência J/2010 — mapa de pessoal do Centro Distrital de Leiria . . . . . . . . . . . . 20478
Aviso n.º 7821/2012:
Lista provisória de candidatos excluídos — aviso n.º 17989/2011, de 13 de setembro. DRH/
AT/128/Referência L/2010 — mapa de pessoal do Centro Distrital de Lisboa . . . . . . . . . . . 20478
Aviso n.º 7822/2012:
Lista provisória de candidatos excluídos — aviso n.º 17989/2011, de 13 de setembro. DRH/
AT/128/Referência O/2010 — mapa de pessoal do Centro Distrital de Santarém . . . . . . . . . 20478
Aviso n.º 7823/2012:
Lista provisória de candidatos excluídos — aviso n.º 17989/2011, de 13 de setembro. DRH/
AT/128/referência N/2010 — mapa de pessoal do Centro Distrital do Porto . . . . . . . . . . . . . 20479
Aviso n.º 7824/2012:
Lista provisória de candidatos excluídos — aviso n.º 17989/2011, de 13 de setembro. DRH/
AT/128/Referência M/2010 — mapa de pessoal do Centro Distrital de Portalegre . . . . . . . . 20479
Aviso n.º 7825/2012:
Lista provisória de candidatos excluídos — aviso n.º 17989/2011, de 13 de setembro. DRH/
AT/128/Referência R/2010 — mapa de pessoal do Centro Distrital de Vila Real . . . . . . . . . 20479
Aviso n.º 7826/2012:
Lista provisória de candidatos excluídos — aviso n.º 17989/2011, de 13 de setembro. DRH/
AT/128/Referência P/2010 — mapa de pessoal do Centro Distrital de Setúbal . . . . . . . . . . . 20479
Declaração de retificação n.º 733/2012:
Anula o despacho n.º 7390/2012, publicado no Diário da República, 2.ª série, n.º 104, de 29
de maio de 2012 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20479

PARTE D

1.º Juízo do Tribunal da Comarca de Abrantes
Anúncio n.º 12502/2012:
Prestação de contas da insolvente Alice Matilde Tiago Saldanha — processo n.º 687/
11.9TBABT-D . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20480

Tribunal da Comarca do Baixo Vouga
Anúncio n.º 12503/2012:
Sentença de declaração de insolvência proferida nos autos de insolvência de pessoa coletiva
(requerida) n.º 583/12.2T2AVR. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20480

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012

20419

Anúncio n.º 12504/2012:
Sentença de declaração de insolvência — processo n.º 702/12.9T2AVR . . . . . . . . . . . . . . . . 20480
Anúncio n.º 12505/2012:
Despacho inicial de exoneração do passivo restante e nomeação de fiduciário proferido nos
autos do processo n.º 2138/11.0T2AVR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20481

1.º Juízo Cível do Tribunal da Comarca de Barcelos
Anúncio n.º 12506/2012:
Exoneração do passivo restante e nomeação de fiduciário nos autos de insolvência de pessoa
singular (apresentação) n.º 534/ 12.4TBBCL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20481

1.º Juízo Cível do Tribunal da Comarca de Braga
Anúncio n.º 12507/2012:
Publicidade do despacho inicial de exoneração do passivo restante e nomeação de fiduciário
nos autos de insolvência n.º 8128/11.5TBBRG . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20481
Anúncio n.º 12508/2012:
Publicidade do complemento da sentença de declaração da insolvência no processo n.º 779/
12.7TBBRG . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20482

3.º Juízo Cível do Tribunal da Comarca de Braga
Anúncio n.º 12509/2012:
Sentença de declaração de insolvência — processo n.º 3132/12.9TBBRG . . . . . . . . . . . . . . 20482

1.º Juízo do Tribunal da Comarca das Caldas da Rainha
Anúncio n.º 12510/2012:
Publicidade do despacho inicial da exoneração do passivo restante processo n.º 129/
12.2TBCLD . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20483
Anúncio n.º 12511/2012:
Publicidade do despacho inicial de exoneração do passivo restante no processo n.º 376/
12.7TBCLD . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20483

1.º Juízo do Tribunal da Comarca de Cantanhede
Anúncio n.º 12512/2012:
Publicidade do despacho de indeferimento do pedido de declaração de insolvência — insolvência de pessoa coletiva (apresentação) n.º 236/12.1TBCNT — requerente/devedora:
Áreapolis — Construção Civil, Unipessoal, L.da, NIPC 507734858, com sede na Rua Caminho
dos Moleiros, 14, 3060-501 Pocariça . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20483

1.º Juízo Cível do Tribunal da Comarca de Cascais
Anúncio n.º 12513/2012:
Publicitação da declaração de insolvência proferida nos autos de insolvência com o n.º 3526/
12.0TBCSC e da data designada para a assembleia de credores. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20484
Anúncio n.º 12514/2012:
Publicitação nos termos do artigo 64.º do CIRE nos autos de insolvência com o n.º 9120/
11.5TBCSC-B . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20484

2.º Juízo Cível do Tribunal da Comarca de Coimbra
Anúncio n.º 12515/2012:
Insolvência n.º 4481/11.9TJCBR — encerramento do processo de insolvência. . . . . . . . . . . 20484

3.º Juízo Cível do Tribunal da Comarca de Coimbra
Anúncio n.º 12516/2012:
Insolvência n.º 134/12.9TJCBR — publicitação de despacho de encerramento do processo de
insolvência prosseguindo os autos apenas quanto ao incidente de qualificação da insolvência
com efeitos limitados. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20484

20420

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012

4.º Juízo Cível do Tribunal da Comarca de Coimbra
Anúncio n.º 12517/2012:
Sentença de declaração de insolvência no processo n.º 1603/12.6TJCBR . . . . . . . . . . . . . . . 20485

Tribunal da Comarca de Condeixa-a-Nova
Anúncio n.º 12518/2012:
Notificação do despacho de encerramento proferido no processo de insolvência n.º 76/12.8TBCDN 20485

Tribunal da Comarca de Coruche
Anúncio n.º 12519/2012:
Despacho de encerramento no processo n.º 471/11.0TBCCH — insolvência de pessoa singular
(apresentação) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20485
Anúncio n.º 12520/2012:
Despacho inicial de incidente de exoneração de passivo restante e nomeação de fiduciário
no processo n.º 471/11.0TBCCH — insolvência de pessoa singular (apresentação) . . . . . . . 20485

2.º Juízo do Tribunal da Comarca da Covilhã
Anúncio n.º 12521/2012:
Publicação da declaração da insolvência n.º 553/12.0TBCVL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20486
Anúncio n.º 12522/2012:
Despacho inicial de exoneração do passivo restante da insolvência n.º 113/12.6TBCVL . . . 20486

3.º Juízo do Tribunal da Comarca da Covilhã
Anúncio n.º 12523/2012:
Publicação do despacho inicial da concessão do benefício da exoneração do passivo restante
no processo de insolvência n.º 247/12.7TBCVL. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20486

2.º Juízo do Tribunal da Comarca de Esposende
Anúncio n.º 12524/2012:
Sentença de encerramento do processo de insolvência n.º 237/12.0TBEPS, por insuficiência
de bens . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20487

1.º Juízo do Tribunal da Comarca de Fafe
Anúncio n.º 12525/2012:
Declaração de insolvência — processo n.º 923/12.4TBFAF. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20487

1.º Juízo do Tribunal da Comarca de Felgueiras
Anúncio n.º 12526/2012:
Assembleia de credores na homologação do plano — processo n.º139/12.0TBFLG . . . . . . . 20488

3.º Juízo do Tribunal da Comarca de Felgueiras
Anúncio n.º 12527/2012:
Insolvência n.º 2426/11.5TBFLG . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20488

1.º Juízo do Tribunal da Comarca da Figueira da Foz
Anúncio n.º 12528/2012:
Prestação de contas de administrador (CIRE) n.º 1109/11.0TBFIG-E . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20488

3.º Juízo Cível do Tribunal da Comarca de Gondomar
Anúncio n.º 12529/2012:
Despacho inicial de exoneração do passivo e nomeação de fiduciário no processo n.º 4346/
11.4TBGDM . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20488
Anúncio n.º 12530/2012:
Encerramento do processo n.º 1688/11.2TBGDM . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20489

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012

20421

1.º Juízo do Tribunal da Comarca de Lagos
Anúncio n.º 12531/2012:
Encerramento da insolvência de Veterano — Const. Civil, Unipessoal, L.da — processo
n.º 1439/11.1TBLGS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20489

2.º Juízo Cível do Tribunal da Comarca de Leiria
Anúncio n.º 12532/2012:
Proferida sentença de declaração de insolvência no processo n.º 1694/12.0TBLRA, em que
é insolvente Paula Alexandra Fernandes dos Santos e citação dos credores para reclamarem
créditos no prazo de 30 dias e designação de data para a assembleia de credores . . . . . . . . . 20489

7.º Juízo Cível do Tribunal da Comarca de Lisboa
Anúncio n.º 12533/2012:
Despacho inicial de exoneração do passivo restante e nomeação de fiduciário proferido nos
autos de insolvência n.º 1802/11.8YXLSB . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20490

1.º Juízo do Tribunal de Comércio de Lisboa
Anúncio n.º 12534/2012:
Sentença de insolvência — processo n.º 686/12.3TYLSB . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20490

2.º Juízo do Tribunal de Comércio de Lisboa
Anúncio n.º 12535/2012:
Sentença de declaração de insolvência — processo n.º 928/11.2TYLSB . . . . . . . . . . . . . . . . 20490
Anúncio n.º 12536/2012:
Encerramento do processo n.º 842.10.9TYLSB . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20491
Anúncio n.º 12537/2012:
Sentença de declaração de insolvência — processo n.º 8475.12.9T2SNT . . . . . . . . . . . . . . . 20491

3.º Juízo do Tribunal de Comércio de Lisboa
Anúncio n.º 12538/2012:
Publicidade da sentença de insolvência. Processo n.º 821/12.1TYLSB. Insolvente: VISLUM
BROPUS, Unipessoal, L.da . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20491
Anúncio n.º 12539/2012:
Sentença de encerramento da insolvência no processo n.º 1503/09.7TYLSB . . . . . . . . . . . . 20492
Anúncio n.º 12540/2012:
Sentença de encerramento da insolvência — processo n.º 1451/08.8TYLSB . . . . . . . . . . . . 20492

4.º Juízo do Tribunal de Comércio de Lisboa
Anúncio n.º 12541/2012:
Sentença de insolvência proferida no processo n.º 109/12.8TYLSB . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20492
Anúncio n.º 12542/2012:
Sentença de insolvência proferida no processo n.º 393/12.7TYLSB . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20493
Anúncio n.º 12543/2012:
Sentença de insolvência proferida no processo n.º 203/12.5TYLSB . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20493

2.º Juízo Cível do Tribunal da Comarca de Loulé
Anúncio n.º 12544/2012:
Comunicação da insolvência n.º 1265/12.0TBLLE, em que é insolvente: Carla da Costa . . . 20494

6.º Juízo Cível do Tribunal da Comarca de Loures
Anúncio n.º 12545/2012:
Publicidade da sentença proferida no processo de insolvência n.º 1454/12.8TCLRS . . . . . . 20494

20422

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012

Tribunal da Comarca da Lourinhã
Anúncio n.º 12546/2012:
Insolvência n.º 208/12.6TBLNH — sentença . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20495

1.º Juízo Cível do Tribunal da Comarca de Matosinhos
Anúncio n.º 12547/2012:
Publicidade da sentença e citação dos credores desconhecidos nos autos de insolvência
n.º 1166/12.2TBMTS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20495

5.º Juízo Cível do Tribunal da Comarca de Matosinhos
Anúncio n.º 12548/2012:
Publicidade da sentença e citação de credores e outros interessados nos termos do disposto
no artigo 37.º do CIRE, nos autos de insolvência com o n.º 3357/12.7TBMTS . . . . . . . . . . . 20495

Tribunal da Comarca de Miranda do Douro
Anúncio n.º 12549/2012:
Declaração de insolvência — processo n.º 2/12.4TBMDR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20496

3.º Juízo do Tribunal da Comarca de Paços de Ferreira
Anúncio n.º 12550/2012:
Sentença de declaração de insolvência de pessoa coletiva (apresentação) n.º 722/
12.3TBPFR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20496

1.º Juízo Cível do Tribunal da Comarca de Paredes
Anúncio n.º 12551/2012:
Assembleia de credores n.º 3814/11.2TBPRD . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20497

4.º Juízo do Tribunal da Comarca de Penafiel
Anúncio n.º 12552/2012:
Sentença de declaração de insolvência no processo n.º 1131/12.0TBPNF . . . . . . . . . . . . . . . 20497

2.º Juízo Cível do Tribunal da Comarca de Portimão
Anúncio n.º 12553/2012:
Despacho inicial incidente de exoneração passivo restante, nomeação de fiduciário e encerramento de processo na insolvência de pessoa singular (apresentação) n.º 360/11.8TBPTM 20498

1.º Juízo Cível do Tribunal da Comarca do Porto
Anúncio n.º 12554/2012:
Encerramento do processo de insolvência n.º 2029/11.4TJPRT em que é insolvente Maria
Luísa Leite Felgueiras Girão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20498

2.º Juízo Cível do Tribunal da Comarca do Porto
Anúncio n.º 12555/2012:
Despacho inicial incidente de exoneração passivo restante e nomeação de fiduciário no processo n.º 175/12.6TJPRT . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20498
Anúncio n.º 12556/2012:
Despacho que ordenou a notificação do artigo 64.º, n.º 1, do CIRE no processo n.º 432/11.9TJPRT-F . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20498
Anúncio n.º 12557/2012:
Despacho inicial incidente de exoneração do passivo restante e nomeação de fiduciário — processo n.º 469/12.0TJPRT . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20498

3.º Juízo Cível do Tribunal da Comarca do Porto
Anúncio n.º 12558/2012:
Sentença a declarar a insolvência de António Eugénio Santos Silva e Fernanda André Oliveira
Cunha Silva — processo n.º 680/12.4TJPRT . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20499

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012

20423

Anúncio n.º 12559/2012:
Publicidade da decisão de encerramento proferida nos autos de insolvência n.º 1201/
11.1TJPRT . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20499

3.º Juízo Cível do Tribunal da Comarca de Santa Maria da Feira
Anúncio n.º 12560/2012:
Publicidade de sentença e notificação de interessados nos autos de insolvência acima identificados — insolvência de pessoa coletiva (apresentação) n.º 2126/12.9TBVFR . . . . . . . . . 20499

1.º Juízo Cível do Tribunal da Comarca de Santarém
Anúncio n.º 12561/2012:
Processo n.º 315/12.5TBSTR — decisão de deferimento liminar do pedido de exoneração
do passivo restante. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20500

3.º Juízo Cível do Tribunal da Comarca de Santarém
Anúncio n.º 12562/2012:
Processo de insolvência n.º 433/12.0TBSTR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20500

2.º Juízo Cível do Tribunal da Comarca de Santo Tirso
Anúncio n.º 12563/2012:
Declaração de insolvência no processo n.º 3875/09.4TBSTS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20500

4.º Juízo Cível do Tribunal da Comarca de Santo Tirso
Anúncio n.º 12564/2012:
Processo n.º 4504/11.1 TBSTS-D . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20501

2.º Juízo do Tribunal da Comarca de São João da Madeira
Anúncio n.º 12565/2012:
Notifica todos os interessados do encerramento do processo n.º 222/10.6TBSJM, em que é
insolvente Confecções Fonseca, L.da . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20501

3.º Juízo do Tribunal da Comarca de São João da Madeira
Anúncio n.º 12566/2012:
Publicidade de despacho inicial de incidente de exoneração de passivo restante n.º 594/
11.5TBSJM . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20501

1.º Juízo do Tribunal da Comarca de Seia
Anúncio n.º 12567/2012:
Sentença de declaração de insolvência n.º 1635/11.1TYLSB . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20502

2.º Juízo do Tribunal da Comarca de Seia
Anúncio n.º 12568/2012:
Publicitação da declaração de insolvência no processo n.º 266/12.3TBSEI, em que é insolvente
Motodupla — Com. e Reparação de Motos e Acessórios, L.da . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20502

Tribunal da Comarca de Sesimbra
Anúncio n.º 12569/2012:
Declaração de insolvência e convocação de assembleia de credores, processo n.º 593/
12.0TBSSB . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20503

1.º Juízo do Tribunal de Círculo e da Comarca de Valongo
Anúncio n.º 12570/2012:
Prestação de contas no processo n.º 1301/11.8TBVLG-C . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20503

2.º Juízo do Tribunal de Círculo e da Comarca de Valongo
Anúncio n.º 12571/2012:
Sentença de declaração de insolvência no processo n.º 1643/12.5TBVLG . . . . . . . . . . . . . . 20503

20424

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012

3.º Juízo do Tribunal de Círculo e da Comarca de Valongo
Anúncio n.º 12572/2012:
Declaração de insolvência de Jorge Américo Pereira de Paiva e de Clara Manuela Santos
Ferreira no processo de insolvência n.º 1435/12.1TBVLG . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20504

3.º Juízo Cível do Tribunal da Comarca de Viana do Castelo
Anúncio n.º 12573/2012:
Despacho inicial de incidente de exoneração do passivo restante e nomeação de fiduciário
no processo n.º 2409/11.5TBVCT . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20504

1.º Juízo Cível do Tribunal da Comarca de Vila Nova de Gaia
Anúncio n.º 12574/2012:
Despacho inicial de admissão liminar do pedido de exoneração do passivo restante nos autos
de insolvência de pessoa singular (apresentação) — processo n.º 10653/11.9TBVNG . . . . . 20505

1.º Juízo do Tribunal de Comércio de Vila Nova de Gaia
Anúncio n.º 12575/2012:
Publicidade de insolvência de carácter pleno nos autos de insolvência n.º 235/12.3TYVNG 20505
Anúncio n.º 12576/2012:
Sentença e citação de credores e outros interessados nos autos de insolvência n.º 430/
12.5TYVNG . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20505
Anúncio n.º 12577/2012:
Declaração de insolvência — processo n.º 506/12.9TYVNG . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20506

2.º Juízo do Tribunal de Comércio de Vila Nova de Gaia
Anúncio n.º 12578/2012:
Insolvência de pessoa coletiva (requerida) n.º 366/12.0TYVNG . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20506
Anúncio n.º 12579/2012:
Insolvência de pessoa coletiva (apresentação) n.º 354/12.6TYVNG . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20507

3.º Juízo do Tribunal de Comércio de Vila Nova de Gaia
Anúncio n.º 12580/2012:
Declaração de insolvência no processo n.º 416/12.0TYVNG . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20507
Anúncio n.º 12581/2012:
Processo de insolvência n.º 170/10.0TYVNG. Encerramento do processo — artigo 232.º
do CIRE. Insolvente: TACHARON — Montagens e Assistência de Gruas, L.da, número de
identificação fiscal 504201166 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20507

1.º Juízo Cível do Tribunal da Comarca de Viseu
Anúncio n.º 12582/2012:
Processo de insolvência n.º 1060/12.7TBVIS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20507
Anúncio n.º 12583/2012:
Proc. de insolvência n.º 473/12.9TBVIS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20508

3.º Juízo Cível do Tribunal da Comarca de Viseu
Anúncio n.º 12584/2012:
Sentença de declaração de insolvência e convocação para assembleia de credores nos autos
de insolvência n.º 1208/12.1TBVIS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20508

Ministério Público
Parecer n.º 11/2011:
Competências da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) no âmbito da
criminalidade informática — Lei n.º 109/09, de 15 de setembro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20509

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012

PARTE E

20425

ISCTE — Instituto Universitário de Lisboa
Aviso n.º 7827/2012:
Lista de ordenação final dos candidatos ao concurso de professor auxiliar na área disciplinar
de Políticas Públicas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20520
Deliberação n.º 767/2012:
Delegação de competências na diretora-coordenadora do ISCTE-IUL . . . . . . . . . . . . . . . . . 20520
Deliberação n.º 768/2012:
Tabela de emolumentos de 2012 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20520
Despacho n.º 7770/2012:
Nomeação do diretor do Departamento de Recursos Humanos e Comprotamento Organizacional . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20521
Despacho n.º 7771/2012:
Nomeação da diretora do Departamento de Psicologia Social e das Organizações . . . . . . . . 20521

Universidade de Aveiro
Despacho n.º 7772/2012:
Alteração ao plano de estudos do mestrado em Biologia Molecular e Celular . . . . . . . . . . . . 20522
Despacho n.º 7773/2012:
Alteração ao plano de estudos do mestrado em Contabilidade e Administração Pública . . . . 20523
Despacho n.º 7774/2012:
Criação e publicação do plano de estudos do Programa Doutoral em Educação . . . . . . . . . . 20523
Regulamento n.º 214/2012:
Regulamento de Estudos da Universidade de Aveiro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20528

Universidade de Lisboa
Despacho n.º 7775/2012:
Delegação de competências nas provas de doutoramento e de agregação . . . . . . . . . . . . . . . 20540
Despacho n.º 7776/2012:
Alteração ao mestrado em Neurociências . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20540

Universidade Técnica de Lisboa
Despacho n.º 7777/2012:
Subdelegação de competências no vice-presidente do conselho científico. . . . . . . . . . . . . . . 20541

Instituto Politécnico de Beja
Despacho (extrato) n.º 7778/2012:
Autorizado contrato de trabalho em funções públicas a termo resolutivo certo com Maria
Fernanda Henriques Pereira de Melo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20541
Despacho (extrato) n.º 7779/2012:
Autorizado contrato de trabalho em funções públicas a termo resolutivo certo com Paula de
Jesus Mendes Serrano . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20541
Despacho (extrato) n.º 7780/2012:
Autorizado contrato de trabalho em funções públicas a termo resolutivo certo com Maria
Florbela Pinto Valente da Silva . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20542
Despacho (extrato) n.º 7781/2012:
Autoriza o contrato de trabalho em funções públicas a termo resolutivo certo com Sandra
Manuela Figueira Heleno Serrano . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20542
Despacho (extrato) n.º 7782/2012:
Autorizado contrato de trabalho em funções públicas a termo resolutivo certo com José
Manuel Gonçalves de Almeida . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20542
Despacho (extrato) n.º 7783/2012:
Autorizado contrato de trabalho em funções públicas a termo resolutivo certo com Ana Lúcia
Gonçalves da Cruz Gonçalves . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20542

20426

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012

Instituto Politécnico do Porto
Despacho n.º 7784/2012:
Subdelegação de poderes. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20542

Instituto Politécnico de Viseu
Despacho (extrato) n.º 7785/2012:
Autorizado o contrato de trabalho em funções públicas por tempo indeterminado como professor adjunto da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu do mestre João Andrade
Nunes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20542

PARTE G

Unidade Local de Saúde do Alto Minho, E. P. E.
Despacho (extrato) n.º 7786/2012:
Cessação do contrato de trabalho em funções públicas por tempo indeterminado, com efeitos
a 15 de agosto de 2011 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20542

Unidade Local de Saúde de Matosinhos, E. P. E.
Aviso (extrato) n.º 7828/2012:
Cessação de funções por falecimento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20543

PARTE H

Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa
Aviso n.º 7829/2012:
Homologação de lista unitária de ordenação final . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20543

Município de Alandroal
Edital n.º 543/2012:
Apreciação pública dos seguintes projetos de regulamento: projeto de regulamento municipal
de ocupação de espaços públicos e publicidade, projeto de alteração ao regulamento municipal
de urbanização e edificação do Município de Alandroal e projeto de alteração ao regulamento
municipal dos horários de funcionamento de venda ao público e de prestação de serviços . . . 20543

Município de Albufeira
Aviso n.º 7830/2012:
Aplicação de penas de demissão aos trabalhadores Natálio Filipe Sousa Ferreira e Carlos
Jorge Alves Machadinho . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20543

Município de Alcácer do Sal
Aviso n.º 7831/2012:
Exoneração do cargo de adjunto do Gabinete de Apoio Pessoal do Presidente da Câmara . . . 20543

Município de Alenquer
Aviso n.º 7832/2012:
Lista unitária de três assistentes operacionais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20543

Município da Covilhã
Aviso n.º 7833/2012:
Homologação de lista unitária de ordenação final de candidatos a procedimento concursal . . . 20544

Município de Ferreira do Alentejo
Aviso n.º 7834/2012:
Processo de alteração por adaptação do PDM de Ferreira do Alentejo por força da aprovação
do PP da Zona de Expansão do Parque Empresarial de Ferreira do Alentejo e da aprovação
dos traçados do IP 8 e do IC 33 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20544

Município de Freixo de Espada à Cinta
Aviso n.º 7835/2012:
Renovação de comissão de serviço . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20545

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012

20427

Município de Gondomar
Aviso n.º 7836/2012:
Lista unitária de ordenação final, homologada, referente ao procedimento B constante no
aviso n.º 9856/2011 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20545

Município de Loulé
Aviso n.º 7837/2012:
Celebração de contrato com Luís Filipe Mendes Dias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20546
Aviso n.º 7838/2012:
Celebração de contrato por tempo indeterminado de Emmanuel Galdino Sousa Pagani . . . . 20546
Aviso n.º 7839/2012:
Conclusão do período experimental na Câmara Municipal de Amadora de Maria Filomena
Sousa . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20546

Município de Óbidos
Aviso n.º 7840/2012:
Renovação da comissão de serviço do comandante operacional municipal . . . . . . . . . . . . . . 20546

Município de Penafiel
Aviso n.º 7841/2012:
Aviso da suspensão parcial do Plano Diretor Municipal de Penafiel e medidas preventivas
a submeter à aprovação da assembleia municipal, e a elaboração de uma alteração ao Plano
Diretor Municipal de Penafiel e dispensa de avaliação ambiental e um período de participação
pública . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20546

Município de Resende
Regulamento n.º 215/2012:
Regulamento Municipal de Urbanização e Edificação do Município de Resende . . . . . . . . 20546

Município da Vidigueira
Aviso n.º 7842/2012:
Celebração de contrato de trabalho em funções públicas por tempo indeterminado com Gonçalo José Cunha Fontes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20559

Freguesia da Malveira
Aviso (extrato) n.º 7843/2012:
Lista unitária de ordenação final dos candidatos ao procedimento concursal de recrutamento
para o preenchimento de dois postos de trabalho da carreira/categoria de assistente técnico,
cujo aviso de abertura n.º 20949/2011 foi publicado no Diário da República, 2.ª série, n.º 202,
de 20 de outubro de 2011 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20559
Aviso (extrato) n.º 7844/2012:
Lista unitária de ordenação final dos candidatos ao procedimento concursal de recrutamento
para o preenchimento de 19 postos de trabalho da carreira/categoria de assistente operacional,
cujo aviso de abertura n.º 20949/2011 foi publicado no Diário da República, 2.ª série, n.º 202,
de 20 de outubro de 2011 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20560
Aviso (extrato) n.º 7845/2012:
Lista unitária de ordenação final dos candidatos ao procedimento concursal de recrutamento
para o preenchimento de dois postos de trabalho da carreira de assistente operacional, categoria
de encarregado operacional, cujo aviso de abertura n.º 20949/2011 foi publicado no Diário
da República, 2.ª série, n.º 202, de 20 de outubro de 2011 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20560

Serviços Municipalizados da Câmara Municipal de Abrantes
Regulamento n.º 216/2012:
Publicação do Regulamento Interno do Horário de Trabalho, Controlo de Assiduidade e
Pontualidade . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20560

20428

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012

Serviços Municipalizados de Eletricidade, Água e Saneamento
da Câmara Municipal da Maia
Aviso n.º 7846/2012:
Período experimental concluído com sucesso de Cláudia Patrícia de Almeida Ferreira Simões
de Sousa . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20564

PARTE J1

Ministério da Justiça
Secretaria-Geral:
Aviso n.º 7847/2012:
Anulação do procedimento concursal para provimento do cargo de direção intermédia de
1.º grau . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20564

20429

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012

PARTE B
ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

Secretário-Geral

Gabinete da Presidente

Despacho (extrato) n.º 7703/2012

Louvor n.º 240/2012

Por despacho de 9 de maio de 2012 do Presidente do Grupo Parlamentar do Partido Socialista:

Tendo-se cumprindo o termo do mandato da Secretária-Geral da Assembleia da República no dia 17 de maio, é meu dever expressar à Dr.ª Maria
Adelina de Sá Carvalho, através deste louvor oficial, o reconhecimento pelo
trabalho que efetuou ao serviço da Assembleia da República, não apenas no
período da atual Legislatura, sob minha Presidência, mas também nos vários
anos que dedicou a esta instituição, entre 1996 e 2002 e, novamente, entre
2005 e o presente. Ao longo de todo este tempo, parte importante de uma
longa carreira, que se distingue pelas relevantes funções que desempenhou, a
Dr.ª Maria Adelina de Sá Carvalho, rodeando-se de uma equipa competente,
a qual coordenou de forma eficaz, assegurou de forma empenhada o regular
funcionamento da Assembleia da República, indispensável para que esta
instituição parlamentar pudesse cumprir a sua função política.
É portanto devido o reconhecimento que, em louvor público, aqui
expresso.
17 de maio de 2012. — A Presidente da Assembleia da República,
Maria da Assunção A. Esteves.
206145319

Hugo Santos Mendes — nomeado, nos termos do n.º 6 do artigo 46.º da Lei de Organização e Funcionamento dos Serviços da
Assembleia da República, republicada pela Lei n.º 28/2003, de 30
de julho, para o cargo de assessor parlamentar, nível IV, do Grupo
Parlamentar do Partido Socialista, com efeitos a partir do dia 1 de
maio de 2012, inclusive.
Luís Filipe Catita Rego — nomeado, nos termos do n.º 6 do artigo 46.º da Lei de Organização e Funcionamento dos Serviços da
Assembleia da República, republicada pela Lei n.º 28/2003, de 30
de julho, para o cargo de assessor parlamentar, nível I, do Grupo
Parlamentar do Partido Socialista, com efeitos a partir do dia 14 de
maio de 2012, inclusive.
16 de maio de 2012. — A Secretária-Geral, Adelina Sá Carvalho.
206142273

PARTE C
PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS
Conselho de Ministros
Resolução n.º 21/2012
A Concordata entre a República Portuguesa e a Santa Sé, assinada em
18 de maio de 2004 na cidade do Vaticano, foi aprovada pela Resolução
da Assembleia da República n.º 74/2004 e ratificada pelo Decreto do
Presidente da República n.º 80/2004, ambos de 16 de novembro.
A Concordata estabelece, no artigo 23.º, a constituição de uma comissão bilateral para o desenvolvimento da cooperação quanto a bens da
Igreja que integrem o património cultural português, incumbindo à
República Portuguesa a designação dos seus representantes.
Considerando que o Embaixador Joaquim Rafael Caimoto Duarte,
designado para integrar a comissão bilateral pela Resolução n.º 16/2010,
de 13 de maio, publicada no Diário da República, 2.ª série, n.º 105, de
31 de maio de 2010, apresentou pedido de exoneração, cumpre proceder
à sua substituição.
Assim:
Nos termos da alínea g) do artigo 199.º da Constituição, o Conselho
de Ministros resolve:
1 — Exonerar, a seu pedido, o Embaixador Joaquim Rafael Caimoto
Duarte, o representante nacional na comissão bilateral a que se refere
o artigo 23.º da Concordata entre a República Portuguesa e a Santa Sé.
2 — Designar o Embaixador Manuel Tomás Fernandes Pereira para
integrar a comissão bilateral referida no número anterior.
3 — Determinar que a presente resolução produz efeitos à data da
sua aprovação.
17 de maio de 2012. — O Primeiro -Ministro, Pedro Passos
Coelho.
9892012

Gabinete do Primeiro-Ministro
Despacho n.º 7704/2012
Tendo sido publicado o Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, que
procedeu à revisão da orgânica do Gabinete do Primeiro-Ministro, torna-se necessário rever a situação do pessoal de apoio técnico-administrativo
e auxiliar que vinha exercendo funções no Gabinete, adaptando-a ao
regime resultante do novo diploma enquadrador.
Assim,
1 — Ao abrigo do disposto no n.º 2 do artigo 2.º do Decreto-Lei
n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos n.os 1 e 2 do artigo 11.º e no artigo 12.º
do Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º
do Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos termos do despacho
de delegação de competências n.º 3435/2012, publicado no Diário da
República, 2.ª série, n.º 49, de 8 de março, designo, para exercer funções
de motorista no Gabinete, o assistente operacional do mapa de pessoal
da Secretaria-Geral da Presidência do Conselho de Ministros Rui Miguel
Pedro da Silva Machado.
2 — Os encargos com a remuneração do designado são assegurados pela Secretaria-Geral da Presidência do Conselho de Ministros e
pelo orçamento do Gabinete, nos termos do n.º 14 do artigo 13.º do
Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º
do Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro.
3 — Para efeitos do disposto no artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012,
de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012,
de 20 de janeiro, a nota curricular do designado é publicada em anexo ao
presente despacho que produz efeitos desde 1 de janeiro de 2012.
4 — Publique-se no Diário da República e promova-se a respetiva
publicitação na página eletrónica do Governo.
21 de maio de 2012. — O Chefe do Gabinete, Francisco Pimentel de
Mello Ribeiro de Menezes.

20430

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012
Nota curricular

Dados pessoais e habilitações académicas:
Rui Miguel Pedro da Silva Machado, 42 anos, 9.º ano unificado na
Escola Secundária Luís de Camões.
Experiência profissional:
Desde 2011, afeto ao Gabinete do Primeiro-Ministro com a categoria
de assistente operacional, desempenhando funções de motorista;
Entre março de 2005 e junho de 2011, desempenhou funções de
motorista no Gabinete do Secretário de Estado Adjunto do Primeiro-Ministro;
Entre abril de 2002 e março de 2005, desempenhou funções de motorista no Gabinete do Ministro Adjunto do Primeiro-Ministro;
Em 2002, ingresso no mapa de pessoal da Secretaria-Geral da Presidência do Conselho de Ministros;
Entre outubro de 1999 e abril de 2002, desempenhou funções de
motorista no Gabinete do Secretário de Estado para a Defesa do Consumidor;
Em 1999, ingresso na Administração Pública, com a categoria de
auxiliar administrativo no Instituto de Gestão da Base de Dados dos
Recursos Humanos da Administração Pública, desempenhando funções
de motorista;
Entre novembro 1998 e maio de 1999, contratado a termo certo,
desempenhando funções de motorista no Instituto de Gestão da Base de
Dados dos Recursos Humanos da Administração Pública;
Entre maio de 1997 e novembro de 1998, designado para desempenhar as funções de motorista no Gabinete do Secretário de Estado da
Administração Pública;
Entre 1995 e 1997, motorista de táxi na empresa António Martins
Antunes;
Entre 1991 e 1995, motorista na empresa Conticex Maq. Escr, Sis.
Cont. L.da;
Entre abril de 1990 e abril de 1991, cumprimento do Serviço Militar
Obrigatório, com a categoria de 2.º Cabo Escriturário da Secção de
Justiça;
Entre outubro 1989 e março de 1990, motorista da Digimaque — Equipamentos e Consumíveis para o Escritório;
Entre julho de 1988 e agosto de 1989, motorista na empresa Nacal — Capotas para Automóveis.
9432012
Despacho n.º 7705/2012
Tendo sido publicado o Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, que
procedeu à revisão da orgânica do Gabinete do Primeiro-Ministro, torna-se necessário rever a situação do pessoal de apoio técnico-administrativo
e auxiliar que vinha exercendo funções no Gabinete, adaptando-a ao
regime resultante do novo diploma enquadrador.
Assim,
1 — Ao abrigo do disposto no n.º 2 do artigo 2.º do Decreto-Lei
n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos n.os 1 e 2 do artigo 11.º e no artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi
do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos termos
do despacho de delegação de competências n.º 3435/2012, publicado
no Diário da República, 2.ª série, n.º 49, de 8 de março, designo, para
exercer funções de motorista no Gabinete, Vítor Manuel Gomes Martins
Marques Ferreira, que pertence ao quadro de pessoal do Sindicato dos
Trabalhadores de Escritórios, Comércio, Hotelaria e Serviços.
2 — Para efeitos do disposto no artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012,
de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012,
de 20 de janeiro, a nota curricular do designado é publicada em anexo ao
presente despacho que produz efeitos desde 1 de janeiro de 2012.
3 — Publique-se no Diário da República e promova-se a respetiva
publicitação na página eletrónica do Governo.
21 de maio de 2012. — O Chefe do Gabinete, Francisco Pimentel de
Mello Ribeiro de Menezes.
Nota curricular
Dados pessoais e habilitações académicas:
Vítor Manuel Gomes Martins Marques Ferreira, 42 anos, 12.º ano
de escolaridade.
Experiência profissional:
Desde junho 1997, requisitado para o Gabinete do Primeiro-Ministro
com a categoria de assistente operacional, desempenhando funções de
motorista;

Entre abril de 1986 a abril 1992, desempenhou funções de motorista
no Sindicato dos Trabalhadores de Escritórios, Comércio, Hotelaria e
Serviços;
Entre 1992 e 1997, desempenhou funções de contínuo no Sindicato
dos Trabalhadores de Escritórios, Comércio, Hotelaria e Serviços.
9442012
Despacho n.º 7706/2012
Tendo sido publicado o Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, que
procedeu à revisão da orgânica do Gabinete do Primeiro-Ministro, torna-se necessário rever a situação do pessoal de apoio técnico-administrativo
e auxiliar que vinha exercendo funções no Gabinete, adaptando-a ao
regime resultante do novo diploma enquadrador.
Assim:
1 — Ao abrigo do disposto no n.º 2 do artigo 2.º do Decreto-Lei
n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos n.os 1 e 2 do artigo 11.º e do artigo 12.º
do Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º
do Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos termos do despacho
de delegação de competências n.º 3435/2012, publicado no Diário da
República, 2.ª série, n.º 49, de 8 de março de 2012, designo, para exercer funções de motorista no Gabinete, Paulo Jorge Pinheiro da Cruz
Barra, que pertence ao quadro de pessoal da Aplicamus — Sinalização
e Revestimentos, L.da
2 — Para efeitos do disposto no artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012,
de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012,
de 20 de janeiro, a nota curricular do designado é publicada em anexo ao
presente despacho, que produz efeitos desde 1 de janeiro de 2012.
3 — Publique-se no Diário da República e promova-se a respetiva
publicitação na página eletrónica do Governo.
21 de maio de 2012. — O Chefe do Gabinete, Francisco Pimentel de
Mello Ribeiro de Menezes.
Nota curricular
Dados pessoais e habilitações académicas:
Paulo Jorge Pinheiro da Cruz Barra, 41 anos, 12.º ano unificado e
frequência da licenciatura de Informática de Gestão da UAL.
Experiência profissional:
Desde fevereiro de 1997 até à presente data, afeto ao Gabinete do
Primeiro-Ministro com a categoria de assistente operacional, desempenhando funções de motorista;
Entre agosto de 1984 e agosto de 1985, desempenhou funções de
motorista na empresa Neogel;
Entre outubro de 1982 e julho de 1984, desempenhou funções de
motorista/distribuidor, empregado de escritório, estofador e serralheiro
civil na empresa Fidoel.
9422012
Despacho n.º 7707/2012
Tendo sido publicado o Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, que
procedeu à revisão da orgânica do Gabinete do Primeiro-Ministro, torna-se necessário rever a situação do pessoal de apoio técnico-administrativo
e auxiliar que vinha exercendo funções no Gabinete, adaptando-a ao
regime resultante do novo diploma enquadrador.
Assim,
1 — Ao abrigo do disposto no n.º 2 do artigo 2.º do Decreto-Lei
n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos n.os 1 e 2 do artigo 11.º e no artigo 12.º
do Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º do
Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos termos do despacho de delegação de competências n.º 3435/2012, publicado no Diário da República,
2.ª série, n.º 49, de 8 de março, designo, para exercer funções de motorista
no Gabinete, o assistente operacional do mapa de pessoal da Secretaria
Geral da Presidência do Conselho de Ministros António Francisco Guerra.
2 — Os encargos com a remuneração do designado são assegurados pela Secretaria-Geral da Presidência do Conselho de Ministros e
pelo orçamento do Gabinete, nos termos do n.º 14 do artigo 13.º do
Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º
do Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro.
3 — Para efeitos do disposto no artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012,
de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012,
de 20 de janeiro, a nota curricular do designado é publicada em anexo ao
presente despacho que produz efeitos desde 1 de janeiro de 2012.
4 — Publique-se no Diário da República e promova-se a respetiva
publicitação na página eletrónica do Governo.
21 de maio de 2012. — O Chefe do Gabinete, Francisco Pimentel de
Mello Ribeiro de Menezes.

20431

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012
Nota curricular
Dados pessoais e habilitações académicas:
António Francisco Guerra, 52 anos, 4.º ano do ensino básico na Escola
Primária de Olival de Basto
Experiência profissional:
Desde 1992, afeto ao Gabinete do Primeiro-Ministro com a categoria
de assistente operacional, desempenhando funções de motorista;
Em 1992, ingresso no mapa de pessoal da Secretaria-Geral da Presidência do Conselho de Ministros precedendo concurso, para a categoria
de auxiliar (motorista);
Entre 1985 e 1992, desempenhou funções de motorista no Gabinete
da Secretaria de Estado da Emigração;
Entre 1983 e 1985, transferido para a Comissão da Condição Feminina,
desempenhando as funções de motorista;
Entre 1982 e 1983, requisitado para o Gabinete dos Assuntos Sociais,
desempenhando as funções de motorista;
Entre 1976 e 1980, ingresso no quadro dos Serviços Atuariais;
Entre 1973 e 1976, ascensorista do Ministério das Corporações e
Previdência Social;
Em setembro de 1972, ingresso na Administração Pública, com a
categoria de auxiliar no Ministério das Corporações e Previdência Social.
9332012
Despacho n.º 7708/2012
Tendo sido publicado o Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, que
procedeu à revisão da orgânica do Gabinete do Primeiro-Ministro, torna-se necessário rever a situação do pessoal de apoio técnico-administrativo
e auxiliar que vinha exercendo funções no Gabinete, adaptando-a ao
regime resultante do novo diploma enquadrador.
Assim:
1 — Ao abrigo do disposto no n.º 2 do artigo 2.º do Decreto-Lei
n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos n.os 1 e 2 do artigo 11.º e do artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi
do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos termos
do despacho de delegação de competências n.º 3435/2012, publicado no
Diário da República, 2.ª série, n.º 49, de 8 de março de 2012, designo,
para exercer funções de motorista no Gabinete, o agente principal número M/145129 da Polícia de Segurança Pública Nuno Miguel Ribeiro
Martins Cardoso.
2 — Para efeitos do disposto no artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012,
de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012,
de 20 de janeiro, a nota curricular do designado é publicada em anexo ao
presente despacho, que produz efeitos desde 1 de janeiro de 2012.
3 — Publique-se no Diário da República e promova-se a respetiva
publicitação na página eletrónica do Governo.
21 de maio de 2012. — O Chefe do Gabinete, Francisco Pimentel de
Mello Ribeiro de Menezes.
Nota curricular
Dados pessoais e habilitações académicas:
Nuno Miguel Ribeiro Martins Cardoso, 37 anos, 12.º ano unificado.
Experiência profissional:
Desde abril de 2005, afeto ao Gabinete do Primeiro-Ministro, onde
desempenha funções de motorista;
Entre setembro de 2000 e março de 2005, ingressou e desempenhou
funções no Corpo de Segurança Pessoal da Polícia de Segurança Pública;
De junho de 1997 a 2000, exerceu funções de agente na 11.ª Esquadra
do Alto Pina;
Ingressou em outubro de 1996 na Polícia de Segurança Pública.
9412012
Despacho n.º 7709/2012
Tendo sido publicado o Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, que
procedeu à revisão da orgânica do Gabinete do Primeiro-Ministro, torna-se necessário rever a situação do pessoal de apoio técnico-administrativo
e auxiliar que vinha exercendo funções no Gabinete, adaptando-a ao
regime resultante do novo diploma enquadrador.
Assim,
1 — Ao abrigo do disposto no n.º 2 do artigo 2.º do Decreto-Lei
n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos n.os 1 e 2 do artigo 11.º e no artigo 12.º
do Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º

do Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos termos do despacho
de delegação de competências n.º 3435/2012, publicado no Diário da
República, 2.ª série, n.º 49, de 8 de março, designo, para exercer funções
de motorista no Gabinete, António José Oliveira Figueira.
2 — Para efeitos do disposto no artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012,
de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012,
de 20 de janeiro, a nota curricular do designado é publicada em anexo
ao presente despacho que produz efeitos de 1 de janeiro a 15 de março
de 2012.
3 — Publique-se no Diário da República e promova-se a respetiva
publicitação na página eletrónica do Governo.
21 de maio de 2012. — O Chefe do Gabinete, Francisco Pimentel de
Mello Ribeiro de Menezes.
Nota curricular
Dados pessoais e habilitações académicas:
António José Oliveira Figueira, 44 anos, 9.º ano de escolaridade, na
Escola Secundária da Amadora
Experiência profissional:
Desde abril 1997, afeto ao Gabinete do Primeiro-Ministro com a categoria de assistente operacional, desempenhando funções de motorista;
Entre abril de 1991 e abril 1997, desempenhou funções de motorista
na empresa Deloitte Touche S. A.
9322012
Despacho n.º 7710/2012
Tendo sido publicado o Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, que
procedeu à revisão da orgânica do Gabinete do Primeiro-Ministro, torna-se necessário rever a situação do pessoal de apoio técnico-administrativo
e auxiliar que vinha exercendo funções no serviço de apoio privativo
do Gabinete, adaptando-a ao regime resultante do novo diploma enquadrador.
Assim,
1 — Ao abrigo do disposto no n.º 2 do artigo 2.º do Decreto-Lei
n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos n.os 1 e 2 do artigo 11.º e no artigo 12.º
do Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º
do Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos termos do despacho
de delegação de competências n.º 3435/2012, publicado no Diário da
República, 2.ª série, n.º 49, de 8 de março, designo, para exercer funções de apoio técnico-administrativo no serviço de apoio privativo do
Gabinete, a assistente técnica do mapa de pessoal da Secretaria-Geral
da Presidência do Conselho de Ministros Zulmira de Jesus Guerreiro
Simão dos Santos Velosa.
2 — Os encargos com a remuneração da designada são assegurados
pela Secretaria-Geral da Presidência do Conselho de Ministros e pelo orçamento do Gabinete, nos termos do n.º 14 do artigo 13.º do Decreto-Lei
n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º do Decreto-Lei
n.º 12/2012, de 20 de janeiro.
3 — Para efeitos do disposto no artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012,
de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012,
de 20 de janeiro, a nota curricular da designada é publicada em anexo ao
presente despacho que produz efeitos desde 1 de janeiro de 2012.
4 — Publique-se no Diário da República e promova-se a respetiva
publicitação na página eletrónica do Governo.
21 de maio de 2012. — O Chefe do Gabinete, Francisco Pimentel de
Mello Ribeiro de Menezes.
Nota curricular
Dados pessoais e habilitações académicas:
Zulmira de Jesus Guerreiro Simão dos Santos Velosa, 47 anos, habilitada com o nível secundário, 12.º ano de escolaridade.
Experiência profissional:
Desde 2010, detém a categoria de Assistente Técnica e exerce funções
no Serviço de Apoio Privativo do Gabinete do Primeiro-Ministro;
Em junho de 2008, nomeada Técnica Profissional Especialista Principal do Quadro de Pessoal da Secretaria-Geral da Presidência do Conselho de Ministro;
Em julho 1999, requisitada para o Gabinete de Apoio ao Primeiro-Ministro;
Entre janeiro 1998 e junho 1999, Técnica Profissional Principal do
Quadro de Pessoal dos Serviços Sociais da Presidência do Conselho
de Ministros;

20432

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012

Entre fevereiro de 1994 e dezembro de 1997, Segundo-Oficial do
Quadro de Pessoal dos Serviços Sociais da Presidência do Conselho
de Ministros;
Entre novembro de 1985 e janeiro de 1994, Terceiro-Oficial do Quadro de Pessoal dos Serviços Sociais da Presidência do Conselho de
Ministros;
Em abril de 1984, ingresso na Administração Pública, Escriturária-Datilógrafa dos Serviços Sociais da Presidência do Conselho de Ministros.
9312012
Despacho n.º 7711/2012
Tendo sido publicado o Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, que
procedeu à revisão da orgânica do Gabinete do Primeiro-Ministro, torna-se necessário rever a situação do pessoal de apoio técnico-administrativo
e auxiliar que vinha exercendo funções no Gabinete, adaptando-a ao
regime resultante do novo diploma enquadrador.
Assim:
1 — Ao abrigo do disposto no n.º 2 do artigo 2.º do Decreto-Lei
n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos n.os 1 e 2 do artigo 11.º e do artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi
do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos termos
do despacho de delegação de competências n.º 3435/2012, publicado no
Diário da República, 2.ª série, n.º 49, de 8 de março de 2012, designo,
para exercer funções de motorista no Gabinete, José Hermínio Frutuoso
Basílio, que pertence ao quadro de pessoal da Companhia Carris de
Ferro de Lisboa, S. A.
2 — Para efeitos do disposto no artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012,
de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012,
de 20 de janeiro, a nota curricular do designado é publicada em anexo ao
presente despacho, que produz efeitos desde 16 de março de 2012.
3 — Publique-se no Diário da República e promova-se a respetiva
publicitação na página eletrónica do Governo.
21 de maio de 2012. — O Chefe do Gabinete, Francisco Pimentel de
Mello Ribeiro de Menezes.
Nota curricular
Dados pessoais e habilitações académicas:
José Hermínio Frutuoso, 53 anos, 12.º ano.
Experiência profissional:
Profissão: motorista da Companhia Carris de Ferro de Lisboa;
Desde 1993 que exerce funções de motorista em diferentes gabinetes
de membros do Governo.
9402012
Despacho n.º 7712/2012
Tendo sido publicado o Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, que
procedeu à revisão da orgânica do Gabinete do Primeiro-Ministro, torna-se necessário rever a situação do pessoal de apoio técnico-administrativo
e auxiliar que vinha exercendo funções no Gabinete, adaptando-a ao
regime resultante do novo diploma enquadrador.
Assim:
1 — Ao abrigo do disposto no n.º 2 do artigo 2.º do Decreto-Lei
n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos n.os 1, 2 e 3 do artigo 11.º e do artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi
do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos termos
do despacho de delegação de competências n.º 3435/2012, publicado no
Diário da República, 2.ª série, n.º 49, de 8 de março de 2012, designo,
para exercer funções de motorista no Gabinete, António Augusto Nunes
Meireles, que pertence ao quadro de pessoal do Partido Social-Democrata.
2 — O designado opta pelo estatuto remuneratório correspondente
ao posto de trabalho de origem, nos termos do n.º 9 do artigo 13.º do
Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º
do Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro.
3 — O designado pode exercer as atividades a que se refere a alínea b)
do n.º 3 do artigo 7.º do Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro.
4 — Para efeitos do disposto no artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012,
de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012,
de 20 de janeiro, a nota curricular do designado é publicada em anexo ao
presente despacho, que produz efeitos desde 1 de janeiro de 2012.
5 — Publique-se no Diário da República e promova-se a respetiva
publicitação na página eletrónica do Governo.
21 de maio de 2012. — O Chefe do Gabinete, Francisco Pimentel de
Mello Ribeiro de Menezes.

Nota curricular
Dados pessoais e habilitações académicas:
António Augusto Nunes Meireles, 61 anos, 4.º ano do ensino básico
na Escola Primária de Vila Cova — Vila Real.
Experiência profissional:
Desde junho de 2011, afeto ao Gabinete do Primeiro-Ministro com
a categoria de assistente operacional, desempenhando funções de motorista;
Entre 2005 e 2011, desempenhou funções de motorista do Partido
Social-Democrata, com os diferentes presidentes do partido;
Entre 2002 e 2005, afeto ao Gabinete do Primeiro-Ministro, com a
categoria de assistente operacional, desempenhando funções de motorista;
Entre 1999 e 2002, desempenhou funções de motorista do Partido
Social-Democrata, com o presidente do partido Dr. Durão Barroso;
Entre 1995 e 1999, desempenhou funções de motorista do Partido
Social-Democrata, com o presidente do partido Professor Marcelo Ribeiro de Sousa;
Entre 1979 e 1995, requisitado para o Instituto de Progresso Social-Democrata do Dr. Francisco Sá Carneiro, desempenhando as funções
de rececionista e motorista;
Entre 1974 e 1979, desempenhou funções de motorista do Partido
Popular Democrata, sendo motorista do Dr. Francisco Sá Carneiro;
Em agosto de 1974, ingresso no Partido Popular Democrata;
Entre 1971 e 1974, prestou serviço militar em Luanda — Angola;
Entre 1965 e 1971, desempenhou funções de atendimento ao público
na loja de ferragens Custódio e Andrade;
Entre 1963 e 1965, trabalhou nas minas de ferro de Vila Cova — Vila
Real.
9342012
Despacho n.º 7713/2012
Tendo sido publicado o Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro,
que procedeu à revisão da orgânica do Gabinete do Primeiro-Ministro,
torna-se necessário rever a situação do pessoal de apoio técnico-administrativo e auxiliar que vinha exercendo funções no serviço de apoio
privativo do Gabinete, adaptando-a ao regime resultante do novo diploma
enquadrador.
Assim,
1 — Ao abrigo do disposto no n.º 2 do artigo 2.º do Decreto-Lei
n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos n.os 1 e 2 do artigo 11.º e no artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi
do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos termos
do despacho de delegação de competências n.º 3435/2012, publicado
no Diário da República, 2.ª série, n.º 49, de 8 de março, designo, para
exercer funções de apoio técnico-administrativo no serviço de apoio
privativo do Gabinete, a assistente técnica do mapa de pessoal da Secretaria-Geral da Presidência do Conselho de Ministros Maria Fernanda
da Piedade Vieira.
2 — Os encargos com a remuneração da designada são assegurados
pela Secretaria-Geral da Presidência do Conselho de Ministros e pelo
orçamento do Gabinete, nos termos do n.º 14 do artigo 13.º do Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º do
Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro.
3 — Para efeitos do disposto no artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012,
de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012,
de 20 de janeiro, a nota curricular da designada é publicada em anexo ao
presente despacho que produz efeitos desde 1 de janeiro de 2012.
4 — Publique-se no Diário da República e promova-se a respetiva
publicitação na página eletrónica do Governo.
21 de maio de 2012. — O Chefe do Gabinete, Francisco Pimentel de
Mello Ribeiro de Menezes.
Nota curricular
Elementos pessoais e habilitações académicas:
Maria Fernanda da Piedade Vieira, 61 anos, 12.º ano de escolaridade
(1990/91), PGA no Liceu Camões.
Curso Livre de Metodologias do Processo Criativo, da Escola Superior de Artes Decorativas da FRESS; 4.º grau de inglês da Cambridge
School; Curso de Dactilografia, Nacional e Internacional; Outros Cursos
Profissionais.
Experiência profissional:
Desde julho de 2002, afeta ao Gabinete de Apoio ao Primeiro-Ministro;

20433

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012
Em janeiro de 1998, colocada na Direção Serviços de Apoio aos
Recursos Humanos da Presidência do Conselho de Ministros;
Em setembro de 1996, por despacho do Senhor Secretário-Geral
da Presidência do Conselho de Ministros, colocada a prestar apoio no
Centro Jurídico (CEJUR);
Em maio de 1996, transferida para a Junta Nacional de Investigação
Científica e Tecnológica, colocada na Secção de Pessoal;
Em setembro de 1987, transferida para a Secretaria-Geral da Presidência do Conselho de Ministros, a prestar apoio de Secretariado ao
Diretor dos Serviços Administrativos e ao Secretário-Geral;
Em setembro de 1985, nomeada oficial administrativa, precedendo
concurso, para o quadro dos Serviços Sociais da Presidência do Conselho
de Ministros, colocada na Secção de Contabilidade;
Em julho de 1985, requisitada para a Junta Nacional de Investigação
Científica e Tecnológica, colocada na Secção de Contabilidade;
Entre 1979 a 1985, colocada a prestar apoio ao Responsável pelo
Núcleo;
Entre novembro de 1977 e novembro de 1979, colocada na Secção
de Contabilidade;
Em novembro de 1977, tomada de posse na Direção-Geral de Saneamento Básico, com a categoria de Escriturária-Datilógrafa em regime
de contrato de prestação eventual de serviço, tendo sido colocada no
Núcleo Regional de Saneamento Básico em Santarém.
9302012
Despacho n.º 7714/2012
Tendo sido publicado o Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, que
procedeu à revisão da orgânica do Gabinete do Primeiro-Ministro, torna-se necessário rever a situação do pessoal de apoio técnico-administrativo
e auxiliar que vinha exercendo funções no Gabinete, adaptando-a ao
regime resultante do novo diploma enquadrador.
Assim,
1 — Ao abrigo do disposto no n.º 2 do artigo 2.º do Decreto-Lei
n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos n.os 1 e 2 do artigo 11.º e no artigo 12.º
do Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º
do Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos termos do despacho
de delegação de competências n.º 3435/2012, publicado no Diário da
República, 2.ª série, n.º 49, de 8 de março, designo, para exercer funções
de motorista no Gabinete, o assistente operacional do mapa de pessoal
da Secretaria-Geral do ex-Ministério da Cultura Jorge Martins Morais.
2 — Os encargos com a remuneração do designado são assegurados pela Secretaria-Geral da Presidência do Conselho de Ministros e
pelo orçamento do Gabinete, nos termos do n.º 14 do artigo 13.º do
Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º
do Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro.
3 — Para efeitos do disposto no artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012,
de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012,
de 20 de janeiro, a nota curricular do designado é publicada em anexo ao
presente despacho que produz efeitos desde 1 de janeiro de 2012.
4 — Publique-se no Diário da República e promova-se a respetiva
publicitação na página eletrónica do Governo.
21 de maio de 2012. — O Chefe do Gabinete, Francisco Pimentel de
Mello Ribeiro de Menezes.
Nota curricular
Dados pessoais e habilitações académicas:
Jorge Martins Morais, 44 anos, 12.º ano unificado.
Experiência profissional:
Desde 2006, afeto ao Gabinete do Primeiro-Ministro com a categoria
de assistente operacional, desempenhando funções de motorista;
Entre 1998 a 2006, com a categoria de assistente operacional desempenhou as funções de motorista no Gabinete do Secretário Estado
da Cultura;
1993-1998, desempenhou as funções de motorista no Gabinete do
Ministro da República para Região Autónoma dos Açores.
9392012
Despacho n.º 7715/2012
Tendo sido publicado o Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, que
procedeu à revisão da orgânica do Gabinete do Primeiro-Ministro, torna-se necessário rever a situação do pessoal de apoio técnico-administrativo
e auxiliar que vinha exercendo funções no Gabinete, adaptando-a ao
regime resultante do novo diploma enquadrador.
Assim,
1 — Ao abrigo do disposto no n.º 2 do artigo 2.º do Decreto-Lei
n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos n.os 1 e 2 do artigo 11.º e no artigo 12.º

do Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º
do Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos termos do despacho
de delegação de competências n.º 3435/2012, publicado no Diário da
República, 2.ª série, n.º 49, de 8 de março, designo, para exercer funções
de motorista no Gabinete, o agente principal M/131961 da Polícia de
Segurança Pública Jorge Henrique dos Santos Teixeira da Cunha.
2 — Para efeitos do disposto no artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012,
de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012,
de 20 de janeiro, a nota curricular do designado é publicada em anexo ao
presente despacho que produz efeitos desde 1 de janeiro de 2012.
3 — Publique-se no Diário da República e promova-se a respetiva
publicitação na página eletrónica do Governo.
21 de maio de 2012. — O Chefe do Gabinete, Francisco Pimentel de
Mello Ribeiro de Menezes.
Nota curricular
Dados pessoais e habilitações académicas:
Jorge Henrique dos Santos Teixeira da Cunha, 52 anos, 2.º ano Comercial Noturno.
Experiência profissional:
Desde novembro de 1995 até à presente data, a desempenhar funções
de motorista no Gabinete do Primeiro-Ministro;
Entre março de 1992 e novembro 1995, desempenhou funções de
motorista na Direção Nacional da Polícia de Segurança Pública;
Entre fevereiro de 1989 e março 1992, desempenhou funções de
motorista no Comando Metropolitano de Lisboa;
Entre maio de 1986 e maio 1989, desempenhou funções de motorista
na Secção de Transportes Auto da Polícia de Segurança Pública;
Entre outubro de 1983 e maio 1986, desempenhou funções de motorista na 21.ª Esquadra do Palácio da Justiça;
Entre setembro de 1982 e outubro 1983, exerceu funções de Agente
de 2.ª classe na 42.ª Esquadra de Carnide;
Ingressou em maio de 1982 na Polícia de Segurança Pública.
9382012
Despacho n.º 7716/2012
Tendo sido publicado o Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, que
procedeu à revisão da orgânica do Gabinete do Primeiro-Ministro, torna-se necessário rever a situação do pessoal de apoio técnico-administrativo
e auxiliar que vinha exercendo funções no Gabinete, adaptando-a ao
regime resultante do novo diploma enquadrador.
Assim,
1 — Ao abrigo do disposto no n.º 2 do artigo 2.º do Decreto-Lei
n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos n.os 1 e 2 do artigo 11.º e no artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi
do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos termos
do despacho de delegação de competências n.º 3435/2012, publicado
no Diário da República, 2.ª série, n.º 49, de 8 de março, designo, para
exercer funções de motorista no Gabinete, o assistente operacional do
mapa de pessoal da Secretaria-Geral da Presidência do Conselho de
Ministros Jaime Manuel Valadas Matias.
2 — Os encargos com a remuneração do designado são assegurados pela Secretaria-Geral da Presidência do Conselho de Ministros e
pelo orçamento do Gabinete, nos termos do n.º 14 do artigo 13.º do
Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º
do Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro.
3 — Para efeitos do disposto no artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012,
de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012,
de 20 de janeiro, a nota curricular do designado é publicada em anexo ao
presente despacho que produz efeitos desde 1 de janeiro de 2012.
4 — Publique-se no Diário da República e promova-se a respetiva
publicitação na página eletrónica do Governo.
21 de maio de 2012. — O Chefe do Gabinete, Francisco Pimentel de
Mello Ribeiro de Menezes.
Nota curricular
Dados pessoais e habilitações académicas:
Jaime Manuel Valadas Matias, 52 anos, 12.º ano unificado na Escola
Secundária Marquês de Pombal.
Experiência profissional:
Em 2006, integrou o mapa de pessoal da Secretaria-Geral da Presidência do Conselho de Ministros, precedendo concurso para a categoria
de assistente operacional;

20434

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012

Desde março 2005, afeto ao Gabinete do Primeiro-Ministro com a
categoria de assistente operacional, desempenhando funções de motorista;
Entre 1999 e 2005, desempenhou funções de motorista do Gabinete
do Ministro do Ambiente e Ordenamento do Território;
Entre 1997 e 1999, desempenhou funções de motorista no Gabinete
do Ministro Adjunto do Primeiro-Ministro;
Entre agosto 1997 e novembro 1997, desempenhou funções de motorista na Direção Regional do Ambiente;
Entre novembro 1996 e agosto 1997, desempenhou funções de motorista na Secretaria-Geral do Ministério do Ambiente;
Entre outubro 1987 e novembro 1996, desempenhou funções de
auxiliar de educação no Ministério da Educação;
Em 1987, ingresso na Administração Pública, com a categoria de
auxiliar de educação no Ministério da Educação;
Entre julho 1987 e outubro 1987, prestou serviço na Gráfica Oeirense
ocupando o cargo de Serviços Gerais;
Entre novembro 1984 e julho 1987, Empresário Sócio Gerente da
Fábrica, Café e Pastelaria;
Entre janeiro 1980 e dezembro 1980, desempenhou funções de escriturário no escritório da empresa Serviço de Contabilidade de Empresas
de Construção Civil, L.da;
Entre março 1977 e dezembro 1979, desempenhou funções de montador de andaimes;
Entre janeiro 1976 e fevereiro 1977, trabalhou numa fábrica de estatuetas de pó de pedra mármore.
9372012

Assim,
1 — Ao abrigo do disposto no n.º 2 do artigo 2.º do Decreto-Lei
n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos n.os 1 e 2 do artigo 11.º e no artigo 12.º
do Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º
do Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos termos do despacho
de delegação de competências n.º 3435/2012, publicado no Diário da República, 2.ª série, n.º 49, de 8 de março, designo, para exercer funções de
apoio técnico-administrativo no serviço de apoio privativo do Gabinete, a
assistente técnica do mapa de pessoal da Secretaria-Geral da Presidência
do Conselho de Ministros Maria Fernanda Esteves Ferreira.
2 — Os encargos com a remuneração da designada são assegurados
pela Secretaria-Geral da Presidência do Conselho de Ministros e pelo orçamento do Gabinete, nos termos do n.º 14 do artigo 13.º do Decreto-Lei
n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º do Decreto-Lei
n.º 12/2012, de 20 de janeiro.
3 — Para efeitos do disposto no artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012,
de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012,
de 20 de janeiro, a nota curricular da designada é publicada em anexo ao
presente despacho que produz efeitos desde 1 de janeiro de 2012.
4 — Publique-se no Diário da República e promova-se a respetiva
publicitação na página eletrónica do Governo.

Despacho n.º 7717/2012

Maria Fernanda Esteves Ferreira, 57 anos, 12.º ano na Escola Secundária Marquês de Pombal.

Tendo sido publicado o Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, que
procedeu à revisão da orgânica do Gabinete do Primeiro-Ministro, torna-se necessário rever a situação do pessoal de apoio técnico-administrativo
e auxiliar que vinha exercendo funções no Gabinete, adaptando-a ao
regime resultante do novo diploma enquadrador.
Assim,
1 — Ao abrigo do disposto no n.º 2 do artigo 2.º do Decreto-Lei
n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos n.os 1 e 2 do artigo 11.º e no artigo 12.º
do Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º
do Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos termos do despacho
de delegação de competências n.º 3435/2012, publicado no Diário da
República, 2.ª série, n.º 49, de 8 de março, designo, para exercer funções
de motorista no Gabinete, o agente principal M/134884 da Polícia de
Segurança Pública António José Pereira.
2 — Para efeitos do disposto no artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012,
de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012,
de 20 de janeiro, a nota curricular do designado é publicada em anexo ao
presente despacho que produz efeitos desde 1 de janeiro de 2012.
3 — Publique-se no Diário da República e promova-se a respetiva
publicitação na página eletrónica do Governo.
21 de maio de 2012. — O Chefe do Gabinete, Francisco Pimentel de
Mello Ribeiro de Menezes.
Nota curricular
Dados pessoais e habilitações académicas:
António José Pereira, 48 anos, 12.º ano unificado.
Experiência profissional:
Desde maio de 2005, requisitado para desempenhar funções de motorista do Gabinete Primeiro-Ministro;
Em abril 2002, regresso à Segurança Pessoal;
Em maio de 1997 e março 2002, requisitado para o Gabinete Primeiro-Ministro;
Entre janeiro e abril de 1991, curso de Segurança Pessoal e condução
avançada a Altas Entidades, permanecendo até abril de 1997;
Entre janeiro e março de 1986, curso de Ordem Publica onde permaneceu até dezembro de 1990;
Entre julho e dezembro de 1985, desempenhou funções na Divisão
da Polícia de Segurança Pública na Amadora.
9352012
Despacho n.º 7718/2012
Tendo sido publicado o Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, que
procedeu à revisão da orgânica do Gabinete do Primeiro-Ministro, torna-se necessário rever a situação do pessoal de apoio técnico-administrativo
e auxiliar que vinha exercendo funções no serviço de apoio privativo
do Gabinete, adaptando-a ao regime resultante do novo diploma enquadrador.

21 de maio de 2012. — O Chefe do Gabinete, Francisco Pimentel de
Mello Ribeiro de Menezes.
Nota curricular
Dados pessoais e habilitações literárias:

Experiência profissional:
Desde julho de 2010, com a categoria de Assistente Técnico,
exerce funções na área arquivística no Gabinete de Apoio do Primeiro-Ministro;
De fevereiro 1977 a julho de 2010, com as categorias de Segundo-Oficial, Primeiro-Oficial e Assistente Administrativo Especialista, exerceu funções no Sector de Arquivo do Gabinete de Apoio ao Primeiro-Ministro;
De janeiro de 1975 a fevereiro de 1977, com a categoria de Escriturária-Datilógrafa, exerceu funções no Gabinete de Apoio ao Primeiro-Ministro;
De 1973 a 1975, com a categoria de Escriturária-Datilógrafa, exerceu
funções no quadro do Secretariado Técnico da Presidência do Conselho
de Ministros.
9292012
Despacho n.º 7719/2012
Tendo sido publicado o Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, que
procedeu à revisão da orgânica do Gabinete do Primeiro-Ministro, torna-se necessário rever a situação do pessoal de apoio técnico-administrativo
e auxiliar que vinha exercendo funções no serviço de apoio privativo
do Gabinete, adaptando-a ao regime resultante do novo diploma enquadrador.
Assim,
1 — Ao abrigo do disposto no n.º 2 do artigo 2.º do Decreto-Lei
n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos n.os 1 e 2 do artigo 11.º e no artigo 12.º
do Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º
do Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos termos do despacho
de delegação de competências n.º 3435/2012, publicado no Diário da
República, 2.ª série, n.º 49, de 8 de março, designo, para exercer funções de apoio técnico-administrativo no serviço de apoio privativo do
Gabinete, a assistente técnica do mapa de pessoal da Secretaria-Geral da
Presidência do Conselho de Ministros Isaura da Conceição Agostinho
Lopes de Sousa.
2 — Os encargos com a remuneração da designada são assegurados
pela Secretaria-Geral da Presidência do Conselho de Ministros e pelo orçamento do Gabinete, nos termos do n.º 14 do artigo 13.º do Decreto-Lei
n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º do Decreto-Lei
n.º 12/2012, de 20 de janeiro.
3 — Para efeitos do disposto no artigo 12.º do Decreto-Lei
n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, a nota curricular da designada é
publicada em anexo ao presente despacho que produz efeitos desde
1 de janeiro de 2012.
4 — Publique-se no Diário da República e promova-se a respetiva
publicitação na página eletrónica do Governo.
21 de maio de 2012. — O Chefe do Gabinete, Francisco Pimentel de
Mello Ribeiro de Menezes.

20435

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012
Nota curricular
Dados pessoais e habilitações académicas:
Isaura da Conceição Agostinho Lopes de Sousa, 59 anos, 12.º ano
de escolaridade.
Experiência profissional:
Desde julho 2010, com a categoria de Assistente Técnico, exerce
funções no Gabinete do Primeiro-Ministro;
Entre 1976 e 2009, com a categoria de Escriturária-Datilógrafa, Terceiro-Oficial, Assistente Administrativo Principal, exerceu no Gabinete
do Primeiro-Ministro;
Entre 1972 e 1975, com a categoria de Escriturária-Datilógrafa, exerceu funções nos Serviços de Saúde e Assistência de Angola.
9262012
Despacho n.º 7720/2012
Tendo sido publicado o Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, que
procedeu à revisão da orgânica do Gabinete do Primeiro-Ministro, torna-se necessário rever a situação do pessoal de apoio técnico-administrativo
e auxiliar que vinha exercendo funções no serviço de apoio privativo
do gabinete, adaptando-a ao regime resultante do novo diploma enquadrador.
Assim:
1 — Ao abrigo do disposto no n.º 2 do artigo 2.º do Decreto-Lei
n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos n.os 1 e 2 do artigo 11.º e no artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi
do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos termos
do despacho de delegação de competências n.º 3435/2012, publicado no
Diário da República, 2.ª série, n.º 49, de 8 de março de 2012, designo,
para exercer funções de apoio técnico-administrativo no serviço de
apoio privativo do gabinete, o assistente técnico do mapa de pessoal da
Secretaria Geral da Presidência do Conselho de Ministros Alberto do
Nascimento Cabral.
2 — Os encargos com a remuneração do designado são assegurados
pela Secretaria-Geral da Presidência do Conselho de Ministros e pelo orçamento do gabinete, nos termos do n.º 14 do artigo 13.º do Decreto-Lei
n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º do Decreto-Lei
n.º 12/2012, de 20 de janeiro.
3 — Para efeitos do disposto no artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012,
de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012,
de 20 de janeiro, a nota curricular do designado é publicada em anexo ao
presente despacho que produz efeitos desde 1 de janeiro de 2012.
4 — Publique-se no Diário da República e promova-se a respetiva
publicitação na página eletrónica do Governo.
21 de maio de 2012. — O Chefe do Gabinete, Francisco Pimentel de
Mello Ribeiro de Menezes.

De abril a junho de 1993, com a categoria de 2.º Oficial, exerceu funções na Direção de Serviços de Apoio e Controle — Núcleo de Arquivo
e Microfilmagem, da Secretaria-Geral do Ministro da Agricultura, do
Desenvolvimento Rural e das Pescas.
De agosto de 1975 a março de 1993, com a categoria de 3.º Oficial,
exerceu funções no Fundo de Renovação e de Apetrechamento da
Indústria da Pesca (FRAIP), na Secção de Apoio à Pesca Artesanal
(SAFPA).
9252012
Despacho n.º 7721/2012
Tendo sido publicado o Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, que
procedeu à revisão da orgânica do Gabinete do Primeiro-Ministro, torna-se necessário rever a situação do pessoal de apoio técnico-administrativo
e auxiliar que vinha exercendo funções no serviço de apoio privativo
do Gabinete, adaptando-a ao regime resultante do novo diploma enquadrador.
Assim:
1 — Ao abrigo do disposto no n.º 2 do artigo 2.º do Decreto-Lei
n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos n.os 1 e 2 do artigo 11.º e no artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi
do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos termos
do despacho de delegação de competências n.º 3435/2012, publicado no
Diário da República, 2.ª série, n.º 49, de 8 de março de 2012, designo,
para exercer funções de apoio técnico-administrativo no serviço de
apoio privativo do Gabinete, a técnica superior do mapa de pessoal da
Secretaria-Geral da Presidência do Conselho de Ministros Luísa Maria
Ferreira Guerreiro.
2 — A designada opta pelo estatuto remuneratório correspondente
ao posto de trabalho de origem, nos termos do n.º 8 do artigo 13.º do
Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º
do Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro.
3 — Os encargos com a remuneração da designada são assegurados
pela Secretaria-Geral da Presidência de Conselho de Ministros, nos
termos do n.º 14 do artigo 13.º do Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de
janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20
de janeiro.
4 — Para efeitos do disposto no artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012,
de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012,
de 20 de janeiro, a nota curricular do designado é publicada em anexo ao
presente despacho que produz efeitos desde 1 de janeiro de 2012.
5 — Publique-se no Diário da República e promova-se a respetiva
publicitação na página eletrónica do Governo.
21 de maio de 2012. — O Chefe do Gabinete, Francisco Pimentel de
Mello Ribeiro de Menezes.
Nota curricular
Dados pessoais e habilitações académicas:

Nota curricular
Dados pessoais e habilitações académicas:
Alberto do Nascimento Cabral, 59 anos, com o Nível Secundário —
12.º ano.
Experiência profissional:
Desde agosto de 2005, com a categoria de Assistente Técnico, exerce
funções no Gabinete de Apoio ao Primeiro-Ministro.
De setembro de 2004 a julho de 2005, com a categoria de Assistente
Administrativo Especialista, exerceu funções na Secretaria-Geral do
Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas
(MADRP), na Direção de Serviços dos Recursos Humanos — Secção
de Pessoal.
De setembro de 2002 a agosto de 2004, com a categoria de Assistente
Administrativo Especialista, exerceu funções no Gabinete de Apoio ao
Ministro da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas.
De abril de 2002 a agosto de 2002, com a categoria de Assistente
Administrativo Especialista, exerceu funções na Secretaria-Geral do
Ministro da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas, na
Direção de Serviços de Informação.
De dezembro de 1996 a março de 2002, com a categoria de Assistente
Administrativo Especialista, exerceu funções no Gabinete de Apoio ao
Primeiro-Ministro.
De julho de 1993 a novembro de 1996, com a categoria de 2.º Oficial,
exerceu funções na Direção de Serviços de Informação da Secretaria-Geral do Ministro da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das
Pescas, como responsável e coordenador do Gabinete de Apoio ao
Diretor de Serviços.

Luísa Maria Ferreira Guerreiro, 48 anos, licenciada em Direito pela
Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (1982-1987), com
média final de 12 valores.
Experiência profissional:
Desde novembro de 2010 exerce funções de coordenação no serviço
de apoio privativo do Gabinete do Primeiro-Ministro;
Entre janeiro de 1998 e outubro de 2010 exerceu funções, sucessivamente, no DIGESTO-PCMLEX, Divisão Técnica e Direção de
Serviços de Recursos Humanos da Secretaria-Geral da Presidência do
Conselho de Ministros;
Em janeiro de 1998 ingressa, por transferência, no mapa de pessoal
da Secretaria-Geral da Presidência do Conselho de Ministros;
Entre maio de 1991 e dezembro de 1997 exerceu funções na Direção de Serviços de Informação do Instituto Nacional da Propriedade
Industrial;
Em maio de 1991, ingresso na Administração Pública, carreira e
categoria de técnica superior, no mapa de pessoal do Instituto Nacional
da Propriedade Industrial;
Entre outubro de 1988 e abril de 1990 estagiária de advocacia no
Centro Distrital de Lisboa da Ordem dos Advogados.
9272012
Despacho n.º 7722/2012
Tendo sido publicado o Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro,
que procedeu à revisão da orgânica do Gabinete do Primeiro-Ministro,
torna-se necessário rever a situação do pessoal de apoio técnico-administrativo e auxiliar que vinha exercendo funções no serviço

20436

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012

de apoio privativo do gabinete, adaptando-a ao regime resultante do
novo diploma enquadrador.
Assim:
1 — Ao abrigo do disposto no n.º 2 do artigo 2.º do Decreto-Lei
n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos n.os 1 e 2 do artigo 11.º e no artigo 12.º
do Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º
do Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos termos do despacho
de delegação de competências n.º 3435/2012, publicado no Diário da
República, 2.ª série, n.º 49, de 8 de março de 2012, designo, para exercer
funções de apoio técnico-administrativo no serviço de apoio privativo
do gabinete, a assistente técnica do mapa de pessoal da Secretaria-Geral
da Presidência do Conselho de Ministros Maria de Lourdes Gonçalves
Ferreira Alves.
2 — Os encargos com a remuneração da designada são assegurados
pela Secretaria-Geral da Presidência do Conselho de Ministros e pelo orçamento do gabinete, nos termos do n.º 14 do artigo 13.º do Decreto-Lei
n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º do Decreto-Lei
n.º 12/2012, de 20 de janeiro.
3 — Para efeitos do disposto no artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012,
de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012,
de 20 de janeiro, a nota curricular da designada é publicada em anexo ao
presente despacho que produz efeitos desde 1 de janeiro de 2012.
4 — Publique-se no Diário da República e promova-se a respetiva
publicitação na página eletrónica do Governo.
21 de maio de 2012. — O Chefe do Gabinete, Francisco Pimentel de
Mello Ribeiro de Menezes.
Nota curricular
Dados pessoais e habilitações académicas:
Maria de Lourdes Gonçalves Ferreira Alves, 61 anos, habilitada com
o nível secundário (antigo 7.º ano).
Experiência profissional:
Desde 2010, detém a categoria de Assistente Técnico. Exerce funções
no sector de análise de correspondência no Serviço de Apoio Privativo
do Gabinete do Primeiro Ministro desde 1988 até à presente data.
De 2004 a 2010, reclassificada na categoria de Assistente Administrativa Especialista.
De 1970 a 1988 exerceu funções, com as categorias de Escriturária-Dactilógrafa, Segundo-Oficial e Primeiro-Oficial na Secretaria.Geral
da Presidência do Conselho de Ministros.
9282012
Despacho n.º 7723/2012
Tendo sido publicado o Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, que
procedeu à revisão da orgânica do Gabinete do Primeiro-Ministro, torna-se necessário rever a situação do pessoal de apoio técnico-administrativo
e auxiliar que vinha exercendo funções no gabinete, adaptando-a ao
regime resultante do novo diploma enquadrador.
Assim:
1 — Ao abrigo do disposto no n.º 2 do artigo 2.º do Decreto-Lei
n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos n.os 1 e 2 do artigo 11.º e no artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, aplicável ex vi do
artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012, de 20 de janeiro, e nos termos do despacho de delegação de competências n.º 3435/2012, publicado no Diário
da República, 2.ª série, n.º 49, de 8 de março de 2012, designo, para exercer
funções de motorista no gabinete, Arnaldo de Oliveira Ferreira, que pertence ao quadro de pessoal da Companhia Carris de Ferro de Lisboa, S. A.
2 — Para efeitos do disposto no artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012,
de 20 de janeiro, aplicável ex vi do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 12/2012,
de 20 de janeiro, a nota curricular do designado é publicada em anexo ao
presente despacho que produz efeitos desde 1 de janeiro de 2012.
3 — Publique-se no Diário da República e promova-se a respectiva
publicitação na página eletrónica do Governo.
21 de maio de 2012. — O Chefe do Gabinete, Francisco Pimentel de
Mello Ribeiro de Menezes.
Nota curricular
Dados pessoais e habilitações académicas:
Arnaldo de Oliveira Ferreira, 50 anos, 12.º ano unificado na Escola
Secundária Marquês de Pombal.
Experiência profissional:
Desde outubro de 2003 até à presente data a desempenhar funções
de motorista no Gabinete do Primeiro-Ministro.

Entre maio de 2002 e outubro de 2003 desempenhou funções de
motorista do Gabinete do Ministro dos Negócios.
Entre abril de 1990 e maio de 2002 desempenhou funções de motorista
do Gabinete do Primeiro-Ministro.
Entre fevereiro de 1987 e abril de 1990 desempenhou funções de
motorista de Serviços Públicos, na empresa CARRIS.
Entre junho de 1986 e janeiro de 1987 desempenhou funções de
motorista na empresa Joaquim Jerónimo (Barraqueiro).
Entre setembro de 1985 e maio de 1986 desempenhou funções de
motorista na empresa A. Gonçalves e Silva.
Entre agosto de 1984 e agosto de 1985 desempenhou funções de
motorista na empresa Neogel.
Entre outubro de 1982 e julho de 1984 desempenhou funções de
motorista/distribuidor, empregado de escritório, estofador e serralheiro
civil na empresa Fidoel.
9362012

Gabinete do Secretário de Estado da Cultura
Despacho n.º 7724/2012
Com o início do mandato do XIX Governo Constitucional cessaram
automaticamente as comissões de serviço dos titulares de cargos de direção superior de 1.º e 2.º graus, como resulta da disposição da alínea h) do
n.º 1 do artigo 25.º da Lei n.º 2/2004, de 15 de janeiro, com as alterações
introduzidas pelas Leis n.os 51/2005, de 30 de agosto, 64-A/2008, de 31
de dezembro, 3-B/2010, de 28 de abril, em vigor àquela data.
Deste modo, encontra-se vago um dos cargos de subdiretor-geral da
Direção-Geral de Arquivos (DGARQ).
Considerando, no entanto, que constitui um dos objetivos centrais do
Programa do XIX Governo Constitucional a racionalização das estruturas
da administração central do Estado e dos respetivos custos e que para a
concretização deste objetivo o Governo aprovou o Plano de Redução e
Melhoria da Administração Central (PREMAC), encontrando-se em curso
o processo de reestruturação dos serviços, organismos e estruturas sob tutela
e superintendência do Secretário de Estado da Cultura, sendo que, nesta
circunstância, não se verificam as condições para proceder à nomeação,
em comissão de serviço, do titular do cargo de subdiretor da DGARQ, mas
que é necessário assegurar o normal funcionamento desta Direção-Geral;
Considerando que a Lei n.º 2/2004, de 15 de janeiro, com as alterações
introduzidas pelas Leis n.os 51/2005, de 30 de agosto, 64-A/2008, de 31
de dezembro, 3-B/2010, de 28 de abril, e 64/2011, de 22 de dezembro,
estabelece no n.º 1 do artigo 27.º que os cargos dirigentes podem ser
exercidos em regime de substituição em caso de vacatura:
Assim, ao abrigo do disposto no artigo 3.º do Decreto-Lei n.º 93/2007,
de 29 de março, que aprova a orgânica da DGARQ, e ao abrigo do
disposto no artigo 27.º da Lei n.º 2/2004, de 15 de dezembro, é nomeado, em regime de substituição, para o cargo de subdiretor-geral da
DGARQ, o Mestre Francisco Vicente Teixeira Barbedo, cujo currículo
académico e profissional, que se anexa ao presente despacho, evidencia
perfil adequado e demonstrativo da aptidão e da experiência profissional
necessárias ao exercício do referido cargo.
O presente despacho produz efeitos a 4 de novembro de 2011.
28 de maio de 2012. — O Secretário de Estado da Cultura, Francisco
José Viegas.
Sinopse curricular
I — Dados pessoais:
Nome: Francisco Vicente Teixeira Barbedo;
Data de nascimento: 1961.
II — Habilitações académicas:
Licenciatura em História — variante de Arte e Arqueologia, pela
Faculdade de Letras da Universidade do Porto, 1980-1985;
Curso de especialização em Ciências Documentais (BAD) — opção Arquivo — da Faculdade de Letras da Universidade do Porto,
1991-1993;
Mestrado em Gestão de Informação ministrado pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. Concluído em 23 de abril de 2003 com
defesa da tese «Estudo de Requisitos Organizacionais e Técnicos para
Redes de Arquivos Usando uma Abordagem de Redes de Atores Sociais»;
Curso de Formação em Gestão Pública — FORGEP e Curso Avançado
de Gestão Pública — CAGEP — Oeiras, 1.ª ed., 2008, ministrado pelo INA.
III — Experiência profissional:
Nomeado subdiretor-geral da Direção-Geral de Arquivos em 2007
e 2010;

20437

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012
Coformador no CEGEDOC (Curso de Especialização em Gestão
Documental) ministrado pelo INA, onde lecionou o módulo «Sistema
de Arquivo I», 2007;
Nomeado, entre janeiro de 2005 e até abril de 2007, coordenador do
Gabinete de Estudo de Arquivos Correntes (GEAC) no Instituto dos
Arquivos Nacionais/Torre do Tombo;
Coordena atualmente, e desde 2006, o curso de Arquivo Digital ministrado pelo INA;
Lecionou na Universidade Portucalense, entre os anos letivos de
2001-2002 e 2004-2005 a disciplina de «Gestão de Documentos Eletrónicos» no âmbito do Curso de Especialização em Ciências Documentais;
Participou e participa em projetos e grupos de trabalho internacionais
em diversos papéis nomeadamente o MoReq (Modeling Functional
Requirements), EAG (European Archives Group). EDLNET — Rede
Temática para a criação da Biblioteca Digital Europeia (EDL) — da
Comissão Europeia;
Representou a Direção-Geral de Arquivos em diversos projetos internacionais dos quais se destacam os projetos EUROPEANA e APENET;
Participou em grupos de trabalho nacionais nomeadamente Projeto
SIADE (Sistemas de Informação e de Arquivo e Documentos Eletrónicos) coordenado pelo Instituto dos Arquivos Nacionais e Instituto
de Informática, desde o seu início em julho de 1998 até ao seu fim em
julho de 2002;
Trabalhou no Arquivo Distrital do Porto onde desempenhou funções
na área de assessoria a entidades externas em gestão de documentos e
de coordenação de projetos relativos ao sistema de informação do ADP.
IV — Trabalhos publicados:
«Modeling the Structure of Collaborative Networks: some contributions» inserido no livro «Processes and Foundations for Virtual Organizations» editado por Luís M. Camarinha-Matos e Hamideh Afsarmanesh,
ISBN 140207638X. 2003;
«Análise de Processos Organizacionais em Sistemas de Arquivo: um
exemplo de aplicação», artigo publicado na revista In’ Cid da Universidade Portucalense, n.º 1, 2004;
«Arquivos Digitais: da origem à maturidade», artigo publicado nos
Cadernos BAD, 2, 2005;
Comunicação «RODA: novos serviços para o setor público em Portugal», apresentada no 3.º Seminário Internacional do Arquivo Público Mineiro, com o tema de Documentos Eletrónicos Gestão e Preservação, decorrida em Belo Horizonte — Brasil — entre 5 e 8 de novembro de 2007;
Estudo sobre «Rede Portuguesa de Arquivos (RPA): fundamentos
para o seu desenvolvimento e gestão (coord.)»;
Manual para Gestão de Documentos (em colaboração). Lisboa; IAN/
TT. 1997 (coaut).
206145092
Despacho n.º 7725/2012
Com o início do mandato do XIX Governo Constitucional cessaram
automaticamente as comissões de serviço dos titulares de cargos de direção superior dos 1.º e 2.º graus, como resulta da disposição da alínea h) do
n.º 1 do artigo 25.º da Lei n.º 2/2004, de 15 de janeiro, com as alterações
introduzidas pelas Leis n.os 51/2005, de 30 de agosto, 64-A/2008, de 31 de
dezembro, e 3-B/2010, de 28 de abril, em vigor àquela data.
Deste modo, encontra-se vago um dos cargos de subdiretor-geral da
Direção-Geral de Arquivos (DGARQ).
Considerando, no entanto, que constitui um dos objetivos centrais do
Programa do XIX Governo Constitucional a racionalização das estruturas
da administração central do Estado e dos respetivos custos e que para
a concretização deste objetivo o Governo aprovou o Plano de Redução
e Melhoria da Administração Central (PREMAC), encontrando-se em
curso o processo de reestruturação dos serviços, organismos e estruturas
sob tutela e superintendência do Secretário de Estado da Cultura, sendo
que, nesta circunstância, não se verificam as condições para proceder
à nomeação, em comissão de serviço, do titular do cargo de subdiretor
da DGARQ, mas que é necessário assegurar o normal funcionamento
desta Direção-Geral;
Considerando que a Lei n.º 2/2004, de 15 de janeiro, com as alterações
introduzidas pelas Leis n.os 51/2005, de 30 de agosto, 64-A/2008, de
31 de dezembro, 3-B/2010, de 28 de abril, e 64/2011, de 22 de dezembro,
estabelece no n.º 1 do artigo 27.º que os cargos dirigentes podem ser
exercidos em regime de substituição em caso de vacatura:
Assim, ao abrigo do disposto no artigo 3.º do Decreto-Lei n.º 93/2007,
de 29 de março, que aprova a orgânica da DGARQ, e ao abrigo do disposto no artigo 27.º da Lei n.º 2/2004, de 15 de dezembro, é nomeado,
em regime de substituição, para o cargo de subdiretor-geral da DGARQ,
o licenciado Abel Carlos Reinas dos Santos Martins, cujo currículo
académico e profissional, que se anexa ao presente despacho, evidencia

perfil adequado e demonstrativo da aptidão e da experiência profissional
necessárias ao exercício do referido cargo.
O presente despacho produz efeitos a 4 de novembro de 2011.
28 de maio de 2012. — O Secretário de Estado da Cultura, Francisco
José Viegas.
Sinopse curricular
I — Dados pessoais:
Nome — Abel Carlos Reinas dos Santos Martins.
Data de nascimento — 16 de junho de 1945.
II — Habilitações académicas:
Licenciatura em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade
Clássica de Lisboa, concluída no ano letivo de 1970-1971;
Formação profissional complementar na área da gestão:
Curso em Gestão Geral, do IPE, Investimento e Participações do
Estado, S. A. R. L., CIFAG, Centro de Informação, Formação e Aperfeiçoamento em Gestão;
Gestão dos Serviços Visando a Qualidade, do Instituto Nacional de
Administração;
Flexibilidade das Estruturas e dos Comportamentos à Moderna Gestão,
do Instituto Nacional de Administração;
A Gestão dos Recursos Humanos na Administração Pública, da
E. & C., S. A.;
Enfrentar os Desafios da Reforma da Contabilidade Pública, da
E. & C, A. S.;
Gestão de Recursos Humanos, do Instituto Nacional de Administração;
Gestão da Produtividade na Administração Pública, do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da UTL;
Estratégia e Planeamento na Gestão e Administração Pública, do
Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da UTL;
Produção Automática de Indicadores de Gestão, do Instituto Nacional
de Administração;
Formação Pedagógica de Formadores, do Instituto Nacional de Administração.
III — Experiência profissional:
III.1 — Funções no domínio técnico-jurídico:
Início do estágio de advocacia em 1972, que exerceu até janeiro de
1982, na área do direito comercial e, em particular, na área do direito
do trabalho, incluindo assessoria em avença com empresas na transição
jurídica e de gestão do regime do direito laboral em vigor até 1974 para
a nova legislação do contrato individual de trabalho.
Ainda nesta área, e de 1980 a 1982, responsável e monitor dos cursos
de Direito Geral do Trabalho ministrados aos seus clientes pela empresa
de formação e consultoria Teor, S. A. R. L.
Em simultâneo com a atividade privada, admissão em de novembro
de 1974 na Administração Pública:
i) Inicialmente no Fundo de Fomento da Habitação, com contrato de
prestação de serviços e posteriormente com contrato além-quadro, onde
exerceu funções de conteúdo técnico-jurídico nas áreas do associativismo
e cooperativismo habitacionais, política de solos, negociações de financiamento do sistema e em apoio técnico no terreno aos cooperantes e
associações de moradores apoiados pelo Estado;
ii) Posteriormente nos S. A. C. R. com funções de consultoria técnico-jurídica no Gabinete Jurídico dos S. A. C. R. — Serviços de Apoio, nas
áreas do direito administrativo e direito público, do direito disciplinar
e penal militar, de informação e pareceres sobre petições, exposições,
requerimentos, reclamações, queixas de toda a natureza dirigidas ao
Estado.
III.2 — Funções com responsabilidade pela gestão:
Em janeiro de 1982 — termo da advocacia e da atividade profissional
no País e transição para Macau;
Início em 1982 do exercício de funções de chefia intermédia e depois
de direção superior, que vem exercendo até ao presente; i) primeiro com
responsabilidades pela gestão ao nível das direções de pessoal, financeira e administrativa no Instituto de Ação Social de Macau; ii) depois
de direção superior na Teledifusão de Macau; iii) de novo no País,
primeiro com responsabilidades de direção, incluindo a dos planos de
recuperação nas empresas CARRA, S. A., e A. Carvalho, L.da; iv) depois
pela gestão ao nível das direções de pessoal, financeira e administrativa
na Biblioteca Nacional, e v) de direção superior de 2.º grau na Direção-Geral de Arquivos.
III.3 — Outras funções:
Juiz substituto no Tribunal Administrativo e de Contas de Macau,
bem como juiz substituto no Tribunal da Comarca;

20438

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012

Monitor em outras ações de formação: Código do Procedimento
Administrativo (CPA) e em Despesas Públicas com Aquisição de Bens
e Serviços.
IV — Trabalhos publicados:
Coautor com Manuel Flamino dos Santos Martins das obras de divulgação de caráter jurídico Princípios das Leis, 7.ª ed., editada pelos
autores, e Advogado em Casa, da Editorial Verbo, sendo da sua responsabilidade as áreas do direito sucessório e do direito da família.
206145051

Gabinete do Secretário de Estado Adjunto do Ministro
Adjunto e dos Assuntos Parlamentares
Despacho n.º 7726/2012
1 — Nos termos das disposições conjugadas dos artigos 19.º e 27.º
ambos da Lei n.º 2/2004, de 15 de Janeiro, com as alterações das Leis
n.os 51/2005, de 30 de Agosto, 64-A/2008, de 31 de Dezembro, e 3-B/2010,
de 28 de Abril, e do n.º 2 do artigo 4.º do Decreto-Lei n.º 167/2007, de 3 de
Maio, e no uso dos poderes que me foram subdelegados pelo Ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares através do despacho n.º 10 237/2011,
de 10 de Agosto, publicado no Diário da República, 2.ª série, n.º 157, de
17 de agosto de 2011, nomeio para o cargo de diretor do Alto Comissariado
para a Imigração e Diálogo Intercultural, I. P. (ACIDI, I. P.), em regime de
substituição, o licenciado Bernardo Manuel Vieira e Sousa, cuja competência técnica, aptidão, experiência profissional e formação comummente
reconhecidas são patentes no curriculum vitæ anexo.
2 — O presente despacho produz efeitos a 28 de junho de 2011.
31 de janeiro de 2012. — O Secretário de Estado Adjunto do Ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Feliciano José Barreiras
Duarte.
ANEXO
Curriculum vitae
Dados pessoais:
Natural de Lisboa;
Data de nascimento — 22 de agosto de 1976;
Estado civil — casado.
Experiência profissional:
Funções no Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo
Intercultural, I. P.:
Diretor do Alto Comissariado (desde Outubro 2007);
Ponto de contacto nacional para a imigração (2009-2011);
Funções no Alto Comissariado para a Imigração e Minorias Étnicas:
Chefe de gabinete do alto-comissário (2006-2007);
Adjunto do alto-comissário (2005-2006);
Assessor (2002-2005);
Funções na Associação 12 de Novembro:
Gestor de projeto em Timor-Leste, em regime de voluntariado
(2001);
Funções na Triunfo Produtos Alimentares, S. A.:
Gestor de contas nacionais (2002-2003);
Gestor do canal exportação (2000-2001);
Gestor de informação comercial (1998-99).
Formação académica:
Curso avançado em Gestão Pública no Instituto Nacional de
Administração, I. P. (2008);
Curso de especialização «Gerir projetos em parceria» no Instituto
Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (2005);
Pós-graduação em Ciência Política no Instituto Superior de Economia
e Gestão (2002-2003);
Parte curricular do mestrado em Sociologia Económica, no Instituto
Superior de Economia e Gestão (2001-2002);
Licenciatura em Economia na Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa (1994-1998).
9552012

Gabinete do Secretário de Estado do Desporto
e Juventude
Despacho n.º 7727/2012
No uso das competências que, ao abrigo do disposto no Decreto-Lei
n.º 86-A/2011, de 12 de julho, e no uso dos poderes que me foram delegados pelo Ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares pelo seu
despacho n.º 10 587/2011, publicado no Diário da República, 2.ª série,
n.º 162, de 24 de agosto de 2011, e nos termos do artigo 9.º da Lei
n.º 2/2004, de 15 de janeiro, na redação que lhe foi conferida pela
Lei n.º 51/2005, de 30 de agosto, e pela Lei n.º 64-A/2008, de 31 de
dezembro, bem como os artigos 35.º e 36.º do Código do Procedimento
Administrativo, subdelego no conselho diretivo do Instituto Português do
Desporto e Juventude, I. P. (IPDJ, I. P.), com a faculdade de subdelegar,
as seguintes competências:
I — No âmbito da gestão dos recursos humanos:
a) Conceder a equiparação a bolseiro no País e no estrangeiro a
pessoal em atividade nos termos do Decreto-Lei n.º n.º 272/88, de 3
de agosto;
b) Autorizar a prestação de trabalho extraordinário nas circunstâncias
excecionais e delimitadas no tempo, a que se refere a alínea a) do n.º 2
do artigo 161.º da Lei n.º 59/2008, de 11 de setembro;
c) Autorizar a inscrição e a participação do pessoal em estágios,
congressos, reuniões, seminários, colóquios, cursos de formação ou
outras iniciativas semelhantes fora do território nacional, bem como
o pagamento das correspondentes despesas de inscrição, transporte e
ajudas de custo, antecipadas ou não, assim como os reembolsos que
forem devidos;
d) Autorizar a equiparação à tabela única remuneratória dos trabalhadores em funções públicas, para efeitos de atribuição de ajudas de
custo e despesas de transporte, aquando de deslocações em serviço, nos
termos do artigo 14.º do Decreto-Lei n.º 106/98, de 14 abril;
e) Autorizar a utilização de avião, nos termos do previsto no artigo 24.º
do Decreto-Lei n.º 106/98, de 24 de abril;
f) Autorizar a passagem ao regime de prestação de trabalho de semana de quatro dias, nos termos do Decreto-Lei n.º 325/99, de 18 de
agosto;
g) Autorizar o regime especial de trabalho a tempo parcial, nos termos
do Decreto-Lei n.º 324/99, de 18 de agosto;
h) Conceder licenças sem remuneração, bem como o regresso do
trabalhador, nos termos do disposto nos artigos 234.º e 235.º da Lei
n.º 59/2008, de 11 de setembro;
i) Autorizar a realização de trabalho em dias de descanso semanal
obrigatório, de descanso complementar e em feriados do pessoal dirigente e de chefia, nos termos do n.º 5 do artigo 33.º do Decreto-Lei
n.º 259/98, de 18 de agosto, nos termos da redação que lhe foi dada pelo
Decreto-Lei n.º 169/2006, de 17 de agosto;
j) Aprovar os programas de provas de conhecimentos específicos a que
se refere o artigo 9.º da Portaria n.º 83-A/2009, de 22 de janeiro;
l) Celebrar e outorgar contratos de trabalho em funções públicas,
de acordo com o disposto no artigo 72.º da Lei n.º 59/2008, de 11 de
setembro;
m) Autorizar a acumulação com outras funções públicas e de funções
públicas com funções privadas, nos termos previstos nos artigos 27.º a
29.º da Lei n.º 12-A/2008, de 27 de fevereiro;
n) Autorizar a dispensa de prestação de trabalho dos dirigentes desportivos, nos termos do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 267/95, de 18 de
outubro;
o) Emitir instruções referentes a matérias relativas às atribuições
genéricas do respetivo organismo, bem como exercer as competências relativas ao procedimento do concurso, ao abrigo dos n.os 1 e 2 do
artigo 9.º da Lei n.º 2/2004, de 15 de janeiro, na redação que lhe foi
conferida pela Lei n.º 51/2005, de 30 de agosto;
II — No âmbito da gestão orçamental e de realização de despesas:
a) Autorizar a celebração de contratos de arrendamento de imóveis
para a instalação dos serviços do IPDJ, I. P., de vigência não superior a
um ano e quando a renda não exceda € 30 000;
b) Aprovar as minutas e outorgar os contratos-programa de desenvolvimento desportivo, nos termos do artigo 13.º do Decreto-Lei n.º 273/2009,
de 1 de outubro, quando a despesa tiver sido previamente autorizada pelo
Secretário de Estado do Desporto e Juventude e não envolvam encargos
financeiros para o IPDJ, I. P., superiores a € 200 000;
c) Aprovar as minutas e celebrar protocolos ou contratos-programa
com pessoas singulares e coletivas para efeitos do disposto no n.º 2
do artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 168/2007, de 3 de maio, quando não
envolvam encargos superiores a € 50 000 e a respetiva despesa tenha
sido por mim previamente autorizada;

20439

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012
d) Celebrar acordos, protocolos ou contratos com entidades públicas
ou privadas, de âmbito nacional ou internacional, quando a respetiva
despesa tiver sido previamente autorizada pelo Secretário de Estado
do Desporto e Juventude e não envolvam encargos financeiros para o
IPDJ, I. P., superiores a € 200 000;
e) Autorizar despesas de locação, empreitadas de obras públicas,
aquisição de bens e serviços até ao valor de € 200 000, previstas na
alínea b) do n.º 1 artigo 17.º do Decreto-Lei n.º 197/99, de 8 de junho,
cuja disposição foi mantida em vigor pela alínea f) do artigo 14.º do
Decreto-Lei n.º 18/2008, de 29 de janeiro;
f) Autorizar a realização das despesas devidamente discriminadas incluídas em planos de atividades que tenham sido objeto de aprovação ministerial
até ao valor de € 200 000, previsto na alínea b) do n.º 2 do artigo 17.º do
Decreto-Lei n.º 197/99, de 8 de junho, cuja disposição foi mantida em vigor
pela alínea f) do artigo 14.º do Decreto-Lei n.º 18/2008, de 29 de Janeiro;
III — No âmbito das medidas de apoio ao desenvolvimento do desporto de alto rendimento:
a) Conceder licença especial aos praticantes de alto rendimento que
sejam trabalhadores em funções públicas, nos termos do previsto n.º 2
do artigo 23.º do Decreto-Lei n.º 272/2009, de 1 de outubro;
b) Conceder medidas de apoio a treinadores e árbitros desportivos de
alto rendimento conforme estabelecido no artigo 25.º do Decreto-Lei
n.º 272/2009, de 1 de outubro.
IV — O presente despacho produz efeitos a partir de 5 de abril de
2012, ficando deste modo ratificados todos os atos praticados desde
aquela data pelo conselho diretivo, que se incluam no âmbito das competências ora subdelegadas.
25 de maio de 2012. — O Secretário de Estado do Desporto e Juventude, Alexandre Miguel Cavaco Picanço Mestre.
9692012

Alto Comissariado para a Emigração
e Diálogo Intercultural, I. P.
Gabinete da Alta-Comissária para a Imigração
e Diálogo Intercultural
Despacho n.º 7728/2012
1 — Considerando que o Secretário de Estado Adjunto do Ministro
Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, por despacho datado de 31 de
Janeiro de 2012, nomeou para o cargo de diretor do ACIDI, I. P., em
regime de substituição, o licenciado Bernardo Manuel Vieira Santos e
Sousa, com efeitos a 28 de junho de 2011.
2 — Considerando o disposto no artigo 4.º e na alínea a) do n.º 1 e no n.º 4
do artigo 5.º do Decreto-Lei n.º 167/2007, de 3 de maio, os artigos 35.º e 37.º
do Código do Procedimento Administrativo e o artigo 9.º da Lei n.º 2/2004,
de 15 de janeiro, alterada pelas Leis n.os 51/2005, de 30 de agosto, 64-A/2008,
de 31 de dezembro, 3-B/2010, de 28 de abril, e 64/2011, de 22 de dezembro, delego no diretor do ACIDI, I. P., Dr. Bernardo Manuel Vieira Santos
e Sousa, os poderes que me estão legalmente conferidos, designadamente:
a) Autorizar a realização de despesas públicas com a aquisição de bens
e serviços, nos termos do disposto no n.º 1 do artigo 17.º do Decreto-Lei
n.º 197/99, de 8 de junho, e da alínea e) do n.º 3 do artigo 7.º da Lei
n.º 2/2004, de 15 de janeiro, alterada pelas Leis n.os 51/2005, de 30 de
agosto, 64-A/2008, de 31 de dezembro, 3-B/2010, de 28 de abril, e
64/2011, de 22 de dezembro, dentro dos limites consagrados;
b) Praticar todos os atos subsequentes à autorização de despesas,
quando esta seja da competência do membro do governo;
c) Coordenar a elaboração das propostas do plano de atividades,
orçamento anual, balanço social e relatório de atividades;
d) Coordenar e assegurar a intervenção do ACIDI, I. P., junto das
instituições públicas e privadas presentes no CNAI, no âmbito dos
protocolos em vigor ou a celebrar, designadamente, no tocante a estes,
para efeitos da respetiva vinculação ou denúncia;
e) Coordenar e assegurar o normal andamento da execução dos protocolos em vigor ou a celebrar pelo ACIDI, I. P., designadamente, para
efeitos da respetiva vinculação ou denúncia.
3 — O presente despacho produz efeitos desde o dia 28 de junho
de 2011.
30 de maio de 2012. — A Alta-Comissária para a Imigração e Diálogo
Intercultural, Rosário Farmhouse.
10052012

Instituto Português do Desporto e Juventude, I. P.
Contrato n.º 284/2012
Contrato-programa de desenvolvimento desportivo
n.º CP/69/DDF/2012
Eventos Desportivos Internacionais
47.º Campeonatos Internacionais
de Portugal, Caldas da Rainha 2012
Entre:
1 — O Instituto Português do Desporto e Juventude, I. P., pessoa
coletiva de direito público, com sede na Rua Rodrigo da Fonseca,
n.º 55, 1250-190 Lisboa, NIPC 510089224, aqui representado por
Augusto Fontes Baganha, na qualidade de Presidente do Conselho
Diretivo, e João Cravina Bibe, na qualidade de Vice-Presidente do
Conselho Diretivo, adiante designados como IPDJ, I. P. ou 1.º outorgante; e
2 — A Federação Portuguesa de Badminton, pessoa coletiva de
direito privado, titular do estatuto de utilidade pública desportiva,
concedido através de Despacho n.º 38/93, de 29 de novembro, publicado na 2.ª série do Diário da República n.º 288, de 11 de dezembro,
com sede na(o) Rua Júlio César Machado, 80, 2500-225 Caldas da
Rainha, NIPC 501109170, aqui representada por João José Areias
Barbosa de Matos, na qualidade de Presidente, adiante designada por
Federação ou 2.º outorgante.
Nos termos dos artigos 7.º, 46.º e 47.º da Lei n.º 5/2007, de 16 de
Janeiro — Lei de Bases da Atividade Física e do Desporto — e do
Decreto-Lei n.º 273/2009, de 1 de Outubro — Regime Jurídico dos
Contratos-Programa de Desenvolvimento Desportivo — em conjugação
com o disposto nos artigos 4.º e 20.º do Decreto-Lei n.º 98/2011, de 21
de setembro, é celebrado um contrato-programa de desenvolvimento
desportivo que se rege pelas cláusulas seguintes:
Cláusula 1.ª
Objeto do contrato
Constitui objeto do presente contrato a concessão de uma comparticipação financeira à organização pela Federação do Evento Desportivo Internacional designado 47.º Campeonatos Internacionais de
Portugal, Caldas da Rainha 2012, de 26-04-2012 a 29-04-2012, conforme proposta apresentada ao IPDJ, I. P., constante do Anexo II a este
contrato-programa, publicado e publicitado nos termos do Decreto-Lei
n.º 273/2009, de 1 de outubro.
Cláusula 2.ª
Período de execução do evento
O prazo de execução do evento objeto de comparticipação financeira
ao abrigo do presente contrato termina em 31 de dezembro de 2012.
Cláusula 3.ª
Comparticipação financeira
1 — Para a organização do Evento Desportivo referido na Cláusula
1.ª supra, constante da proposta apresentada pela Federação, é concedida
pelo 1.º outorgante à 2.ª outorgante uma comparticipação financeira até
ao valor máximo de 10.000,00 €.
2 — O valor final do apoio é determinado após análise do relatório
final indicado na alínea d) da Cláusula 5.a considerando as seguintes
disposições:
a) Para efeitos de determinação do apoio final ao evento é calculada,
em relação à totalidade das despesas apresentados, a proporção das
despesas comuns a outros programas e projetos desenvolvidos pela
Federação;
b) Não são consideradas elegíveis as despesas do evento que se insiram na parte do rácio acima calculado que ultrapassa a proporção
decorrente do quociente entre o orçamento do evento e o orçamento
total da Federação;
c) Na eventualidade do evento ser consubstanciado por associado da
Federação só são consideradas elegíveis as despesas realizadas diretamente com a organização do evento
d) Não são elegíveis as despesas resultantes de pagamento de vencimentos e remunerações aos elementos dos órgãos sociais;
e) O valor final do apoio não pode ultrapassar 39,50 % das despesas
efetivas e elegíveis com a organização do evento;

20440

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012

f) Esta percentagem inclui uma valorização na análise do evento de
4,50 % decorrente dos indicadores abaixo:
i) N.º de praticantes — 200 (2,00 %)
ii) N.º de países — 30 (2,50 %)
iii) Presença de praticante medalhado em Jogos Olímpicos, Campeonatos do Mundo e da Europa de Absolutos — Não (0,00 %)
iv) Transmissão direta — Não (0,00 %)
g) A percentagem indicada na alínea f) é ajustada, de acordo com
a tabela inserta no anexo I, caso os indicadores referidos nos pontos
daquela alínea não sejam atingidos.
h) O valor indicado no n.º 1 da presente cláusula é depreciado em
2,5 % no caso de incumprimento da alínea f) da cláusula 5.ª
Cláusula 4.ª
Disponibilização da comparticipação financeira
A comparticipação referida no n.º 1. da cláusula 3.a é disponibilizada
nos seguintes termos:
a) 50 % da comparticipação financeira até 15 (quinze) dias depois da
entrada em vigor do contrato-programa, correspondente a 5.000,00 €;
b) 50 % da comparticipação financeira, correspondente a 5.000,00 €,
no prazo de 30 (trinta) dias após o cumprimento do disposto na alínea d)
da Cláusula 5.ª infra.
Cláusula 5.ª
Obrigações da Federação
São obrigações da Federação:
a) Realizar o evento a que se reporta o presente contrato, nos termos
constantes da proposta apresentada no IPDJ, I. P., e de forma a atingir
os objetivos nela expressos;
b) Prestar todas as informações bem como apresentar comprovativos
da efetiva realização da despesa acerca da execução deste contrato-programa, sempre que solicitados pelo IPDJ, I. P.;
c) Criar, de acordo com o disposto no artigo 6.º do Decreto-Lei
n.º 273/2009, de 1 de outubro, um centro de resultados próprio e exclusivo para a execução do Evento Desportivo objeto do presente contrato,
não podendo nele imputar outros gastos e rendimentos que não sejam os
associados à execução do mesmo, de modo a permitir o acompanhamento
da aplicação das verbas confiadas exclusivamente para este fim;
d) Entregar, até 60 (sessenta) dias após a conclusão do Evento Desportivo, o relatório final, sobre a execução técnica e financeira, em
modelo próprio definido pelo IPDJ, I. P., acompanhado do balancete
analítico do centro de resultados, previsto na alínea anterior, antes do
apuramento de resultados;
e) Facultar ao IPDJ, I. P., ou a entidade credenciada a indicar por aquele,
sempre que solicitado, na sua sede social, o mapa de execução orçamental, o balancete analítico do centro de resultados antes do apuramento de
resultados relativos à realização do Evento Desportivo e, para efeitos de
validação técnico-financeira, os documentos de despesa, legal e fiscalmente aceites, em nome da Federação ou de seu associado, nos termos
do n.º 2 da presente Cláusula, que comprovem as despesas relativas à
realização do Evento Desportivo apresentado e objeto do presente contrato;
f) Publicitar, em todos os meios de promoção e divulgação do programa desportivo, o apoio do IPDJ, I. P., conforme regras fixadas no
manual de normas gráficas.
g) Celebrar e publicitar integralmente na respetiva página da Internet,
nos termos do artigo 7.º do Decreto-Lei n.º 273/2009, de 1 de outubro,
os contratos-programa referentes a apoios e comparticipações financeiras atribuídas aos clubes, associações regionais ou distritais ou ligas
profissionais, nela filiados.

a impossibilidade de realização dos fins essenciais do Evento Desportivo
objeto deste contrato.
3 — Caso as comparticipações financeiras concedidas pelo 1.º outorgante não tenham sido aplicadas na competente realização do Evento
Desportivo, a Federação obriga-se a restituir ao IPDJ, I. P. os montantes
não aplicados e já recebidos.
4 — As comparticipações financeiras concedidas à Federação pelo
1.º outorgante ao abrigo de outros contratos-programa celebrados em
2012 ou em anos anteriores, que não tenham sido total ou parcialmente
aplicadas na execução dos respetivos Programas de Atividades, são
por esta restituídas ao IPDJ, I. P., podendo este Instituto, no âmbito do
presente contrato-programa, acionar o disposto no n.º 2 do artigo 30.º
do Decreto-Lei n.º 273/2009, de 1 de outubro.
5 — Os pagamentos previstos na cláusula 3.a estão suspensos até
que a Federação regularize as obrigações contratuais em falta, bem
como proceda às reposições de verbas apuradas resultantes de contratos-programa celebrados em 2012 e ou anos anteriores, sem prejuízo da
possibilidade deste Instituto poder acionar o estabelecido na parte final
do n.º anterior.
Cláusula 7.ª
Tutela inspetiva do Estado
1 — Compete ao IPDJ, I. P., fiscalizar a execução do contrato-programa, podendo realizar, para o efeito, inspeções, inquéritos e sindicâncias, ou determinar a realização de uma auditoria por entidade externa.
2 — As ações inspetivas designadas no número anterior podem ser
tornadas extensíveis à execução dos contratos-programa celebrados
pela Federação nos termos do artigo 7.º do Decreto-Lei n.º 273/2009,
de 1 de outubro, designadamente através da realização de inspeções,
inquéritos, sindicâncias ou auditoria por uma entidade externa, devendo
aqueles contratos-programa conter cláusula expressa nesse sentido.
Cláusula 8.ª
Combate às manifestações de violência associadas ao desporto,
à dopagem, à corrupção, ao racismo, à xenofobia e a todas
as formas de discriminação, entre as quais as baseadas no sexo
O não cumprimento pela Federação do princípio da igualdade de
oportunidades e da igualdade de tratamento entre homens e mulheres,
das determinações da Autoridade Antidopagem de Portugal (ADoP) e
do Conselho Nacional do Desporto, e de um modo geral, da legislação
relativa ao combate às manifestações de violência associadas ao desporto, à dopagem, à corrupção, ao racismo, à xenofobia e a todas as
formas de discriminação, entre as quais as baseadas no sexo, implica
a suspensão e, se necessário, o cancelamento das comparticipações
financeiras concedidas pelo IPDJ, I. P.
Cláusula 9.ª
Formação de treinadores
O não cumprimento pela Federação do regime de acesso e exercício
da atividade de treinador de desporto estabelecido pelo Decreto-Lei
n.º 248-A/2008 de 31 de dezembro, implica a suspensão e, se necessário, o cancelamento das comparticipações financeiras concedidas pelo
IPDJ, I. P.
Cláusula 10.ª
Revisão do contrato
O presente contrato-programa pode ser modificado ou revisto por livre
acordo das partes e em conformidade com o estabelecido no artigo 21.º
do Decreto-Lei n.º 273/2009, de 1 de outubro.
Cláusula 11.ª

Cláusula 6.ª

Vigência do contrato

Incumprimento das obrigações da Federação

O presente contrato-programa de desenvolvimento desportivo entra
em vigor na data da sua publicação no Diário da República e termina
em 30 de junho de 2013.
Cláusula 12.ª

1 — Sem prejuízo do disposto nas cláusulas 8.ª e 9.ª, há lugar à suspensão das comparticipações financeiras por parte do IPDJ, I. P. quando
a Federação não cumpra:
a) As obrigações referidas na cláusula 5.a do presente contrato-programa;
b) As obrigações contratuais constantes noutros contratos-programa
celebrados com o IPDJ, I. P.;
c) Qualquer obrigação decorrente das normas legais em vigor.
2 — O incumprimento culposo do disposto nas alíneas a), b), d), e)
e g) da cláusula 5.ª, concede ao IPDJ, I. P., o direito de resolução do
presente contrato e de reaver todas as quantias pagas quando se verifique

Produção de efeitos
O presente contrato produz efeitos desde 1 de janeiro de 2012.
Cláusula 13.ª
Disposições finais
1 — Nos termos do n.º 1 do artigo 27.º do Decreto-Lei n.º 273/2009,
de 1 de outubro, este contrato-programa é publicado na 2.ª série do
Diário da República.

20441

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012
2 — Os litígios emergentes da execução do presente contrato-programa
são submetidos a arbitragem nos termos da lei.
3 — Da decisão cabe recurso nos termos da lei.

Deliberação n.º 764/2012

da Lei n.º 53/2006, de 7 de dezembro, após a conclusão do processo de
seleção e de reafetação de pessoal dos organismos extintos, o IDP, I. P.,
e o IPJ, I. P., aos postos de trabalho do Instituto Português do Desporto
e Juventude, I. P., atento o disposto nos artigos 16.º, n.º 8, e 18.º-A,
n.º 4, daquele diploma, conjugado com o artigo 24.º do Decreto-Lei
n.º 98/2011, de 21 de setembro, foi aprovada a lista nominativa dos
trabalhadores colocados em situação de mobilidade especial.
2 — Os trabalhadores identificados na lista nominativa estão abrangidos pelo regime consagrado no artigo 88.º, n.º 4, da Lei n.º 12-A/2008,
de 27 de fevereiro.
3 — A colocação em situação de mobilidade especial dos trabalhadores referidos na lista nominativa, em anexo, produz efeitos reportados a
18 de maio de 2012, autorizado pelo disposto no artigo 13.º, n.º 11, da
Lei n.º 53/2006, de 7 de dezembro.

1 — Em conformidade com a deliberação do conselho diretivo de 10
de maio de 2012, nos termos e para os efeitos previstos no artigo 19.º

16 de maio de 2012. — Pelo Conselho Diretivo, João Manuel Cravina Bibe.

Assinado em Lisboa, em 22 de maio de 2012, em dois exemplares
de igual valor.
22 de maio de 2012. — O Presidente do Conselho Diretivo do Instituto
Português do Desporto e Juventude, I. P., Augusto Fontes Baganha. — O
Presidente da Federação Portuguesa de Badminton, João José Areias
Barbosa de Matos. — O Vice-Presidente do Conselho Diretivo do Instituto Português do Desporto e Juventude, I. P., João Manuel Cravina
Bibe.
206143683

Lista nominativa
Nome

Vínculo

Categoria

Posição

Nível

Entre 4.ª e 5.ª

Entre 23 e 27

públicas Assistente técnico. . . .

Entre 1.ª e 2.ª

Entre 5 e 7

públicas Assistente técnico. . . .

Entre 4.ª e 5.ª

Entre 9 e 10

públicas Assistente técnico. . . .

Entre 1.ª e 2.ª

Entre 5 e 7

públicas Assistente técnico. . . .

Entre 5.ª e 6.ª

Entre 10 e 11

públicas Assistente técnico. . . .

Entre 4.ª e 5.ª

Entre 9 e 10

públicas Assistente técnico. . . .



11

públicas Assistente técnico. . . .

Entre 1.ª e 2.ª

Entre 5 e 7

públicas Assistente técnico. . . .

Entre 4.ª e 5.ª

Entre 9 e 10

públicas Assistente operacional Entre 5.ª e 6.ª

Entre 5 e 6

públicas Assistente operacional Entre 8.ª e 9.ª

Entre 8 e 9

Carreira de técnico superior
José Carlos Cibrão Lemos da Silva . . . .

Contrato de trabalho em funções públicas Técnico superior. . . . .
por tempo indeterminado.

Hernâni Teixeira Cruz de Mato . . . . . . .

Contrato de trabalho em funções
por tempo indeterminado.
Contrato de trabalho em funções
por tempo indeterminado.
Contrato de trabalho em funções
por tempo indeterminado.
Contrato de trabalho em funções
por tempo indeterminado.
Contrato de trabalho em funções
por tempo indeterminado.
Contrato de trabalho em funções
por tempo indeterminado.
Contrato de trabalho em funções
por tempo indeterminado.
Contrato de trabalho em funções
por tempo indeterminado.

Carreira de assistente técnico

Luís Figueiredo de Oliveira . . . . . . . . . .
Ana Paula Lopes Bernardo . . . . . . . . . .
Luís Manuel Duarte Vinagre . . . . . . . . .
Fernando Luís Martins Almeida . . . . . .
Altino José Pinheiro Barradas . . . . . . . .
Avelino Manuel Santos do Ó . . . . . . . . .
Paulo Regino Viegas Murta . . . . . . . . . .

Carreira de assistente operacional
Alexandre Pinto Teixeira Leitão . . . . . .

Contrato de trabalho em funções
por tempo indeterminado.
Fernando José de Jesus Almeida . . . . . . Contrato de trabalho em funções
por tempo indeterminado.
Marina da Silva Martins Figueiredo . . . Contrato de trabalho em funções
por tempo indeterminado.
Zulmira Olímpia Borges Brunhoso . . . . Contrato de trabalho em funções
por tempo indeterminado.
Aurora Rodrigues Caridade . . . . . . . . . . Contrato de trabalho em funções
por tempo indeterminado.
Maria Teresa Silva Gomes . . . . . . . . . . . Contrato de trabalho em funções
por tempo indeterminado.
Maria Eduarda Machado Gomes Antunes Contrato de trabalho em funções
por tempo indeterminado.
Maria Marques Simão Gonçalves . . . . . Contrato de trabalho em funções
por tempo indeterminado.
Máxima Marques Madeira. . . . . . . . . . . Contrato de trabalho em funções
por tempo indeterminado.
Olinda de Sousa Monteiro . . . . . . . . . . . Contrato de trabalho em funções
por tempo indeterminado.
Emília Maria Filipe Gaspar . . . . . . . . . . Contrato de trabalho em funções
por tempo indeterminado.

públicas Assistente operacional

6.ª

6

públicas Assistente operacional

2.ª

2

públicas Assistente operacional

7.ª

7

públicas Assistente operacional

2.ª

2

públicas Assistente operacional

2.ª

2

públicas Assistente operacional

5.ª

5

públicas Assistente operacional

2.ª

2

públicas Assistente operacional

2.ª

2

públicas Assistente operacional Entre 1.ª e 2.ª

Entre 1 e 2
9222012

Deliberação (extrato) n.º 765/2012
Em conformidade com a deliberação do conselho diretivo, de 10 de
maio de 2012, nos termos do artigo 8.º, n.º 3, alínea b), do Decreto-Lei
n.º 200/2006, de 25 de outubro, conjugado com o artigo 22.º, n.º 2, do
Decreto-Lei n.º 98/2011, de 21 de setembro, e para os efeitos previstos,

designadamente, do artigo 15.º-A, da Lei n.º 53/2006, de 7 de dezembro,
declara-se que após:
a) O termo do processo de seleção e de reafetação de pessoal
dos organismos extintos, o IDP, I. P., e o IPJ, I. P., aos postos de
trabalho do Instituto Português do Desporto e Juventude, de acordo

20442

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012

com regime consagrado no artigo 16.º, n.º 8, da Lei n.º 53/2006, de
7 de dezembro;
b) A aprovação da lista nominativa dos trabalhadores colocados em
situação de mobilidade especial, atento o disposto nos artigos 16.º, n.º 9,
18.º-A, n.º 4, e 19.º da Lei n.º 53/2006, de 7 de dezembro, conjugado
com os artigos 10.º do Decreto-Lei n.º 200/2006, de 25 de outubro, e
24.º do Decreto-Lei n.º 98/2011, de 21 de setembro;
c) A reafetação dos recursos financeiros, dos bens imóveis e dos
bens móveis necessários à prossecução das atribuições e ao exercício
das competências transferidas, ao abrigo do disposto, respetivamente,
nos artigos, 12.º, n.º 1, alínea b), 13.º, n.º 2, alínea a), e 16.º, n.º 2, do
Decreto-Lei n.º 200/2006, de 25 de Outubro:
o processo de fusão do IDP, I. P., e do IPJ, I. P., se encontra concluído,
com efeitos reportados a 18 de maio, de 2012.
16 de maio de 2012. — Pelo Conselho Diretivo, João Manuel Cravina Bibe.
9232012

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS
Instituto de Gestão da Tesouraria
e do Crédito Público, I. P.
Aviso n.º 7791/2012
De harmonia com o disposto na parte final do artigo 1.º do Decreto-Lei
n.º 125/92, de 3 de julho, dá-se conhecimento público aos portadores
interessados, de que a taxa de juro para o mês de junho de 2012, já
multiplicada pelo fator 0,96 é de 2,70773 %.
29 de maio de 2012. — O Vogal do Conselho Diretivo, António Pontes Correia.
206146429
Aviso n.º 7792/2012
De harmonia com o disposto no artigo 2.º do Decreto-Lei n.º 1/94, de
4 de janeiro, dá-se conhecimento público aos portadores interessados,
de que a taxa média a vigorar no mês de junho de 2012 é de 2,82055 %,
a qual multiplicada pelo fator 1,10 é de 3,10261 %.
29 de maio de 2012. — O Vogal do Conselho Diretivo, António Pontes Correia.
206146453

MINISTÉRIOS DAS FINANÇAS E DOS NEGÓCIOS
ESTRANGEIROS
Gabinetes do Ministro de Estado e das Finanças
e do Secretário de Estado
dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação
Despacho n.º 7729/2012
Nos termos conjugados do disposto nos artigos 89.º, n.º 1, alínea b), e 92.º, n.º 1, do Decreto-Lei n.º 100/99, de 31 de março,
é concedido a Manuel Lourenço de Oliveira, Inspetor do mapa de
pessoal da Inspeção-Geral de Finanças, licença sem vencimento
para o exercício de funções de Chefe do Gabinete do Presidente do
Tribunal de Contas Europeu, com efeitos a partir de 1 de março de
2012 e até 28 de fevereiro de 2018.
23 de maio de 2012. — O Ministro de Estado e das Finanças, Vítor
Louçã Rabaça Gaspar. — O Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, Luís Filipe Neves Brites Pereira.
206140207
Despacho n.º 7730/2012
Nos termos conjugados do disposto nos artigos 89.º, n.º 1, alínea b),
e 92.º, n.º 1, do Decreto-Lei n.º 100/99, de 31 de março, é concedida a
Paula Cristina Fragão Pereira Falcão de Betencourt, Inspetora do mapa
de pessoal da Inspeção-Geral de Finanças, licença sem vencimento para
o exercício de funções de adjunta no Gabinete do Presidente do Tribunal

de Contas Europeu, com efeitos a partir de 1 de março de 2012 e até
28 de fevereiro de 2018.
23 de maio de 2012. — O Ministro de Estado e das Finanças, Vítor
Louçã Rabaça Gaspar. — O Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, Luís Filipe Neves Brites Pereira.
206140264

MINISTÉRIOS DAS FINANÇAS E DA SAÚDE
Gabinetes dos Ministros de Estado e das Finanças
e da Saúde
Despacho n.º 7731/2012
Nos termos do disposto nos n.os 1, 2 e 4 do artigo 6.º e ainda do
artigo 13.º, ambos dos Estatutos constantes do anexo II do Decreto-Lei n.º 233/2005, de 29 de dezembro, alterado pelos Decretos-Leis
n.os 50-A/2007, de 28 de fevereiro, 18/2008, de 29 de janeiro, 176/2009,
de 4 de agosto, e 136/2010, de 27 de dezembro, e tendo em conta que
a mestre Marta Alexandra Fartura Braga Temido de Almeida Simões
irá cessar em 1 de junho de 2012 o seu mandato como vogal executiva
do conselho de administração do Instituto Português de Oncologia do
Porto Francisco Gentil, E. P. E., em virtude de ter sido nomeada para
outras funções públicas, determina-se o seguinte:
1 — É nomeado para o cargo de vogal executivo do conselho de
administração do Instituto Português de Oncologia do Porto Francisco
Gentil, E. P. E., o licenciado Ilídio José Nunes de Oliveira Cadilhe,
cujo perfil e aptidão para o cargo são evidenciados na respetiva sinopse curricular que se anexa ao presente despacho, dele fazendo parte
integrante.
2 — De acordo com o disposto no n.º 1 do artigo 15.º do Decreto-Lei
n.º 71/2007, de 27 de março, alterado e republicado pelo Decreto-Lei
n.º 8/2012, de 18 de janeiro, aplicável por força do disposto no n.º 1
do artigo 13.º dos Estatutos constantes do anexo II do suprarreferido
Decreto-Lei n.º 233/2005, a presente nomeação é feita pelo período
restante do mandato em curso dos atuais membros do mesmo conselho
de administração.
3 — O presente despacho produz efeitos a partir de 1 de junho de 2012.
28 de maio de 2012. — Pelo Ministro de Estado e das Finanças, por
delegação, Maria Luís Casanova Morgado Dias de Albuquerque, Secretária de Estado do Tesouro e das Finanças. — O Ministro da Saúde,
Paulo José de Ribeiro Moita de Macedo.
Curriculum vitae
Informação pessoal
Nome — Ilídio José Nunes de Oliveira Cadilhe.
Morada — Praça de 25 de Abril, 14, 1.º, 4780-373 Santo Tirso (Portugal).
Nacionalidade — portuguesa.
Data de nascimento — 5 de julho de 1973.
Experiência profissional
1 de maio de 2007 — advogado — responsável da Unidade de Assessoria Jurídica da Direção de Assuntos Jurídicos, BPN — Banco
Português de Negócios, S. A.
De 15 de janeiro de 2002 a 30 de abril de 2007 — advogado — Unidade
de Assessoria Jurídica, BPN — Banco Português de Negócios, S. A.
15 de julho de 2001 — advogado, escritório de advogados, Rua de
Ramalho Ortigão, 102, 1.º, direito, 4490-678 Póvoa de Varzim (Portugal).
De 1 de setembro de 1999 a 15 de julho de 2001 — advogado estagiário, Vellozo Ferreira, Cavaleiro Brandão, Pinheiro Torres & Associados,
Sociedade de Advogados.
Educação e formação
21 de abril de 2012 — curso de formação Gestão e Estratégia Financeiras na Saúde, na Ordem dos Médicos — Norte.
Novembro de 2008 — curso de formação DMIF — Diretiva dos
Mercados e Instrumentos Financeiros e os Clientes, no IFB — Instituto
de Formação Bancária (98 %).
Em abril e maio de 2008 — Produtos Bancários e Financeiros, no
IFB — Instituto de Formação Bancária (14 valores).
De outubro de 2006 a de setembro de 2007 — frequência pós-graduação em Direito Bancário, da Bolsa e Seguros — BBS — Instituto

20443

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012
de Direito Bancário, da Bolsa e Seguros — BBS — Faculdade de Direito
da Universidade de Coimbra (14 Valores — parte curricular).
De 26 a 28 de outubro de 2006 — curso de formação Cooperação e
Trabalho em Equipa, no WeChange — People, Process and Performance.
De 6 de junho a 23 de setembro de 2006 — curso de formação em
Direito Bancário, no IFB — Instituto de Formação Bancária (17 valores — média final).
De 5 de maio a 20 de junho de 2003 — curso de formação inicial de
Formadores (homologado pelo IEFP), na FILOMARKETING, L.da
CAP — certificado de aptidão pedagógica.
23 de junho de 2005 — formação sobre contratos ISDA (International
SWAPS and Derivates Association), na VdA — Vieira de Almeida &
Associados, Sociedade de Advogados, Lisboa (Portugal).
De janeiro a dezembro de 2000 — pós-graduado em Direito do Trabalho, na Faculdade de Direito da Universidade Moderna (Universidade
Moderna), Porto (Portugal), nota final — Bom.
30 de julho de 1999 — licenciatura em Direito, na Faculdade de Direito da Universidade Lusíada (Faculdade de Direito), Porto (Portugal).
206144558

MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL
Gabinete do Secretário de Estado Adjunto
e da Defesa Nacional
Despacho n.º 7732/2012
1 — No uso das competências delegadas pelo despacho n.º 13641/2011,
de 27 de setembro, do Ministro da Defesa Nacional, publicado no Diário
da República, 2.a série, n.º 196, de 12 de outubro de 2011, e nos termos do artigo 4.º do estatuto dos militares em ações de cooperação
técnico-militar concretizadas em território estrangeiro, aprovado pelo
Decreto-Lei n.º 238/96 de 13 de dezembro, nomeio o 13376, capitão-de-mar-e-guerra Diogo Alberto Font Xavier da Cunha, por um período
de 365 dias, com início em 11 de janeiro de 2012, para desempenhar
as funções de diretor técnico do Projeto n.º 8 — Marinha de Guerra de
Angola, inscrito no Programa-Quadro de Cooperação Técnico-Militar
com a República de Angola.
2 — De acordo com o n.º 5 da portaria n.º 87/99 (2.ª série), de 30 de
dezembro de 1998, publicada no Diário da República, 2.ª série, de 28
de janeiro de 1999, o militar nomeado irá desempenhar funções em
país da classe C.
23 de fevereiro de 2012. — O Secretário de Estado Adjunto e da
Defesa Nacional, Paulo Frederico Agostinho Braga Lino.
206144225
Despacho n.º 7733/2012
1 — No uso das competências delegadas pelo despacho n.º 13641/2011,
de 27 de setembro, do Ministro da Defesa Nacional, publicado no Diário
da República, 2.a série, n.º 196, de 12 de outubro de 2011, e nos termos
do artigo 4.º do estatuto dos militares em ações de cooperação técnico-militar concretizadas em território estrangeiro, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 238/96, de 13 de dezembro, nomeio o capitão-de-mar-e-guerra
AN RES 90568, Carlos Manuel Soares Barata, por um período de
365 dias, com início em 10 de abril de 2012, em substituição do capitão-de-mar-e-guerra M RES 48965, António José Fernandes Rodrigues, para
desempenhar funções de diretor técnico do Projecto n.º 2 — Marinha de
Guerra de Moçambique, inscrito no Programa-Quadro da Cooperação
Técnico-Militar com a República Moçambique.
2 — De acordo com o n.º 5.º da portaria n.º 87/99 (2.ª série), de
30 de dezembro de 1998, publicada no Diário da República, 2.ª série,
de 28 de janeiro de 1999, o militar nomeado irá desempenhar funções
em país da classe C.
12 de março de 2012. — O Secretário de Estado Adjunto e da Defesa
Nacional, Paulo Frederico Agostinho Braga Lino.
206142921
Despacho n.º 7734/2012
O Decreto-Lei n.º 50/2000, de 7 de abril, criou a rede nacional de
apoio aos militares e ex-militares portugueses portadores de perturbação
psicológica crónica resultante da exposição a factores traumáticos de
stress durante a vida militar.
Nos termos deste diploma, a rede nacional de apoio é constituída por
instituições e serviços integrados no Serviço Nacional de Saúde e no
Sistema de Saúde Militar e, em articulação com os serviços públicos,
pelas organizações não-governamentais (ONG).

A rede é coordenada por uma comissão nacional de acompanhamento,
cuja composição e atribuições foram fixadas pelo despacho n.º 109/2011,
dos Ministros da Defesa Nacional e da Saúde.
Assim, nos termos do n.º 3 do referido despacho, determina-se o
seguinte:
É nomeado o coronel Norberto António Coelho Carrasqueira como
presidente da Comissão Nacional de Acompanhamento da Rede Nacional de Apoio aos Militares e Ex-Militares Portadores de Perturbação
Psicológica Crónica resultante da exposição a factores traumáticos de
stress durante a vida militar.
22 de março de 2012. — O Secretário de Estado Adjunto e da Defesa
Nacional, Paulo Frederico Agostinho Braga Lino.
206144274
Despacho n.º 7735/2012
1 — No uso das competências delegadas pelo despacho
n.º 13641/2011, de 27 de setembro, do Ministro da Defesa Nacional,
publicado no Diário da República, 2.a série, n.º 196, de 12 de outubro
de 2011, e nos termos do artigo 4.º do estatuto dos militares em ações
de cooperação técnico-militar concretizadas em território estrangeiro,
aprovado pelo Decreto-Lei n.º 238/96, de 13 de dezembro, nomeio
o 082184-F, tenente-coronel ADMAER Alexandre Rosa de Oliveira
Borges, por um período de 365 dias com início em 17 de março de
2012, para desempenhar as funções de chefe do Núcleo de Apoio
Técnico em Angola, no âmbito da Cooperação Técnico-Militar com
a República de Angola.
2 — De acordo com o n.º 5 da portaria n.º 87/99 (2.ª série), de 30
de dezembro de 1998, publicada no Diário da República, 2.ª série, de
28 de janeiro de 1999, o militar nomeado irá desempenhar funções em
país da classe C.
23 de março de 2012. — O Secretário de Estado Adjunto e da Defesa
Nacional, Paulo Frederico Agostinho Braga Lino.
206144185

Direção-Geral de Política de Defesa Nacional
Despacho (extrato) n.º 7736/2012
Faz-se público que, não tendo havido candidatos/as aprovados/as
nos métodos de seleção realizados no procedimento concursal, com
vista ao preenchimento de um posto de trabalho, para a categoria de
técnico superior, do mapa de pessoal da Direção-Geral de Política de
Defesa Nacional, aberto pelo Aviso n.º 4767/2012, publicado no DR,
2.ª série, n.º 64, de 29 de março de 2012, o procedimento concursal
cessa nos termos do disposto no artigo 38.º da Portaria n.º 145-A/2011,
de 6 de abril.
29 de maio de 2012. — O Diretor-Geral, Luís Faro Ramos.
206145198
ESTADO-MAIOR-GENERAL DAS FORÇAS ARMADAS

Gabinete do Chefe do Estado-Maior-General
das Forças Armadas
Louvor n.º 241/2012
Louvo o Tenente-Coronel de Artilharia, NIM 08431388, Luís Manuel
Ricardo Monsanto pela forma como exerceu as funções inerentes ao
cargo “COMEUROFOR Aide de Camp”, no Estado-Maior da EUROFOR, em Florença, Itália, revelando elevada competência técnico-profissional, capacidade de organização, espírito de bem servir e sentido
do dever.
Oficial de excelência, quando confrontado com elevados ritmos
de trabalho, soube sempre responder atempadamente a todas as
solicitações, demonstrando uma sólida formação militar e uma
inexcedível disponibilidade no acompanhamento dos assuntos que
lhe foram determinados em apoio do Comandante da EUROFOR,
pautando sempre as suas ações por superiores padrões de rigor e
correção.
No âmbito das atividades do treino e emprego operacional da EUROFOR, é de salientar os relevantes serviços prestados, destacando-se em especial a sua participação nos exercícios de preparação e

20444

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012

certificação do EUROFOR (F)HQ EU Battle Group 2011-12, FIESOLE 2010, TOSCANA 2011, BORA 2011, DRAGÃO/PADRELA
2011 e FIESOLE 2011, demonstrando em todas as circunstâncias
uma extraordinária adaptação às situações mais exigentes e elevado
sentido de responsabilidade.
A sua correção, inteligência emocional e integridade foram valores
fundamentais no seu relacionamento com todos os elementos da EUROFOR, granjeando o estatuto de reconhecido prestígio perante todo
o Estado-Maior e Grupo de Comando.
Merece igualmente destaque a forma competente e rigorosa como efetuou a utilização dos recursos financeiros que lhe coube gerir, pautando-se por critérios de eficiência e de qualidade, em prol da persecução dos
objetivos superiormente estabelecidos.
Pelas excecionais qualidades e virtudes militares reveladas no
cumprimento das missões que lhe foram cometidas, pela afirmação
constante de elevados dotes de caráter, lealdade, abnegação, espírito
de sacrifício e de obediência e extraordinário zelo colocado em todos
os atos de serviço, mostrou-se digno de ocupar postos de maior responsabilidade e risco.
Pela excelência do seu desempenho na EUROFOR, o Tenente-Coronel Ricardo Monsanto é merecedor que a sua conduta seja
publicamente assinalada e que os serviços por si prestados sejam
reconhecidos como extraordinários, relevantes e distintos, sendo
apontados como motivo de lustre para as Forças Armadas Portuguesas
Categoria

Nome

e um significativo contributo para o prestígio de Portugal no quadro
deste Comando Multinacional.
28 de dezembro de 2011. — O Chefe do Estado-Maior-General das
Forças Armadas, Luís Evangelista Esteves de Araújo, general.
206145408
FORÇA AÉREA

Comando de Pessoal da Força Aérea
Direção de Pessoal
Repartição de Pessoal Civil
Despacho (extrato) n.º 7737/2012
Em cumprimento do disposto no n.º 3 do artigo 17.º da Lei n.º 59/2008,
de 11 de setembro, procedeu-se à celebração de contratos de trabalho
em funções públicas por tempo indeterminado, com as trabalhadoras
abaixo indicadas, do mapa de pessoal da Força Aérea, por terem, com o
seu acordo, consolidado a mobilidade interna na categoria, nos termos
do disposto no n.º 1, do artigo 64.º, da Lei n.º 12-A/2008, de 27 de
fevereiro, com efeitos às datas referidas:
Efeitos da consolidação

Posição remuneratória (a)

Nível
remuneratório (a)

Assistente operacional . . . Ana Isabel Vidonho Alberto Dias . . . . . . . . . . 6 de janeiro de 2012 Posição intermédia entre Nível intermédio
a 1.ª e a 2.ª
entre o 1.º e o 2.º
Assistente operacional . . . Lídia da Conceição Quintos Leandro Palma . . . 6 de janeiro de 2012 Posição intermédia entre Nível intermédio
entre o 3.º e o 4.º
a 3.ª e a 4.ª
Assistente operacional . . . Maria Custódia Baião Balcinha Amador . . . . . 6 de janeiro de 2012 2.ª . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2.º
(a) Nos termos do n.º 2 do artigo 104.º da Lei n.º 12-A/2008, de 27 de fevereiro e conforme lista nominativa das transições e manutenções dos trabalhadores da Força Aérea, elaborada nos
termos do artigo 109.º da referida lei, com as alterações introduzidas pela Lei n.º 64-A/2008, de 31 de dezembro.

23 de maio de 2012. — O Chefe da Repartição de Pessoal Civil, interino, Major António Carlos Florindo Carneiro.
206143723

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA

Serviço de Estrangeiros e Fronteiras

Instituto dos Registos e do Notariado, I. P.

Aviso n.º 7793/2012

Aviso (extrato) n.º 7794/2012

Por decreto do Secretário de Estado Adjunto e da Administração
Interna de 25 de novembro de 2006, foi concedida a nacionalidade
portuguesa, por naturalização a Roberto Carlos Sousa, natural de
Quipungo, República de Angola, de nacionalidade angolana, nascido a 10/06/1967, o qual poderá gozar os direitos e prerrogativas
inerentes, depois de cumprido o disposto no artigo 34.º do Decreto-Lei n.º 322/82, de 12 de agosto, com as alterações introduzidas
pelo Decreto-Lei n.º 253/94, de 20 de outubro e pelo Decreto-Lei
n.º 37/97 de 31 de janeiro.

Na sequência do encerramento do 1.º Cartório Notarial de Competência Especializada de Viseu, em 18 de maio de 2012, foi a segunda
ajudante, Maria da Conceição Batista dos Santos Fernandes, por meu
despacho, de 16 de maio de 2012, afeta à 1.ª Conservatória dos Registos
Predial e Comercial de Viseu, nos termos do n.º 4 do artigo 109.º do
Decreto-Lei n.º 26/2004, de 4 de fevereiro, com efeitos a contar do dia 19
de maio do corrente ano. (Não carece de visto do Tribunal de Contas.)

30 de maio de 2012. — Pelo Diretor Nacional, Teresa Maria Carneiro
de Andrade.
206147239
Despacho (extrato) n.º 7738/2012
Por despacho de 25.05.2012 do Diretor Nacional do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras
Licenciado José Manuel Domingues Quaresma, Técnico Superior do
mapa de pessoal da Direção-Geral do Tesouro e Finanças — dada por
finda, a seu pedido, a nomeação em regime de substituição, no cargo
de Chefe do Departamento de Gestão Financeira e Patrimonial, com
efeitos a 01 de junho de 2012.
28 de maio de 2012. — O Chefe do Departamento de Gestão
e Administração de Recursos Humanos, António José dos Santos
Carvalho.
206144825

25 de maio de 2012. — O Presidente, António Luís Pereira Figueiredo.
206145302
Aviso (extrato) n.º 7795/2012
Na sequência do encerramento do 1.º Cartório Notarial de Competência Especializada de Viseu, em 18 de maio de 2012, foi a segunda
ajudante, Maria de Lurdes Ferreira Loureiro Albuquerque, por meu
despacho, de 16 de maio de 2012, afeta à 2.ª Conservatória do Registo
Predial de Viseu, nos termos do n.º 4 do artigo 109.º do Decreto-Lei
n.º 26/2004, de 4 de fevereiro, com efeitos a contar do dia 19 de maio
do corrente ano. (Não carece de visto do Tribunal de Contas)
25 de maio de 2012. — O Presidente, António Luís Pereira Figueiredo.
206145335
Aviso (extrato) n.º 7796/2012
Na sequência do encerramento do 1.º Cartório Notarial de Competência Especializada de Viseu, em 18 de maio de 2012, foi o primeiro
ajudante, José Luís Albuquerque Antunes, por meu despacho, de 16 de

20445

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012
maio de 2012, afeto à Conservatória do Registo Civil de Viseu, nos
termos do n.º 4 do artigo 109.º do Decreto-Lei n.º 26/2004, de 4 de
fevereiro, com efeitos a contar do dia 19 de maio do corrente ano. (Não
carece de visto do Tribunal de Contas)
25 de maio de 2012. — O Presidente, António Luís Pereira Figueiredo.
206145368
Aviso (extrato) n.º 7797/2012
Na sequência do encerramento do 1.º Cartório Notarial de Competência Especializada de Viseu, em 18 de maio de 2012, foi o notário
Licenciado Manuel António Fernandes Alves, por meu despacho, de
16 de maio de 2012, afeto à Conservatória do Registo Civil de Viseu,
nos termos do n.º 4 do artigo 109.º do Decreto-Lei n.º 26/2004, de 4 de
fevereiro, com efeitos a contar do dia 19 de maio do corrente ano. (Não
carece de visto do TC.)
25 de maio de 2012. — O Presidente, António Luís Pereira Figueiredo.
206145384

MINISTÉRIO DA ECONOMIA E DO EMPREGO
Gabinete do Secretário de Estado do
Empreendedorismo, Competitividade e Inovação
Despacho n.º 7739/2012
Nos termos das disposições legais conjugadas do n.º 2 do artigo 8.º e
do artigo 16.º do Decreto-Lei n.º 86-A/2011, de 12 de julho, que aprova
a Lei Orgânica do XIX Governo Constitucional, dos artigos 35.º a 41.º
do Código do Procedimento Administrativo, aprovado pelo Decreto-Lei
n.º 6/96, de 31 de janeiro, atento o disposto no Código dos Contratos
Públicos (CCP), aprovado pelo Decreto-Lei n.º 18/2008, de 29 de janeiro,
com as alterações introduzidas pela Lei n.º 59/2008, de 11 de setembro,
pelo Decreto-Lei n.º 223/2009, de 11 de setembro, pelo Decreto-Lei
n.º 278/2009, de 2 de outubro, que operou a sua republicação, pela
Lei n.º 3/2010, de 27 de abril, pelo Decreto-Lei n.º 131/2010, de 14
de dezembro, pelo Decreto-Lei n.º 69/2011, de 15 de junho, e pela Lei
n.º 64-B/2011, de 30 de dezembro, no uso da competência que me foi
delegada pelo Ministro da Economia e do Emprego pelo seu despacho
n.º 10353/2011, de 5 de agosto, publicado no Diário da República,
2.ª série, n.º 157, de 17 de agosto de 2011, subdelego no gestor do
Programa Operacional Fatores de Competitividade (POFC), licenciado
Franquelim Fernando Garcia Alves, o seguinte:
1 — As competências para assegurar os trabalhos de encerramento
do Programa de Incentivos à Modernização da Economia (PRIME),
do Programa Estratégico de Dinamização e Modernização da Indústria
Portuguesa (PEDIP II) e ainda da Intervenção Operacional Comércio
e Serviços (IOCS).
2 — As competências no âmbito da gestão dos recursos humanos,
legalmente atribuídas aos cargos dirigentes no estatuto do pessoal
dirigente dos serviços e organismos da administração central, regional e local do Estado, nos termos do n.º 2 do artigo 7.º da Lei
n.º 2/2004, de 15 de janeiro, com as alterações introduzidas pela
Lei n.º 51/2005, de 30 de agosto, pela Lei n.º 64-A/2008, de 31 de
dezembro, e pela Lei n.º 3-B/2010, de 28 de abril, bem como para
autorizar as deslocações nos termos do artigo 24.º do Decreto-Lei
n.º 106/98, de 24 de abril.
3 — No âmbito da gestão orçamental e da realização de despesas as
competências para:
a) Autorizar despesas com locação e aquisição de bens e serviços até
ao limite de € 200 000;
b) Decidir sobre o procedimento a adotar, até ao limite do montante fixado na alínea anterior, nos termos do disposto no artigo 38.º do CCP;
c) Aprovar as minutas dos contratos e outorgar os contratos, nos
termos, respetivamente, dos artigos 98.º e 106.º do CCP, até ao limite
do montante autorizado nas alíneas a) e b) anteriores;
d) Autorizar as despesas provenientes de alterações, variantes, revisões
de preços e trabalhos a mais, até ao limite do montante autorizado nas
alíneas a) e b) anteriores.
4 — O presente despacho produz efeitos a partir do dia 11 de fevereiro de 2012.
28 de maio de 2012. — O Secretário de Estado do Empreendedorismo,
Competitividade e Inovação, Carlos Nuno Alves de Oliveira.
206144088

Gabinete do Secretário de Estado das Obras
Públicas, Transportes e Comunicações
Despacho n.º 7740/2012
Considerando que o Plano Estratégico de Transportes se encontra em
alinhamento com as restantes políticas governamentais, assumindo o
transporte aéreo uma importância vital para o desenvolvimento regional
e, bem assim, reconhecendo a necessidade de garantir a vanguarda em
termos de gestão operacional de aeroportos, a harmonização com as
melhores práticas comunitárias e mundiais, bem como o pioneirismo na
gestão eficiente de recursos nos modelo de desenvolvimento; e
Tendo em conta que foi realizado um avultado investimento na infraestrutura aeroportuária de Beja, dotando-a de capacidade para acomodar
tráfego civil para além do uso militar que lhe vinha sendo dado e acrescendo que as expectativas de procura que suportaram as decisões relativas a este projeto não se concretizaram, não existindo atualmente uma
utilização que explore todo o potencial desta infraestrutura, permanece
disponível uma capacidade aeroportuária que importa ver rentabilizada
por forma a, por um lado, gerar receitas que compensem os custos
inerentes ao seu funcionamento e, por outro, alavancar a economia e o
tecido empresarial regional e nacional.
Assim, tendo em conta o mencionado, determina-se o seguinte:
1) Criar, pelo presente despacho, o grupo de trabalho para a utilização
civil do aeroporto de Beja.
2) O grupo de trabalho terá como missão revisitar os pressupostos
de procura que estiveram na base do investimento nesta infraestrutura
e propor formas de rentabilização das vertentes civil e comercial, adequadas à realidade do mercado, para as quais:
i) Exista uma concreta manifestação de interesse por parte de companhias aéreas e outros agentes económicos;
ii) Exista viabilidade, do ponto de vista técnico, económico e financeiro, para equilibrar os custos de operação e manutenção deste
equipamento.
3) A equipa de missão é constituída pelos seguintes elementos:
i) Eng. João Paulo Assunção Ramôa, que coordena;
ii) Um elemento a designar pela Força Aérea Portuguesa;
iii) Um elemento a designar pela ANA Aeroportos, S. A.;
iv) Um elemento a designar pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo;
v) Um elemento a designar pela Entidade Regional de Turismo do
Alentejo;
vi) Um elemento a designar pela Associação de Municípios do Baixo
Alentejo e Alentejo Litoral;
vii) Um elemento a designar pelo NERBE/AEBAL — Associação
Empresarial do Baixo Alentejo e Litoral.
4) Os elementos, a indicar por cada entidade aqui elencada, deverão
ser designados no prazo de cinco dias úteis após a publicação do presente despacho.
5) O grupo de trabalho ora nomeado pode chamar à colaboração as
entidade que entenda por convenientes, tendo presentes as áreas de
trabalho abrangidas no âmbito da sua missão.
6) O grupo de trabalho ora constituído para a definição do uso do
aeroporto de Beja terá um prazo de noventa dias após a publicação do
presente despacho para dar conhecimento à tutela sectorial das principais determinações e recomendações saídas dos trabalhos que levará
a cabo.
7) A participação dos membros no presente grupo de trabalho não
confere direito a qualquer retribuição.
8) O presente despacho produz efeitos a partir da data da sua publicação.
29 de maio de 2012. — O Secretário de Estado das Obras Públicas,
Transportes e Comunicações, Sérgio Paulo Lopes da Silva Monteiro.
206146097

Autoridade de Segurança Alimentar e Económica
Louvor n.º 242/2012
O inspetor superior principal José Alberto Soares Pinto vai desligar-se
do serviço, por aposentação, no próximo dia 1 de maio de 2012.
É justo que neste momento louve o inspetor superior principal José
Alberto Soares Pinto pela forma dedicada, aplicada e com elevado
profissionalismo com que desenvolveu a sua atividade na Delegação
de Santarém da ASAE.

20446

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012

O seu exemplo em muito contribuiu para dignificar o trabalho apresentado por aquela unidade orgânica e pela ASAE.
27 de abril de 2012. — O Inspetor-Geral, António Nunes.
206145002

Instituto da Mobilidade e dos Transportes
Terrestres, I. P.
Direção Regional de Mobilidade e Transportes do Centro
Aviso (extrato) n.º 7798/2012
Por despacho de 22 de Fevereiro de 2012, da Senhora Vogal do Conselho Diretivo do Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres, I. P.,
foi outorgada por dois anos, a concessão da carreira provisória de passageiros público a seguir indicada:
Batocas — Sabugal
Requerida pela empresa Viúva Monteiro & Irmão, L.da, com sede no
Largo da Fonte, n.º 5, Sabugal.
30.03.2012. — O Diretor Regional, Manuel António Miranda Góis.
305941134

Instituto Nacional de Aviação Civil, I. P.
Despacho n.º 7741/2012
A empresa AERONORTE — Transportes Aéreos, S. A., com sede
no Aeródromo Municipal de Braga, C.P. 102, Braga é titular de uma
licença de Transporte Aéreo que lhe foi concedida pelo Despacho SET
n.º 12-XII/93, de 19 de março, publicado na 2.ª série do D.R. 78, de 2
de abril de 1993, tendo a última alteração a esta licença sido efetuada
pelo Despacho n.º 14003/2008, de 30 de abril, publicado na 2.ª série do
D.R., n.º 97, de 20 de maio de 2008.
Tendo a referida empresa requerido a exclusão da única aeronave
constante do seu Certificado de Operador Aéreo, em 4 de fevereiro
de 2012, determino, em conformidade com o disposto no n.º 5 do artigo 9.º do Regulamento (CE) n.º 1008/2008, do Parlamento Europeu e
do Conselho, de 24 de setembro, e no uso das competências delegadas
pelo Conselho Diretivo do INAC, I. P., conforme a subalínea i) da
alínea d) do n.º 2.2. da Deliberação (extrato) n.º 70/2012, publicada no
Diário da República, 2.ª série n.º 15, de 20 de janeiro de 2012, revogar
a supraidentificada licença de transporte aéreo, a partir da presente data,
produzindo efeitos desde o dia 4 de fevereiro de 2012.
30 de março de 2012. — O Vogal do Conselho Diretivo, Paulo Alexandre Soares.
206145992

MINISTÉRIOS DA ECONOMIA E DO EMPREGO
E DA AGRICULTURA, DO MAR,
DO AMBIENTE E DO ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO
Gabinetes dos Secretários de Estado do Emprego,
do Empreendedorismo, Competitividade e Inovação
e do Ambiente e do Ordenamento do Território
Despacho n.º 7742/2012
O Decreto-Lei n.º 56/2011, de 21 de abril, que assegura a execução na
ordem jurídica nacional do Regulamento CE n.º 842/2006, do Parlamento
Europeu e do Conselho, de 17 de maio, relativo a determinados gases
fluorados com efeito de estufa, estabelece a obrigatoriedade da avaliação
e certificação dos técnicos e ou das empresas que exerçam as atividades
a que se refere o artigo 2.º do Regulamento (CE) n.º 304/2008, da Comissão, de 2 de abril, relativas ao setor dos sistemas fixos de proteção
contra incêndios e extintores.
De acordo com disposto no n.º 2 do artigo 5.º do citado decreto-lei,
compete ao Instituto Português de Acreditação, I. P. (IPAC), a acreditação dos organismos de certificação que asseguram o reconhecimento
das qualificações profissionais dos técnicos e das empresas que atuam
neste setor, a efetuar de acordo com a norma NP EN ISO/IEC 17024, e
NP EN 45011, para técnicos e empresas respetivamente.

Considerando que não existem em Portugal entidades acreditadas
neste âmbito e que, de acordo com o disposto no n.º 5 do artigo 5.º
do Decreto-Lei n.º 56/2011, na ausência de organismos de avaliação e
certificação acreditados podem os mesmos ser designados por despacho
conjunto dos membros do Governo responsáveis pelas áreas do ambiente
e da formação profissional, sob proposta da Agência Portuguesa do
Ambiente (APA), importa tomar, de imediato, medidas que acautelem,
no mais curto espaço de tempo, a conformidade legal da atividade dos
profissionais e das empresas, que atuam neste setor.
Assim, ao abrigo do no n.º 5 do artigo 5.º do Decreto-Lei n.º 56/2011,
de 21 de abril, e tendo em conta a necessidade de assegurar o cumprimento da obrigação legal de certificação dos profissionais e das empresas
que exercem atividade no setor dos sistemas fixos de proteção contra
incêndios e extintores, determina-se o seguinte:
1 — É designada a APSEI — Associação Portuguesa de Segurança
Eletrónica e de Proteção de Incêndio como organismo de avaliação e
certificação para a certificação de técnicos e ou empresas no âmbito
das atividades relativas ao setor dos sistemas fixos de proteção contra
incêndios e extintores.
2 — A presente designação é válida pelo período de cinco anos, sem
prejuízo de cessar à data da acreditação pelo Instituto Português de
Acreditação, I. P., do(s) organismo(s) de certificação para o setor dos
sistemas fixos de proteção contra incêndios e extintores, nos termos
do disposto no n.º 2 do artigo 5.º do Decreto-Lei n.º 56/2011, de 21
de abril.
3 — O presente despacho entra em vigor no dia seguinte à data da
sua publicação.
7 de maio de 2012. — O Secretário de Estado do Emprego, Pedro
Miguel Rodrigues da Silva Martins. — O Secretário de Estado do Empreendedorismo, Competitividade e Inovação, Carlos Nuno Alves de
Oliveira. — O Secretário de Estado do Ambiente e do Ordenamento do
Território, Pedro Afonso de Paulo.
206140945

MINISTÉRIO DA SAÚDE
Gabinete do Ministro
Despacho n.º 7743/2012
Nos termos e ao abrigo das disposições conjugadas do artigo 19.º
do Decreto-Lei n.º 28/2008, de 22 de fevereiro, com as alterações
introduzidas pelos Decretos-Leis n.os 248/2009, de 22 de setembro,
102/2009, de 11 de maio, e 81/2009, de 2 de abril, e ainda da Portaria n.º 273/2009, de 18 de março, retificada pela declaração de
retificação n.º 32/2009, publicada no Diário da República, 1.a série,
n.º 94, de 15 de maio de 2009, determina-se, sob proposta do conselho diretivo da Administração Regional de Saúde do Norte, I. P.,
o seguinte:
1 — É designada para o cargo de diretor executivo do Agrupamento
de Centros de Saúde do Grande Porto V — Póvoa de Varzim/Vila do
Conde, pelo período de três anos, a licenciada Judite Maria Silva de
Morais Neves, atendendo à competência técnica, aptidão, experiência
profissional e formação adequada evidenciadas na respetiva sinopse
curricular que se anexa ao presente despacho, dele fazendo parte
integrante.
2 — O presente despacho produz efeitos no dia imediato ao da sua
assinatura.
24 de maio de 2012. — O Ministro da Saúde, Paulo José de Ribeiro
Moita de Macedo.
Curriculum Vitae
Judite Maria Silva de Morais Neves.
Morada: Avenida do Comendador Ferreira de Matos, 221, 4.º, direito.
Data de nascimento: 11 de outubro de 1977.
Experiência profissional:
Diretora executiva do Agrupamento de Centros de Saúde — Grande
Porto V — Póvoa de Varzim/Vila do Conde, ao abrigo do Decreto-Lei
n.º 28/2008.
Desde março 2009:
Principais funções:
Representação do Agrupamento;
Avaliação de desempenho das unidades funcionais e de serviços de
apoio;
Gestão com rigor e eficiência dos recursos humanos, patrimoniais e
tecnológicos afetos à sua unidade orgânica;

20447

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012
Otimização dos meios e adoção de medidas que permitam simplificar e acelerar procedimentos; Aproximação à comunidade e a outros
serviços públicos.
No âmbito dessas funções e até à presente data têm sido desenvolvidos,
entre outras, as seguintes medidas:
Reconfiguração total do Agrupamento de Centros de Saúde, de acordo
com o preconizado pela Reforma dos Cuidados de Saúde Primários,
funcionando como elemento facilitador e dinamizador da sua implementação;
Concretização da atribuição de médico/enfermeiro de família a toda
a população inscrita no ACES, passando de uma realidade de cerca de
30 000 utentes inscritos sem médico/enfermeiro de família atribuído
para uma cobertura total da população;
Criação de unidades de saúde familiar, por substituição das unidades de cuidados de saúde personalizados (foram criadas 11 USF’s das
12 existentes em todo o ACES e brevemente será inaugurada mais uma,
restando apenas 1 UCSP);
Reestruturação dos serviços da Unidade de Saúde Pública, agrupando
as duas unidades concelhias numa só unidade, permitindo uma rentabilização dos recursos;
Criação de duas Unidades de Cuidados na Comunidade (uma por
concelho) e respetivas ECCI’s, passando a população a dispor de novos
serviços, em horário alargado;
Constituição da Unidade de Recursos Assistenciais Partilhados, com
aumento de recursos humanos em áreas diagnosticadas como prioritárias,
nomeadamente a psicologia;
Constituição da Unidade de Apoio à Gestão, permitindo a concentração de serviços não assistenciais de apoio geral e administrativo
ao ACES, nomeadamente em áreas fulcrais como gestão financeira,
recursos humanos, contratualização e monitorização de desempenho,
que se traduziu numa melhoria global dos indicadores das unidades
(institucionais e financeiros) e do ACES;
Constituição do Conselho da Comunidade, permitindo o bom relacionamento e envolvimento da comunidade e parceiros, visando a divulgação do ACES, nomeadamente das suas unidades, serviços e projetos;
Dotação das unidades de saúde com recursos humanos e melhores
condições de atendimento e trabalho, nomeadamente melhorando as
instalações e equipamentos;
Articulação e dinâmica eficaz com o conselho clínico, no sentido da
implementação de boas práticas na governação e exercício clínico.
Consultoria e acompanhamento da Direção da Farmácia Avenida — Farmácia Avenida — entre fevereiro de 2008 e fevereiro de 2009:
Principais funções:
Coordenação e apoio financeiro;
Coordenação organizacional;
Apoio ao controlo e programa de qualidade;
Gestão de fornecedores;
Monitorização de processos.
Coordenadora da Unidade de Gestão Administrativa Centro de Saúde — Centro Saúde Aldoar, ao abrigo do Decreto-Lei n.º 60/2003 — entre
janeiro de 2005 e janeiro de 2008:
Principais funções:
Coordenação e organização do Setor Administrativo do Centro de
Saúde e funções inerentes;
Operacionalização do Sistema de Controlo Interno, ao nível da gestão
financeira, recursos humanos, instalações, equipamentos e materiais;
Participação no planeamento e controlo operacional das atividades
do Centro de Saúde;
Gestão e verificação de uma eficiente e eficaz relação com fornecedores;
Execução e monitorização de normas internas e externas no âmbito
dos cuidados de saúde.
Técnica no Departamento de Tesouraria e Contas a Receber — Centrar — Grupo RAR — entre janeiro de 2002 a janeiro de 2005:
Principais funções:
Gestão financeira;
Gestão de tesouraria;
Planeamento e controlo de cobranças;
Contacto com clientes nacionais e internacionais;
Desenvolvimento de ações para a melhoria contínua dos processos.
Formação académica e profissional:
A frequentar mestrado em Gestão das Organizações: ramo de Gestão
de Unidades de Saúde (parte curricular concluída e em fase de elaboração
da dissertação), 2009-2012.

Associação de Politécnicos do Norte.
Pós-graduação em Controlo e Melhoria da Qualidade em Unidades
de Saúde (especialização em cuidados primários), 2009.
Universidade Fernando Pessoa, em parceria com o Conselho Regional
do Norte da Ordem dos Médicos.
Classificação: 14 valores.
Pós-graduação em Gestão de Estabelecimentos e Serviços de Saúde.
Instituto Superior Maia, 2005-2006.
Classificação: 17 valores.
Licenciatura em Administração e Gestão de Empresas.
Universidade Católica Portuguesa — Porto — 2001.
Classificação: 12 valores.
PACES DIRECT — Programa Avançado de Gestão para Diretores
Executivos dos ACES.
Instituto Nacional de Administração, I. P. — 2009, 400 horas.
Mensuração Desempenho — Avaliação Desempenho.
Administração Regional de Saúde do Norte, I. P. — 2009 — 12 horas.
Gestão Orçamental.
Sub-Região Saúde Porto — 2006 — 18 horas.
Regime de Despesas e Contratação Público — Aquisição de Bens.
Sub-Região Saúde Porto — 2006 — 18 horas.
Regime Jurídico da Função Pública.
Sub-Região Saúde Porto — 2005 — 24 horas.
Avaliação de Desempenho.
Sub-Região Saúde Porto — 2005 — 18 horas.
Novo Regime do Direito de Trabalho nos Recursos Humanos — CIT.
Sub-Região Saúde Porto — 2005 — 12 horas.
A excelência em serviço.
Dynargie — 2004 — 16 horas.
Formação Pedagógica Inicial de Formadores.
Instituto de Informática do Porto — 2002 — Classificação: Muito bom.
Jovens Empreendedores.
ANJE — 2001 — 200 horas.
First Certificate.
British Council — 1995.
206144111
Despacho n.º 7744/2012
Nos termos e ao abrigo das disposições conjugadas do artigo 19.º do
Decreto-Lei n.º 28/2008, de 22 de fevereiro, com as alterações introduzidas pelos Decretos-Leis n.os 248/2009, de 22 de setembro, 102/2009,
de 11 de maio, e 81/2009, de 2 de abril, e ainda da Portaria n.º 273/2009,
de 18 de março, retificada pela Declaração de Retificação n.º 32/2009,
publicada no Diário da República, 1.a série, n.º 94, de 15 de maio de
2009, determina-se, sob proposta do conselho diretivo da Administração
Regional de Saúde do Norte, I. P., o seguinte:
1 — É designado para o cargo de diretor executivo do Agrupamento
de Centros de Saúde do Ave III — Famalicão, pelo período de três
anos, o licenciado Manuel Paulo Ferreira da Silva Oliveira, atendendo
à competência técnica, aptidão, experiência profissional e formação
adequada evidenciadas na respetiva sinopse curricular que se anexa ao
presente despacho, dele fazendo parte integrante.
2 — O presente despacho produz efeitos no dia imediato ao da sua
assinatura.
24 de maio de 2012. — O Ministro da Saúde, Paulo José de Ribeiro
Moita de Macedo.
Curriculum vitae
1 — Identificação:
Manuel Paulo Ferreira da Silva Oliveira;
Data de nascimento: 7 de março de 1951;
Naturalidade: Freguesia de Paranhos, concelho do Porto;
Estado Civil: Divorciado;
Residência: Rua 71, 46, Árvore, 4480-098 Vila do Conde;
Cédula profissional n.º 15503, de inscrição na Ordem dos Médicos.
Habilitações literárias: Licenciatura em Medicina pela Faculdade de
Medicina da Universidade do Porto em 8 de outubro de 1975.
Exercício profissional:
Desde 23 de agosto de 1996: Chefe de serviço de clínica geral no
Centro de Saúde de Vila Nova de Famalicão, em regime de trabalho de
dedicação exclusiva de 42 horas;
1995: Consultor da carreira médica de clínica geral (Diário da República, n.º 154, de 6 de julho de 1995);
1992: Assistente graduado de clínica geral (Diário da República, de
31 dezembro 1992);
1983 (outubro): Tomou posse como assistente de clínica geral (Diário
da República, n.º 221, de 25 de setembro de 1986);

20448

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012

1981 (fevereiro) a 1983 (janeiro): Internato complementar de clínica
geral, terminando com a classificação de 14,85 valores;
1978 (junho, por um período de dois anos): Serviço Militar na Marinha;
1978 (junho): Internato de policlínica efetuado no concelho de Vila
Nova de Famalicão.
Cargos e funções:
2009 (março): Diretor executivo do ACES Ave III — Famalicão até
à presente data;
2004 (março) a 2009 (março):
Diretor do Centro de Saúde de Famalicão I e II (despacho n.º 94/2004);
Formador de clínicos gerais em formação específica e em internatos
complementares de clínica geral;
Preletor em congressos regionais e nacionais;
Membro de júris de exame para assistente graduado, consultor e chefe
de serviço, a nível da Ordem dos Médicos, ARS Norte e ARS Centro;
11 de dezembro de 2001 a 9 de março de 2004: Diretor do Centro de
Saúde de Vila Nova de Famalicão I (despacho n.º 9133/2001);
2000 (maio) a 2001 (dezembro): Chefe do serviço de cuidados personalizados de saúde;
1987 (fevereiro) a 1994 (fevereiro): Chefe do serviço de cuidados
personalizados de saúde;
1983 (julho) a 1987 (fevereiro): Chefia de Ambulatório;
Anos letivos de 1974 a 1977: Monitor de cadeira de Química Fisiológica na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto.
Aspetos relevantes como diretor executivo: Como diretor executivo,
sempre privilegiou a gestão por objetivos.
Neste âmbito:
Concluiu o Curso «PACES DIRECT — Programa Avançado de Gestão
para Diretores Executivos dos ACES», com uma duração de 400 horas;
Substituição dos médicos em unidades de saúde não contratualizadas,
de forma a colmatar ausências sem recorrer a trabalho extraordinário;
Reuniões periódicas com o Conselho da Comunidade;
Reuniões trimestrais com as USF e UCSP;
Audiências com os utentes;
Monitorização e avaliação do desempenho dos profissionais (SIADAP);
Todas as atividades inerentes ao cargo de diretor executivo.
206144233
Despacho n.º 7745/2012
Nos termos e ao abrigo das disposições conjugadas do artigo 19.º do
Decreto-Lei n.º 28/2008, de 22 de fevereiro, com as alterações introduzidas pelos Decretos-Leis n.os 248/2009, de 22 de setembro, 102/2009,
de 11 de maio, e 81/2009, de 2 de abril, e ainda da Portaria n.º 273/2009,
de 18 de março, retificada pela Declaração de Retificação n.º 32/2009,
publicada no Diário da República, 1.a série, n.º 94, de 15 de maio de
2009, determina-se, sob proposta do conselho diretivo da Administração
Regional de Saúde do Norte, I. P., o seguinte:
1 — É designado para o cargo de diretor executivo do Agrupamento
de Centros de Saúde do Douro II — Douro Sul, pelo período de três
anos, o licenciado José Carlos Simões de Carvalho, atendendo à competência técnica, aptidão, experiência profissional e formação adequada
evidenciadas na respetiva sinopse curricular que se anexa ao presente
despacho, dele fazendo parte integrante.
2 — O presente despacho produz efeitos no dia imediato ao da sua
assinatura.
24 de maio de 2012. — O Ministro da Saúde, Paulo José de Ribeiro
Moita de Macedo.
Curriculum vitae
Informação pessoal:
Nome: José Carlos Simões de Carvalho;
Morada: Av. dos Bombeiros Voluntários, lote 57, 3610-019 Tarouca;
Nacionalidade: Portuguesa;
Naturalidade: Santo António dos Olivais, Coimbra;
Data de nascimento: 7 de março de 1956.
Formação académica e profissional relevante:
30 de outubro de 1982 — Licenciatura em Medicina pela Faculdade
de Medicina da Universidade de Coimbra;
1983-1984 — Completa, com êxito, o Internato Geral no Hospital
Distrital de Viseu. 1995 — Conclui, com sucesso, a formação complementar específica;

1997 — Após concurso, é nomeado com o grau de consultor. Por
inexistência de vagas, exerce a sua atividade como assistente graduado
de clínica geral.
Outras formações:
1985 — Cursos de Guerra Nuclear, Biológica e Química e de Tática
Sanitária na Escola de Serviço de Saúde Militar, em Lisboa;
2009 — PACES Direct — Formação dos Diretores Executivos.
Funções de diretor executivo ACES Douro II Douro Sul:
2009:
Por despacho do Secretário de Estado da Saúde, é designado diretor
executivo do Agrupamento de Centros de Saúde Douro II Douro Sul;
Frequenta a formação PACES Direct — Formação para Diretores
Executivos dos ACES;
Inicia um estudo diagnóstico das unidades funcionais do ACES, procedendo às reorganizações das unidades com evidentes disfuncionalidades.
Neste processo, envolveu todas as unidades funcionais e todos os profissionais com a realização de reuniões, resultando numa análise Swot;
Instala a Unidade de Apoio à Gestão, com um número reduzido de
profissionais residentes, mas com envolvimento de outros nas diversas
unidades funcionais;
Participa na reorganização das urgências na região pela instalação da
SUB de Moimenta da Beira;
Concretiza-se a definição da imagem corporativa do ACES e a sua
apresentação num fórum de profissionais e outros convidados;
2010:
Promove reuniões com autarcas com vista à eleição (indicação) do
presidente do Conselho da Comunidade;
Promove, com o apoio da UAG, um modelo de otimização das unidades funcionais. Este modelo permitiu a identificação de ineficiências
funcionais e desadequação do número de recursos humanos afetos;
Inicia-se o processo de contratualização interna com uma abordagem
Unidade a Unidade para sensibilização e preparação dos profissionais
para este novo paradigma na Gestão e Governança da Saúde;
Com o Departamento de Obras e Equipamentos da ARS Norte,
desenvolvem-se ações conducentes à construção de um edifício adequado
para a SUB de Moimenta da Beira. «Obras já na 2.a fase»;
Promove reuniões conjuntas com todos os presidentes de câmara para
uma abordagem estratégica de saúde na região;
Realizou em janeiro de 2010 a reunião do conselho executivo, já com
a presença do representante das autarquias;
Implementou-se no ACES a figura «Gestor de Meio» nas unidades
funcionais, com vista à racionalização de recursos;
Plano de Desempenho em resultado de feedback obtido em reunião
com coordenadores, responsáveis de enfermagem, responsáveis administrativos, UAG, diretor executivo e conselho clínico e Conselho da
Comunidade;
Inventariação das anomalias existentes nos edifícios do ACES e
ineficiências e uma intervenção nas unidades com mais problemas.
Grandes intervenções em São João da Pesqueira, Sernancelhe, Tabuaço
e Moimenta da Beira;
Promove, com o apoio da UAG, um modelo de minimização do
TE — Trabalho Extraordinário. Este modelo torna-se fundamental para a
resolução de problemas pela falta de profissionais médicos e enfermeiros;
Realizou-se a instalação do Conselho da Comunidade e a sua primeira
reunião;
Participação ativa nos Núcleos Executivos de Ação Social dos concelhos do ACES para aproximar a saúde às dinâmicas locais;
Organização dos Programas de Saúde Escolar;
Apoio com grande proximidade com as diferentes IPSS’s da região
na organização e vigilância das atividades para a saúde;
Programa «Todos pela Visão» que mobilizou aproximadamente
5000 pessoas com o apoio das câmaras municipais;
O Plano de Desempenho do ACES foi fruto de um trabalho exaustivo junto de cada Unidade, fazendo nele refletir as necessidades e as
potencialidades de cada estrutura;
Incentiva os profissionais para a criação das UCC’s no ACES;
2011:
Estabelece um canal de partilha de ideias — «Eu faria assim, ACES
Douro Sul 2011»;
A sede do ACES é instalada em espaço adequado;
«Inquérito à Qualidade Percecionada», com o envolvimento de técnicos da UAG e apoio das psicólogas, nutricionistas, assistentes sociais,
conselho clínico e colaboração da UTAD — Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro;

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012
Implementação do Ibéria — RH. Equipa de processamento aproveitando recursos humanos não qualificados, procedendo a uma requalificação. Nasce assim a Equipa de Processamento a funcionar em round
table, com cruzamento de informação em simultâneo (assiduidade, TE,
boletins de itinerário e outros);
Estudo realizado no seio da UAG de otimização da oferta com a
procura com vista à redução de TE e melhoria nos serviços aos utentes;
2012:
Reunião com os presidentes de câmara com vista a otimizar a oferta
e a procura nas unidades assistenciais, por forma a reduzir o trabalho
extraordinário;
Prepara-se o Plano de Desempenho 2012 e uma reorganização de
oferta assistencial no ACES;
Durante estes três anos foi possível, ainda, vincar na comunidade desta
região o ACES como organismo respeitado e reconhecido, implementando-se uma dinâmica de gestão de proximidade conseguindo-se, com sucesso,
os objetivos da maior acessibilidade, maior eficiência minimizando-se
todos os constrangimentos e especificidades deste ACES, destacando-se a geomorfologia, as distâncias entre as diversas unidades, a falta de
médicos e a faixa etária em que os mesmos se encontram;
Consolidou-se uma UAG estruturada, com uma equipa pequena,
com dinâmicas inovadoras e potenciadoras de uma gestão otimizada
em todo o ACES;
Aprofundou-se uma dinâmica de governação clínica — conselho
clínico.
Experiência profissional:
1984 — Colocado, em lugar de carreira de clínica geral, no Centro
de Saúde de Tondela;
1985 — Médico nas consultas e urgências dos Hospitais Militares
de Tomar e Coimbra;
1986 — Exerce atividade docente na Escola Social de Lamego — disciplina de Saúde e Nutrição;
1987 — Inicia funções, como clínico geral, no Centro de Saúde de
Tarouca;
1989 — Docente no Colégio da Imaculada Conceição de Lamego — disciplina de Saúde;
1990 a 1994 — É nomeado médico responsável pelo Grupo de Planeamento e Controlo.
Outras funções exercidas na área da saúde:
1988 — É nomeado médico responsável pelo Grupo de Planeamento
e Controlo;
1988 — É nomeado coordenador de saúde materna;
1997 — É nomeado, pela Ministra da Saúde, diretor do Centro de
Saúde de Tarouca, lugar que ocupou até março de 2009;
2003 — Nomeado, pelo Ministro da Saúde, para o cargo de adjunto
do delegado de saúde do concelho de Tarouca;
2007 — Designado, pelo conselho diretivo da ARS Centro, coordenador de atividades dos Centros de Saúde de Lamego, Moimenta da
Beira, São João da Pesqueira e Tarouca.
206144217
Despacho n.º 7746/2012
Nos termos e ao abrigo das disposições conjugadas do artigo 19.º do
Decreto-Lei n.º 28/2008, de 22 de fevereiro, com as alterações introduzidas pelos Decretos-Leis n.os 248/2009, de 22 de setembro, 102/2009,
de 11 de maio, e 81/2009, de 2 de abril, e ainda da Portaria n.º 273/2009,
de 18 de março, retificada pela Declaração de Retificação n.º 32/2009,
publicada no Diário da República, 1a série, n.º 94, de 15 de maio de
2009, determina-se, sob proposta do conselho diretivo da Administração
Regional de Saúde do Norte, I. P., o seguinte:
1 — É designado para o cargo de diretor executivo do Agrupamento
de Centros de Saúde do Grande Porto II — Gondomar, pelo período
de três anos, o licenciado Carlos Alberto de Jesus Nunes, atendendo
à competência técnica, aptidão, experiência profissional e formação
adequada evidenciadas na respetiva sinopse curricular que se anexa ao
presente despacho, dele fazendo parte integrante.
2 — O presente despacho produz efeitos no dia imediato ao da sua
assinatura.
24 de maio de 2012. — O Ministro da Saúde, Paulo José de Ribeiro
Moita de Macedo.
Sinopse curricular

Carlos Alberto de Jesus Nunes.
Nasceu em Lisboa, em 1956, e reside em São Cosme, Gondomar,
desde 1985.

20449
Licenciatura em Medicina em 1980 pela Faculdade de Ciências
Médicas da Universidade Nova de Lisboa.
Opção pela carreira médica de Clínica Geral em 1 de março de
1985. Grau de Generalista/Assistente de Clínica Geral em 28 de
fevereiro de 1994. Especialista em Clínica Geral pela Ordem dos
Médicos em 18 de fevereiro de 1995. Grau de Consultor da carreira
médica de Clínica Geral em 5 de março de 1998.
Médico de Família no Centro de Saúde de Foz do Sousa de 1 de
março de 1985 a 30 de junho de 1991 e no Centro de Saúde de Rio
Tinto desde 1 de julho de 1991. Em 1 de novembro de 1999 integrou
o RRE de Fânzeres (USF de Fânzeres) até ao presente.
Chefiou o Serviço de Planeamento e Controle do Centro de Saúde
de Rio Tinto, de 1 de janeiro de 1995 a 30 de outubro de 1999.
Coordenador da Extensão de Saúde de Fânzeres de 3 de junho
de 1996 a 30 de outubro de 1999 e Representante Formal do RRE
de Fânzeres de 1 de novembro de 1999 a 7 de novembro de 2005.
Coordenou o estudo de «Autoavaliação do RRE» em 2003 com a
participação de 14 equipas de RRE com vista a avaliar a experiência
organizativa.
Desde 2003 tem colaborado com o IGIF/ACSS no desenvolvimento dos vários módulos da aplicação clínica SAM em uso
nos Cuidados de Saúde Primários. Em 2004 integrou o grupo de
trabalho nacional para a criação e implementação do Módulo de
Prescrição Eletrónica de Meios Complementares de Diagnóstico e
Terapêutica. De 2006 até ao presente tem participado na conceção
e desenvolvimento do módulo clínico do SAM.
Integrou a Comissão para a Avaliação dos Novos Modelos de
Gestão dos Centros de Saúde do Conselho Regional do Norte da
Ordem dos Médicos (2004).
Participação como docente convidado no 6.º, 7.º, 8.º e 11.º
Curso de Pós-graduação em Gestão de Unidades de Saúde da
CESPU — Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte (2006
a 2008 e 2011).
Participação como elemento convidado no Seminário de Saúde
Pública organizado pelo Serviço de Higiene e Epidemiologia da
Faculdade de Medicina do Porto, no âmbito do curso de mestrado
e doutoramento (2008).
Participação como docente convidado na pós-graduação em
Gestão da Qualidade em Unidades Funcionais dos Agrupamentos
de Centros de Saúde da Universidade Fernando Pessoa (2012).
Membro da Equipa Nacional da Missão para os Cuidados de
Saúde Primários (MCSP) entre novembro de 2005 e abril de 2008.
No âmbito da MCSP integrou múltiplos grupos de trabalho e redatoriais responsáveis pela conceção de vários textos (Linhas de
Ação Prioritária para o Desenvolvimento dos CSP — versão 2006;
Indicadores de Avaliação de Desempenho das USF; Requisitos
Mínimos do Sistema de Informação para os Cuidados de Saúde
Primários; Metodologia de Avaliação das Candidaturas a USF; Guião
de Apoio à Preparação de Candidaturas a USF; o Processo de Autodiagnóstico; Regulamento Interno das USF; Consulta Aberta) e
legislação, entre eles os Despachos Normativos n.os 9/2006 e 10/2007
(Candidaturas a USF), Decretos-Leis n.os 298/2007 (USF) e 28/2008
(ACES), e o despacho n.º 24101/2007 (Definição dos modelos de
USF) e as Portarias n.os 1368/2007 (Carteira de Serviços das USF)
e 301/2008 (Incentivos das USF), assim como a proposta das Normas de Remuneração dos Profissionais das USF de Modelo B. Foi
responsável pela página da MCSP entre janeiro de 2006 e abril de
2008. Integrou a equipa de acompanhamento da implementação
do Sistema de Informação das USF no âmbito da ACSS. Integrou
o grupo de trabalho criado por despacho ministerial (despacho n.º
18395/2006) para identificação dos problemas e monitorização
do processo de implementação das USF desde agosto de 2006 a
abril de 2008. Integrou a equipa de acompanhamento externo da
implementação do Programa de Saúde Oral desde dezembro de
2007 a maio de 2008. Participou como elemento da equipa negocial
do Ministério da Saúde na discussão com os parceiros sociais do
Decreto-Lei n.º 298/2007 e da Portaria n.º 301/2008. Integrou as
equipas responsáveis pela definição e implementação dos Microsites
das USF e os projetos eAgenda e Renovação On-line de Prescrição
Crónica no âmbito das USF Simplex em 2007 e 2008. Foi membro
da Equipa Nacional de Avaliação para as candidaturas a Modelo B,
tendo participado na elaboração dos vários instrumentos de análise
e classificação (MoniQuor modificado) e nas equipas de auditoria
às primeiras candidaturas a USF Modelo B.
Integrou o Departamento de Contratualização da ARS do Norte de
1 de julho de 2008 a 31 de março de 2009, tendo colaborado nesse

20450

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012

âmbito no desenvolvimento do módulo da ACSS para a remuneração
dos profissionais das USF de Modelo B.
Integrou a Equipa de Análise Estratégica e Apoio ao Grupo Consultivo para a Reforma dos Cuidados de Saúde Primários, entre 2008
e 2010, sendo coautor do relatório «Acontecimento Extraordinário»,
publicado em fevereiro de 2009 e «Tempos Decisivos», publicado
em fevereiro de 2010.
Nomeado Diretor Executivo do ACES de Gondomar em 18 de
março de 2009. Criação das condições necessárias à implementação
da nova cultura organizacional dos Cuidados de Saúde Primários,
alicerçada nos princípios da ética, da lealdade, da transparência e
da responsabilidade perante os cidadãos, os profissionais e a Administração Regional de Saúde. Criação em abril de 2009 do Conselho
de Coordenadores como espaço privilegiado de gestão e partilha do
ACES e do Conselho Clínico como órgão responsável pela governação clínica. Neste âmbito foi criada a Assembleia dos Conselhos
Técnicos das diversas unidades funcionais como espaço colaborativo
para a definição das Boas Práticas. Instalação da unidade de apoio à
gestão (UAG) em maio de 2009 e criação da figura estruturante do
«gestor de conta» das unidades funcionais como interlocutor para
todos os assuntos relacionados com as tarefas de apoio. Constituição do Gabinete do Cidadão em maio de 2009 e criação e início
de funcionamento do Conselho da Comunidade em maio de 2010.
Assinatura de Cartas de Compromisso com todas as USF em 2010 e
2011 na sequência do processo de Contratualização Interna e início
de processo idêntico em 2012 com todas as unidades funcionais do
ACES (incluindo UCC e USP). Em março de 2012 ficou concluída a reorganização do ACES em 13 unidades de saúde familiar
(USF), 2 unidades de cuidados na comunidade (UCC), 1 unidade
de saúde pública (USP) e 1 unidade de recursos assistenciais partilhados (URAP) cobrindo toda a população da área do ACES de
Gondomar. Colaboração com a ERA Norte na criação de equipa
de acompanhamento das USF do ACES de Gondomar com vista
à acreditação. Criação do grupo de partilha de ideias, problemas e
soluções (PIPS) com mais 4 ACES (Porto Ocidental, Vila do Conde,
Maia e Gaia/Espinho) de que resultou — entre outros projetos — a
criação da Intranet de Procedimentos Clínicos acessível a todos os
profissionais destes 5 ACES. Desenvolvimento em 2011 do projeto
de Boas Práticas de Governação em Cuidados de Saúde Primários,
com o apoio do GANEC, sob o tema «Comunicação Interna e Externa» tendo sido criada a IntraNet e a Logomarca do ACES após
Concurso Público de Ideias.
Integrou o Grupo de Coordenação Estratégica da Reforma dos
Cuidados de Saúde Primários, entre maio de 2010 e junho de 2011.
Presidente de Júri do Concurso Público Internacional n.º 01/2010
para a aquisição de serviços para desenvolvimento e implementação
do Sistema de Apoio aos Cuidados de Saúde Primários destinado
às unidades funcionais de cuidados de saúde primários do Serviço
Nacional de Saúde (SNS) suportando as atividades dos seus profissionais de saúde.
Integra o Grupo Técnico para o Desenvolvimento dos Cuidados
de Saúde Primários desde outubro de 2011.
206144144
Despacho n.º 7747/2012
Nos termos e ao abrigo das disposições conjugadas do artigo 19.º do
Decreto-Lei n.º 28/2008, de 22 de fevereiro, com as alterações introduzidas pelos Decretos-Leis n.os 248/2009, de 22 de setembro, 102/2009,
de 11 de maio, e 81/2009, de 2 de abril, e ainda da Portaria n.º 273/2009,
de 18 de março, retificada pela Declaração de Retificação n.º 32/2009,
publicada no Diário da República, 1.a série, n.º 94, de 15 de maio de
2009, determina-se, sob proposta do conselho diretivo da Administração
Regional de Saúde do Norte, I. P., o seguinte:
1 — É designado para o cargo de diretor executivo do Agrupamento
de Centros de Saúde do Grande Porto IX — Espinho/Gaia, pelo período
de três anos, o licenciado José Carlos Morais Leitão Teixeira, atendendo
à competência técnica, aptidão, experiência profissional e formação
adequada evidenciadas na respetiva sinopse curricular que se anexa ao
presente despacho, dele fazendo parte integrante.
2 — O presente despacho produz efeitos no dia imediato ao da sua
assinatura.
24 de maio de 2012. — O Ministro da Saúde, Paulo José de Ribeiro
Moita de Macedo.

Sinopse curricular
José Carlos Morais Leitão Teixeira, filho de Alexandre da Fonseca
Leitão Teixeira e de Armanda Augusta Morais, nasceu a 10 de outubro
de 1957, na freguesia de São Dinis, concelho e distrito de Vila Real de
Trás-os-Montes.
Licenciatura em Medicina em 31 de julho de 1981 com a média final
de 15 valores.
Pós-graduação em Gestão e Administração em Saúde pelo ISMAI.
Competência em Gestão de Serviços de Saúde pela Ordem dos Médicos.
Trabalha nos CSP desde 1 de agosto de 1985:
Chefe do Serviço de Cuidados Personalizados do Centro de Saúde
de Paranhos de fevereiro de 1994 a abril de 2003;
Chefe de Serviço a partir de 30 de setembro de 2003 no Centro
de Saúde da Carvalhosa por Concurso com a classificação de 16,3;
Responsável pela Área de Saúde de Adultos e Idosos da Direção
de Serviços de Saúde da Sub-Região de Saúde do Porto de janeiro de
2004 até 2007;
Foi membro do Conselho Consultivo do Centro Regional de Alcoologia do Norte desde janeiro de 2005 até à sua extinção;
Responsável pela gestão do Centro de Saúde dos Carvalhos desde
junho de 2005 até março de 2009;
Elemento da Assessoria dos Cuidados de Saúde Primários do Conselho Diretivo da ARS Norte, I. P., de novembro de 2007 a março 2009;
Membro da Comissão para a Aceitação de Doações da Administração
Regional de Saúde do Norte, I. P.;
Diretor Executivo do ACES Grande Porto IX — Espinho/Gaia desde
março de 2009.
No âmbito do desempenho das funções de Diretor executivo de ACES
levou a cabo e concretizou quase a totalidade dos objetivos que foram
traçados, que permitiu um elevado nível de cumprimento das metas
contratualizadas nos Planos de Desempenho de 2009, 2010 e 2011,
interna e externamente.
O nível de desempenho do ACES permitiu obter um score de
11/13 no relatório da ACSS «Agrupamentos de Centros de Saúde,
Análise da atividade realizada em 2010», que foi o mais elevado
a nível nacional:
Participação dos profissionais na elaboração e desenvolvimento de
todos os documentos chave do ACES (Manual de articulação, Plano de
Ação e Plano Desempenho);
Promover cultura de contratualização ao nível individual como forma
de comprometimento entre o profissional e a Unidade/ACES (SIADAP);
Criação de intranet para garantir melhor informação interna;
Página atualizada no Portal do cidadão;
Profissionais dedicados à avaliação e monitorização dos resultados
na UAG;
Emissão mensal do Relatório de Indicadores Mensal (RIM);
Avaliação de satisfação dos utentes em todas as Unidades usando
modelo único (2010 e 2011);
Avaliação do grau de satisfação de todos os profissionais (2011);
Publicitação do Relatório de Atividades devidamente avaliado internamente e pelo Conselho da Comunidade;
Criação de instrumentos de Gestão de Recursos Humanos e Financeira
(Mapa de recursos humanos do ACES atualizado trimestralmente. Mapa
de controlo mensal de despesa de trabalho extraordinário. Mapa de
acompanhamento de recursos humanos em função da taxa de utilização
e número de utentes. Metanálise de despesas com transportes. Mapa
mensal de acompanhamento da despesa por Conta);
Participação no projeto ELS com a DGS nos temas Obesidade Infantil,
Doenças de Inverno, Cancro do Cólon e Diabetes;
Elaborar estratégias para resposta aos problemas de saúde identificados com envolvimento das organizações da comunidade;
Concentração, organização e instalação da USP, com todos os instrumentos necessários ao desenvolvimento da sua missão, em articulação com os parceiros, internos e externos, cumprindo a sua função;
Criar Instalações próprias para as UCC no ACES;
Elaborados Relatórios de Atividades desde 2008 e desenvolvidos
Planos de Ação do ACES para 2009, 2010 e 2011, separadamente,
associados à elaboração dos Planos de Desempenho;
Divulgação do Plano de Ação a todas as unidades e profissionais, de
forma a poder-se trabalhar para se obterem os melhores resultados nos
objetivos comuns;
Autonomia e responsabilidade do Conselho Clínico dotado dos instrumentos necessários ao desenvolvimento das suas atividades;
Verter a Governação Clínica no próprio Plano de Desempenho;
Protocolos com o Centro Hospitalar, reuniões mensais com a Direção
clínica e a direção do ambulatório do CH. Colaboração em todas as
iniciativas do CH bem como apoio permanente do CH às iniciativas
do ACES;

20451

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012
Consultadorias de serviços hospitalares nas Unidades Funcionais (Dermatologia, Endocrinologia, Psiquiatria, Hemoterapia, Cirurgia Geral);
Participação ativa em ações de formação externa de serviços do
CHVNG/E;
Realização de 3 Fórum sobre temas pertinentes;
Realização de auditorias de acompanhamento de USF com ERA;
Criação de grupo gestor da formação do ACES com responsabilidade sobre a aplicação dos planos de internato, estágios e processos
formativos em serviço e externos. Garantida a autonomia e os instrumentos necessários à boa execução das tarefas que foram atribuídas
a este Grupo;
Criação de grupos dinamizadores de implementação e formação
no âmbito dos registos de qualidade na aplicação SAPE (interlocutores — enfermeiros ISI) Garantida a autonomia e os instrumentos
necessários à boa execução das tarefas que foram atribuídas a este
Grupo;
Apoio a projetos de investigação na área dos CSP;
Reuniões com carácter formativo com as equipas, grupos profissionais
ou individualmente no sentido de dotar os profissionais com instrumentos
para a prossecução da reforma dos CSP;
Gestão da formação e desenvolvimento profissional contínuo através
do processo de Governação clínica pelo CC e pelo grupo responsável
pela formação do ACES;
Levantamento das competências curriculares e não curriculares dos
profissionais do ACES para uma boa gestão das competências internas;
Formação em serviço de forma contínua e permanente para todos os
grupos profissionais, tendo em conta nomeadamente a importância na
avaliação curricular dos profissionais;
Incentivo na formação como complemento de desenvolvimento profissional e pessoal;
Sistema de divulgação de toda e qualquer formação a todos os profissionais do ACES;
Desenvolvimento do espírito de polo formativo e de excelência profissional;
Criar formas de premiar o desempenho individual ou coletivo com
mais-valia na imagem externa do ACES;
Designação da Responsável da UAG e criação da equipa e sua dinamização no sentido do cumprimento dos objetivos do ACES;
Designação da Responsável do GC e criação da equipa e sua dinamização no sentido do cumprimento dos objetivos do ACES;
Foi assegurada a designação da Presidente do Conselho da Comunidade após negociação com as 3 Câmaras Municipais e criação das
condições para o seu funcionamento em pleno e o envolvimento de
todos os seus elementos;
Envolvimento do Conselho da Comunidade na elaboração do
Plano Local de Saúde, onde estão definidas as principais estratégias
do ACES;
Assegurar Reuniões periódicas do Conselho Executivo e o funcionamento deste nível de Gestão;
Constituição de equipas multiprofissionais nas UCSP, UCC, URAP
e USP com processos de liderança autónomos e com cultura de responsabilidade;
Constituição de todas as equipas ECCI;
Reorganização e alargamento de todas as Unidades Funcionais, existindo, neste momento, em pleno funcionamento 8 USF — Modelo B,
12 UCSP (5 das quais com candidatura a USF), USP, URAP e 4 UCC/
ECCI;
Publicação dos documentos orientadores das USF, UCSP, UCC, USP e
URAP bem como o estabelecimento da metodologia de contratualização
com estas unidades, introduzindo medidas corretoras para otimização
do processo de contratualização e promoção de sistemas de notificação
para futura contratualização com as UCC, URAP e USP;
Aplicação e manutenção de processos de gestão e governação clínica
já implementados num processo de melhoria contínua;
Desenvolvimento dos processos é feito para que possam vir a ser
auditados em processo de Acreditação;
Colaboração com o Centro Social de Paramos em Projetos na comunidade;
Colaboração com o IDT no projeto de acompanhamento da toxicodependência no Concelho de Espinho;
Protocolo de Parceria com a Câmara Municipal de Espinho, «Fortalecer para Prevenir»;
Desenvolvimento de programas de intervenção comunitária em parceria com Gaia/Social e RSI;
Cedência de instalações para o INEM;
Protocolo de fusão dos CDP de Gaia e Espinho;
Projeto de investigação epidemiológica com o Instituto de Saúde
Pública do Porto;
Elaborar estratégias para resposta aos problemas de saúde identificados com envolvimento das organizações da comunidade.
206143886

Despacho n.º 7748/2012
Nos termos e ao abrigo das disposições conjugadas do artigo 19.º
do Decreto-Lei n.º 28/2008, de 22 de fevereiro, com as alterações
introduzidas pelos Decretos-Leis n.os 248/2009, de 22 de setembro,
102/2009, de 11 de maio, e 81/2009, de 2 de abril, e ainda da Portaria n.º 273/2009, de 18 de março, retificada pela Declaração de
Retificação n.º 32/2009, publicada no Diário da República, 1.ª série,
n.º 94, de 15 de maio de 2009, determina-se, sob proposta do conselho diretivo da Administração Regional de Saúde do Norte, I. P.,
o seguinte:
1 — É designado para o cargo de diretor executivo do Agrupamento de Centros de Saúde do Grande Porto VI — Porto Ocidental,
pelo período de três anos, o licenciado Rui Manuel Moreira da
Rocha Medon, atendendo à competência técnica, aptidão, experiência profissional e formação adequada evidenciadas na respetiva
sinopse curricular que se anexa ao presente despacho, dele fazendo
parte integrante.
2 — O presente despacho produz efeitos no dia imediato ao da sua
assinatura.
24 de maio de 2012. — O Ministro da Saúde, Paulo José de Ribeiro
Moita de Macedo.
Curriculum vitae
Identificação:
Rui Manuel Moreira da Rocha Medon.
Natural de Sebolido, Penafiel, Porto.
Nascido em 10 de janeiro de 1958.
Cartão de cidadão n.º 3571209.
Morada — Largo do Capitão Pinheiro Torres de Meireles, 26, 1.º,
esquerdo, 4150-619 Porto.
Formação académica pré e pós-graduada:
Licenciatura em Medicina, pela Faculdade de Medicina do Porto,
em 1982;
Curso de Medicina do Trabalho, da Faculdade de Medicina do Porto,
em 1992;
Formação específica — assistente da carreira de clínica geral, em 1997;
Especialista em medicina do trabalho pela Ordem dos Médicos, em
2000;
Pós-graduação em Gestão de Unidades de Saúde, da Escola Superior
de Saúde — CESPU, de outubro de 2001 a janeiro de 2002;
Curso Go-Management, com diploma de Go-Manager, promovido
pelo Sindicato dos Médicos do Norte, em 2004;
Curso de Auditoria da Qualidade, pela SGS, em 2006;
Pós-graduação em Doenças Respiratórias, na Universidade Fernando
Pessoa, em 2007;
Visita de estudo ao NHS Birmingham East and North PCT — 5 e 6 de
maio de 2010;
Programa de Desenvolvimento de Competências para a Gestão das
Unidades de Saúde Familiar, da Universidade Católica Portuguesa, de
janeiro a julho de 2009;
Curso Paces Direct, Programa Avançado de Gestão, Governação
Clínica, Liderança e TI para diretores executivos dos ACES, do INA,
de dezembro de 2008 a dezembro de 2009;
GSP — Programa de Gestão de Saúde de Proximidade, da AESE, de
maio a junho de 2010.
Experiência profissional:
Médico de família, desde 1 de janeiro de 1986, no Centro de Saúde
do Marco de Canaveses;
Exerceu medicina do trabalho em alguns grupos empresariais, desde
1991;
Continuou a carreira de clínica geral no Centro de Saúde de Aldoar,
desde maio de 1998;
Colaborou ativamente no Programa de Prevenção e Tratamento do
Tabagismo da ARS Norte, desde 2002 até 2009;
Promoveu a constituição de um regime remuneratório experimental
(RRE) na Extensão de Saúde de Ramalde, Centro de Saúde de Aldoar,
a partir de 1 de janeiro de 2000, do qual foi o seu coordenador até
março de 2006;
Integrou a Equipa Regional de Apoio do Norte desde a sua constituição, março de 2006 até março de 2009. Foi coordenador da ERA Norte,
entre março de 2008 e março de 2009, e participou neste período nos
trabalhos da MCSP;
Em abril de 2009 assume o cargo de diretor executivo do ACES
Porto Ocidental.

20452
Exercício profissional como diretor executivo:
No desempenho do cargo de diretor executivo realçam-se os aspetos
mais relevantes, nas cinco áreas seguintes:
1) Clima e cultura organizacional:
No início do mandato definiu-se a missão, visão e valores do ACES
Porto Ocidental, os objetivos estratégicos e um conjunto de princípios
de atuação dos profissionais;
Definiu-se em 2009 uma política de comunicação interna e de total
acessibilidade dos profissionais aos órgãos de gestão do ACES;
Promoveram-se reuniões regulares nas unidades e no ACES (conselho
de coordenadores e de conselhos técnicos);
Promoveu-se uma cultura de autonomia, responsabilidade,
contratualização, avaliação e prestação de contas;
Definiu-se em 2010 uma política integrada de comunicação (interna
e externa), tendo sido objeto de um programa de boas práticas;
2) Produção de saúde:
Concretizaram-se o Diagnóstico de Situação, o Plano Local de Saúde
e o Plano de Ação do ACES para o triénio;
Estabeleceu-se uma relação estreita com o hospital de referência com
reuniões mensais e produziram-se soluções para a melhoria e otimização
da articulação ACES-CHPorto;
O conselho clínico implementou o octógono da governação clínica
em todas as suas vertentes, um site com procedimentos clínicos, normas, orientações, comunidade de práticas e instrumentos de apoio à
prática clínica;
Sensibilizou-se os profissionais para a questão da eficiência, tendo-se
observado uma diminuição dos custos no ACES (MCDT e medicamentos), desde 2009, com custos significativamente mais baixos nas USF e
um aumento muito significativo da prescrição de genéricos;
Avaliação do custo/efetividade dos cuidados, em particular nos MCDT
e medicamentos;
3) Desenvolvimento organizacional:
Promoveu-se o trabalho em equipa mobilizando os profissionais em
torno de objetivos comuns — definição dos princípios organizativos,
plano de ação, Programa Mais Organização e Programa Mais Comunicação;
Realizou-se um encontro do ACES sobre o tema «Trabalho em equipa»,
com realização de um team-building;
Elaboração de plano anual de formação interno e desenvolvimento
dos profissionais;
4) Órgãos de governação e de apoio à gestão:
Constituiu-se o conselho clínico — presidente e respetivos vogais;
Recrutaram-se as duas técnicas superiores para as áreas financeira e
recursos humanos e restantes profissionais de apoio a estas áreas. Obteve-se ainda temporariamente a colaboração de estagiários com formação
diferenciada e de profissionais do IEFP;
Instalou-se o Gabinete do Cidadão;
Desenvolveram-se os contactos necessários para a concretização do
Conselho da Comunidade;
5) Unidades funcionais:
Organizaram-se as unidades funcionais do ACES promovendo-se a
formação de USF. Em abril de 2009 existiam três USF e agora em março
de 2012 contamos com sete USF, com a possibilidade de inaugurar mais
três USF durante o corrente ano;
Constituíram-se as UCSP com a definição dos seus princípios organizativos;
Candidataram-se três UCC que já estão em atividade há mais de um
ano, com as respetivas ECCI;
Constituiu-se a Unidade de Saúde Pública, órgão observatório de saúde
do ACES, Autoridade de Saúde, Planeamento em Saúde, Promoção e
Proteção da Saúde, Vigilância Epidemiológica, e da Saúde Ambiental
e Ocupacional;
Constituiu-se ainda a URAP com definição da sua organização e
plano de ação;
Organizou-se um dispositivo de contratualização interno que abrange
o conselho clínico e a UAG (responsáveis financeira e de RH);
Realizaram-se as reuniões de contratualização interna envolvendo
todos os profissionais e o ACES já realizou a sua contratualização
externa 2010 e 2011.
206144047

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012
Despacho n.º 7749/2012
Nos termos e ao abrigo das disposições conjugadas do artigo 19.º do
Decreto-Lei n.º 28/2008, de 22 de fevereiro, com as alterações introduzidas pelos Decretos-Leis n.os 248/2009, de 22 de setembro, 102/2009,
de 11 de maio, e 81/2009, de 2 de abril, e ainda da Portaria n.º 273/2009,
de 18 de março, retificada pela Declaração de Retificação n.º 32/2009,
publicada no Diário da República, 1.ª série, n.º 94, de 15 de maio de
2009, determina-se, sob proposta do conselho diretivo da Administração
Regional de Saúde do Norte, I. P., o seguinte:
1 — É designado para o cargo de diretor executivo do Agrupamento
de Centros de Saúde do Grande Porto VIII — Gaia, pelo período de
três anos, a licenciada Isabel Maria de Sousa Chaves e Castro Santos
Almeida, atendendo à competência técnica, aptidão, experiência profissional e formação adequada evidenciadas na respetiva sinopse curricular que se anexa ao presente despacho, dele fazendo parte integrante.
2 — O presente despacho produz efeitos no dia imediato ao da sua
assinatura.
24 de maio de 2012. — O Ministro da Saúde, Paulo José de Ribeiro
Moita de Macedo.
Curriculum vitae
Isabel Maria de Sousa Chaves e Castro Santos Almeida, nasceu em
2 de julho de 1956, em Almedina, Coimbra, filha de Manuel de Oliveira
Chaves e Castro Correia da Encarnação e de Maria Emília Barbeitos
de Sousa. Tem a categoria profissional de Assistente Graduada Sénior
de Medicina Geral e Familiar, exercendo funções de Diretora Executiva do Agrupamento de Centros de Saúde Grande Porto VIII — Gaia.
Cronologia curricular:
1979 — Licenciatura em Medicina (FMUP) — Classificação Final
de 14 valores;
1983 — Prova de Ingresso aos Internatos Complementares — Classificação Bom;
1983 — Ingresso na Carreira de Clínica Geral no Centro de Saúde
de Soares dos Reis;
1992 — Integração na Categoria de Assistente de Clínica Geral com
o Grau de Generalista;
1992 — Nomeação como Diretora do Centro de Saúde de Soares dos
Reis — Comissão Instaladora da ARS do Porto;
1993 — Inscrição no Colégio da Especialidade de Clínica Geral — Admissão por Consenso;
1995 — Obtenção do Grau de Consultor de Clínica Geral da Carreira
Médica de Clínica Geral;
1996 — Exoneração, a seu pedido, de Funções de Diretora do Centro
de Saúde de Soares dos Reis;
1997 — Nomeação Definitiva na Categoria de Assistente Graduado
da Carreira Médica de Clínica Geral;
1998 — Idoneidade Formativa em Medicina Geral e Familiar e Aptidão Profissional como Formador (M/F);
1999 — Eleição como Membro Consultivo do Distrito Médico do
Porto ao Concelho Regional, dos Corpos Gerentes da Secção Regional
do Norte da Ordem dos Médicos (1999-2001 e 2002-2004);
1999 — Representante na UE MO da Secção Regional do Norte da
Ordem dos Médicos (1999-2005);
2000 — Eleição como Membro da Direção do Colégio de Especialidade de Medicina Geral e Familiar (2000-2008);
2003 — Nomeação como Diretora do Centro de Saúde da Boa
Nova — Sub-Região de Saúde do Porto — ARS Norte;
2004 — Competência em Gestão pela Ordem dos Médicos.
2004 — Nomeação como Diretora do Centro de Saúde de Soares dos
Reis e Oliveira do Douro — ARS Norte;
2009 — Nomeação como Diretora Executiva do Agrupamento de
Centros de Saúde Grande Porto VIII — Gaia (Nomeação através de
despacho de 27 de fevereiro de 2009, do Secretário de Estado da Saúde,
publicado no Diário da República, 2.ª série, n.º 67, de 6 de abril de 2009).
Desempenho profissional no cargo de diretora executiva:
Foram cumpridos todos os compromissos assumidos na Carta de
Compromisso, nas diferentes áreas e efetuada a Autoavaliação do Desempenho relativa aos anos de 2009 e 2010:
Área de desempenho I — Clima e cultura organizacional;
Área de desempenho II — Produção de saúde;
Área de desempenho III — Desenvolvimento organizacional;
Área de desempenho IV — Órgãos de governação e de apoio à gestão;
Área de desempenho V — Unidades funcionais.
Foram privilegiadas:
Comunicação e partilha da informação, divulgação preferencial por
via eletrónica, e em reuniões parcelares ou conjuntas com os diferentes

20453

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012
profissionais, atendendo ao nível de informação desejável, nomeadamente dos conteúdos das reuniões com a tutela (CE, CC; Coordenadores
das UF, UAG e GC);
Implementação de um dispositivo de contratualização interna e externa
e respetivo acompanhamento;
Promoção da partilha e difusão de boas práticas organizacionais e
avaliação de atividades;
Promoção e cultura da democraticidade interna, estando presente em
todas as reuniões programadas e tomando decisões após auscultação dos
diferentes intervenientes;
Promoção da imagem do ACES como uma organização proativa na
defesa da saúde dos cidadãos;
Constituição e funcionamento do Conselho da Comunidade e do
Conselho Executivo;
Participação na Rede Social e no Núcleo Local de Inserção;
Dinamização da articulação com o CHVN Gaia/Espinho;
Execução dos diferentes Programas de Saúde, no que respeita à promoção da saúde, de acordo com Plano Nacional e Regional de Saúde;
Definição das áreas de intervenção privilegiadas ao nível da promoção da saúde tendo em conta as necessidades e os possíveis ganhos em
saúde, concertando esforços e compatibilizando os planos de ação das
diferentes unidades funcionais;
Avaliação e diagnóstico das necessidades em saúde no ACES, de
acordo com o histórico, efetuados com o CC e USP;
Desenvolvimento de atividades de acordo com os objetivos dos diferentes Programas Nacionais;
Intervenção nos problemas de saúde com impacto na mortalidade e
morbilidade no ACES, através de estratégias locais, a vários níveis da
prevenção — doenças cardiovasculares, diabetes, e tumores malignos.
Foram assim cabalmente assumidas as funções de acordo com as
competências definidas no artigo 20.º do Decreto-Lei n.º 28/2008, de
22 de fevereiro:
a) Representar o ACES;
b) Celebrar contratos-programa com o conselho diretivo da ARS, I. P.,
e contratos de execução com as unidades funcionais do ACES, e zelar
pelo respetivo cumprimento;
c) Elaborar os planos plurianuais e anuais de atividades do ACES,
com os respetivos orçamentos, e submetê-los à aprovação do conselho
diretivo da respetiva ARS, I. P.;
d) Promover a instalação e o funcionamento de sistema eficaz de
informação e comunicação;
e) Verificar a regularidade da contabilidade e da escrituração;
f) Avaliar o desempenho das unidades funcionais e de serviços de apoio
e responsabilizá-los pela utilização dos meios postos à sua disposição e
pela realização dos objetivos ordenados ou acordados;
g) Promover a intercooperação das unidades funcionais, nomeadamente através de reuniões periódicas com os respetivos coordenadores;
h) Gerir com rigor e eficiência os recursos humanos, patrimoniais
e tecnológicos afetos à sua unidade orgânica, otimizando os meios e
adotando medidas que permitam simplificar e acelerar procedimentos
e promover a aproximação à sociedade e a outros serviços públicos;
i) Identificar as necessidades de formação específica dos funcionários
da sua unidade orgânica e propor a frequência das ações de formação
consideradas adequadas ao suprimento das referidas necessidades, sem
prejuízo do direito à autoformação;
j) Proceder ao controlo efetivo da assiduidade, pontualidade e cumprimento do período normal de trabalho por parte dos funcionários da
sua unidade orgânica;
l) Autorizar a passagem de certidões de documentos arquivados na
respetiva unidade orgânica, exceto quando contenham matéria confidencial ou reservada, bem como a restituição de documentos aos
interessados;
m) Autorizar o exercício de funções a tempo parcial;
n) Justificar ou injustificar faltas;
o) Conceder licenças e autorizar o regresso à atividade, com exceção
da licença sem vencimento por um ano por motivo de interesse público
e da licença de longa duração;
p) Autorizar o gozo e a acumulação de férias e aprovar o respetivo
plano anual;
q) Autorizar o abono do vencimento de exercício perdido por motivo
de doença;
r) Autorizar a inscrição e participação do pessoal em congressos,
reuniões, seminários, colóquios, cursos de formação em regime de autoformação ou outras iniciativas semelhantes que decorram em território
nacional quando não importem custos para o serviço;
s) Autorizar o pessoal a comparecer em juízo quando requisitado nos
termos da lei de processo;
t) E aquelas que lhe foram delegadas e ou subdelegadas pelo conselho diretivo da ARSNorte, I. P., pela deliberação n.º 11, de 27 de novembro de 2011.
206144014

Gabinete do Secretário de Estado da Saúde
Despacho n.º 7750/2012
s

Nos termos dos n.º 1 e 2 do artigo 35.º e do artigo 36.º do Código do
Procedimento Administrativo, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 442/91,
de 15 de novembro, na redação do Decreto-Lei n.º 222/2007, de 29 de
maio, e no uso das competências que me foram delegadas pelo despacho
n.º 9209/2001, do Ministro da Saúde, de 18 de julho, publicado no Diário
da República, 2.ª série, n.º 140, de 22 de julho de 2011, ao abrigo da
alínea i) do n.º 1, bem como do n.º 7, ambos da cláusula 128.ª do Contrato de Gestão do Hospital de Vila Franca de Xira, estando em causa
a autorização para a introdução de alterações no Programa Funcional
e consequentes alterações do Projeto de Execução do Novo Edifício
Hospitalar de Vila Franca de Xira, subdelego no conselho diretivo da
Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, I. P., os
poderes necessários para o ato decisório dos pedidos de autorização
para a alteração do Programa Funcional e do Projeto, apresentados
pela Escala Vila Franca — Sociedade Gestora do Edifício, S. A., no
que se refere às zonas de «Receção e Serviço Social», «Laboratórios»,
«Farmácia», «Casa Mortuária/Gabinete Médico Legal», «Receção nos
Internamentos», «Psiquiatria», «Armazéns», «Informática» e «Recobro
da Cirurgia Ambulatória».
29 de maio de 2012. — O Secretário de Estado da Saúde, Manuel
Ferreira Teixeira.
206147303
Despacho n.º 7751/2012
Nos termos dos n.ºs 1 e 2 do artigo 35.º e do artigo 36.º do Código do
Procedimento Administrativo, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 442/91,
de 15 de novembro, na redação do Decreto-Lei n.º 222/2007, de 29 de
maio, e no uso das competências que me foram delegadas pelo Despacho n.º 9209/2001, do Ministro da Saúde, de 18 de julho, publicado no
Diário da República, 2.ª série, n.º 140, de 22 de julho de 2011, ao abrigo
da alínea i) do n.º 1, bem como do n.º 7, ambos da cláusula 128.ª do
Contrato de Gestão do Hospital de Vila Franca de Xira, estando em causa
a autorização para a regularização das alterações no Projeto de Execução do Novo Edifício Hospitalar de Vila Franca de Xira, subdelego no
conselho diretivo da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale
do Tejo, I. P., os poderes necessários para o ato decisório dos pedidos de
autorização para a alteração ao Projeto de Execução, apresentados pela
Escala Vila Franca — Sociedade Gestora do Edifício, S. A., no que se
refere às alterações introduzidas nos muros de contenção que integram
a estrutura resistente do edifício, na drenagem periférica das estruturas
enterradas do edifício, do plano de escavações, bem como nas fundações
e estruturas, e ainda no que se refere à substituição de algumas paredes
divisórias previstas executar em gesso cartonado por paredes divisórias
em alvenaria de tijolo.
29 de maio de 2012. — O Secretário de Estado da Saúde, Manuel
Ferreira Teixeira.
206147417

Administração Regional de Saúde do Centro, I. P.
Aviso n.º 7799/2012
Faz-se público e em cumprimento do disposto no n.º 70 do Regulamento dos Concursos de Habilitação ao Grau de Consultor e de Provimento nas categorias de Assistente e de Chefe de Serviço da carreira
de Medicina Geral e Familiar, aprovado pela Portaria n.º 47/98, de 30
de janeiro, foi, por deliberação do Conselho Diretivo da Administração
Regional de Saúde do Centro, I. P., datada de 24 de maio de 2012, homologada a lista de classificação final relativa ao procedimento concursal
de ingresso para preenchimento de um posto de trabalho para a categoria
de Assistente da carreira especial médica, na área de Medicina Geral e
Familiar, do mapa de pessoal da ARSC, IP — ACES Baixo Mondego
III, em regime de contrato de trabalho em funções públicas por tempo
indeterminado — Aviso n.º 18102/2010, publicado no Diário da República, IIª série n.º 179, de 14 de Setembro:
Lista de classificação final
Número

Nome

Nota
final

1
2

Brigitte Maria Ferreira Gomez . . . . . . . . . . . . .
Luís Miguel Santos Silva . . . . . . . . . . . . . . . . .

15,22
10,87

20454

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012

De acordo com o disposto nos n.os 72 e 72.1 do Regulamento supra
citado, os candidatos dispõem de 10 dias úteis após a publicação da
lista, para recorrer, com efeito suspensivo, para o Ministro da Saúde,
devendo o recurso ser apresentado à entidade que homologou a lista de
classificação final.
28 de maio de 2012. — O Presidente do Conselho Diretivo da ARSC,
I. P., Dr. José Manuel Azenha Tereso.
206145757
Aviso n.º 7800/2012
Faz-se público e em cumprimento do disposto no n.º 70 do Regulamento dos Concursos de Habilitação ao Grau de Consultor e
de Provimento nas categorias de Assistente e de Chefe de Serviço
da carreira de Medicina Geral e Familiar, aprovado pela Portaria
n.º 47/98, de 30 de janeiro, foi, por deliberação do Conselho Diretivo da Administração Regional de Saúde do Centro, I. P., datada
de 24 de maio de 2012, homologada a lista de classificação final
relativa ao procedimento concursal de ingresso para preenchimento
de um posto de trabalho para a categoria de Assistente da carreira
especial médica, na área de Medicina Geral e Familiar, do mapa
de pessoal da ARSC, IP — ACES Pinhal Interior Norte II, em
regime de contrato de trabalho em funções públicas por tempo
indeterminado — Aviso n.º 18108/2010, publicado no Diário da
República, IIª série n.º 179, de 14 de setembro:
Lista de classificação final
Número

Nome

Nota Final

1

Isabel Cristina Vaz da Costa Neves . . . . . . . .

12,5

De acordo com o disposto nos n.º 72 e 72.1 do Regulamento supra
citado, os candidatos dispõem de 10 dias úteis após a publicação da
lista, para recorrer, com efeito suspensivo, para o Ministro da Saúde,
devendo o recurso ser apresentado à entidade que homologou a lista de
classificação final.
28 de maio de 2012. — O Presidente do Conselho Diretivo da
ARSC, I. P., Dr. José Manuel Azenha Tereso.
206145895
Aviso n.º 7801/2012
Faz -se público e em cumprimento do disposto no n.º 70 do Regulamento dos Concursos de Habilitação ao Grau de Consultor e
de Provimento nas categorias de Assistente e de Chefe de Serviço
da carreira de Medicina Geral e Familiar, aprovado pela Portaria
n.º 47/98, de 30 de janeiro, foi, por deliberação do Conselho Diretivo da Administração Regional de Saúde do Centro, I. P., datada
de 24 de maio de 2012, homologada a lista de classificação final
relativa ao procedimento concursal de ingresso para preenchimento
de um posto de trabalho para a categoria de Assistente da carreira
especial médica, na área de Medicina Geral e Familiar, do mapa de
pessoal da ARSC, IP — ACES Dão Lafões I em regime de contrato
de trabalho em funções públicas por tempo indeterminado — Aviso
n.º 18105/2010, publicado no Diário da República, IIª série n.º 179,
de 14 de setembro:
Lista de classificação final
Número

Nome

Nota
final

1

Stéphane Ferreira Jorge . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

13,82

De acordo com o disposto nos n.os 72 e 72.1 do Regulamento supra
citado, os candidatos dispõem de 10 dias úteis após a publicação da
lista, para recorrer, com efeito suspensivo, para o Ministro da Saúde,
devendo o recurso ser apresentado à entidade que homologou a lista de
classificação final.
28 de maio de 2012. — O Presidente do Conselho Diretivo da
ARSC, I. P., Dr. José Manuel Azenha Tereso.
206145935

Aviso n.º 7802/2012
Faz-se público e em cumprimento do disposto no n.º 70 do Regulamento dos Concursos de Habilitação ao Grau de Consultor e de Provimento nas categorias de Assistente e de Chefe de Serviço da carreira de
Medicina Geral e Familiar, aprovado pela Portaria n.º 47/98, de 30 de
janeiro, foi, por deliberação do Conselho Diretivo da Administração
Regional de Saúde do Centro, I. P., datada de 24 de maio de 2012,
homologada a lista de classificação final relativa ao procedimento concursal de ingresso para preenchimento de quatro postos de trabalho
para a categoria de Assistente da carreira especial médica, na área de
Medicina Geral e Familiar, do mapa de pessoal da ARSC, IP — ACES
Baixo Vouga III em regime de contrato de trabalho em funções públicas
por tempo indeterminado — Aviso n.º 18107/2010, publicado no Diário
da República, 2.ª série n.º 179, de 14 de Setembro:
Lista de classificação final
Número

Nome

Nota
final

1
2
3
4

Maria Teresa Sanchez Suarez . . . . . . . . . . . . . . . .
Rosa Maria Fernandes Rendeiro . . . . . . . . . . . . . .
Secundino Clementino Pardo Rodriguez . . . . . . . .
Jorge Manuel Matos Rodrigues Neves . . . . . . . . .

11,09
11,02
10,02
9,93

De acordo com o disposto nos n.os 72 e 72.1 do Regulamento supra
citado, os candidatos dispõem de 10 dias úteis após a publicação da
lista, para recorrer, com efeito suspensivo, para o Ministro da Saúde,
devendo o recurso ser apresentado à entidade que homologou a lista de
classificação final.
28 de maio de 2012. — O Presidente do Conselho Diretivo da
ARSC, I. P., Dr. José Manuel Azenha Tereso.
206145716
Aviso n.º 7803/2012
Faz-se público e em cumprimento do disposto no n.º 70 do Regulamento dos Concursos de Habilitação ao Grau de Consultor e de Provimento nas categorias de Assistente e de Chefe de Serviço da carreira
de Medicina Geral e Familiar, aprovado pela Portaria n.º 47/98, de 30
de janeiro, foi, por deliberação do Conselho Diretivo da Administração
Regional de Saúde do Centro, I. P., datada de 24 de maio de 2012,
homologada a lista de classificação final relativa ao procedimento concursal de ingresso para preenchimento de um posto de trabalho para a
categoria de Assistente da carreira especial médica, na área de Medicina Geral e Familiar, do mapa de pessoal da ARSC, IP — ACES Dão
Lafões II em regime de contrato de trabalho em funções públicas por
tempo indeterminado — Aviso n.º 18103/2010, publicado no Diário da
República, IIª série n.º 179, de 14 de setembro:
Lista de classificação final
Número

Nome

Nota
final

1

Ana Paula de Fátima Coimbra Rebelo da Silva. . .

15,7

De acordo com o disposto nos n.os 72 e 72.1 do Regulamento supra
citado, os candidatos dispõem de 10 dias úteis após a publicação da
lista, para recorrer, com efeito suspensivo, para o Ministro da Saúde,
devendo o recurso ser apresentado à entidade que homologou a lista de
classificação final.
28 de maio de 2012. — O Presidente do Conselho Diretivo da
ARSC, I. P., Dr. José Manuel Azenha Tereso.
206147036
Aviso n.º 7804/2012
Faz-se público e em cumprimento do disposto no n.º 70 do Regulamento dos Concursos de Habilitação ao Grau de Consultor e de Provimento nas categorias de Assistente e de Chefe de Serviço da carreira
de Medicina Geral e Familiar, aprovado pela Portaria n.º 47/98, de 30
de janeiro, foi, por deliberação do Conselho Diretivo da Administração
Regional de Saúde do Centro, I. P., datada de 24 de maio de 2012,
homologada a lista de classificação final relativa ao procedimento concursal de ingresso para preenchimento de três postos de trabalho para
a categoria de Assistente da carreira especial médica, na área de Medi-

20455

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012
cina Geral e Familiar, do mapa de pessoal da ARSC, IP — ACES Dão
Lafões III em regime de contrato de trabalho em funções públicas por
tempo indeterminado — Aviso n.º 18104/2010, publicado no Diário da
República, 2.ª série n.º 179, de 14 de setembro:
Lista de classificação final
Número

Nome

Nota
Final

1
2
3
4

Ana Paula de Fátima Coimbra Rebelo da Silva. . . .
Armandina Augusta Neves Pinto Pais . . . . . . . . . . .
Isabel Cristina Vaz da Costa Neves . . . . . . . . . . . . .
Jorge Manuel Matos Rodrigues Neves . . . . . . . . . .

15,7
10,4
12,5
9,93

De acordo com o disposto nos n.os 72 e 72.1 do Regulamento supra
citado, os candidatos dispõem de 10 dias úteis após a publicação da
lista, para recorrer, com efeito suspensivo, para o Ministro da Saúde,
devendo o recurso ser apresentado à entidade que homologou a lista de
classificação final.
28 de maio de 2012. — O Presidente do Conselho Diretivo da
ARSC, I. P., Dr. José Manuel Azenha Tereso.
206147125
Aviso n.º 7805/2012
Faz-se público e em cumprimento do disposto no n.º 70 do Regulamento dos Concursos de Habilitação ao Grau de Consultor e
de Provimento nas categorias de Assistente e de Chefe de Serviço
da carreira de Medicina Geral e Familiar, aprovado pela Portaria
n.º 47/98, de 30 de janeiro, foi, por deliberação do Conselho Diretivo
da Administração Regional de Saúde do Centro, I. P., datada de 24
de maio de 2012, homologada a lista de classificação final relativa
ao procedimento concursal de ingresso para preenchimento de um
posto de trabalho para a categoria de Assistente da carreira especial
médica, na área de Medicina Geral e Familiar, do mapa de pessoal
da ARSC, I. P. — ACES Baixo Vouga II, em regime de contrato de
trabalho em funções públicas por tempo indeterminado — Aviso
n.º 18106/2010, publicado no Diário da República, 2.ª série n.º 179,
de 14 de setembro:
Lista de classificação final

Despacho (extrato) n.º 7753/2012
Por despacho do Vogal do Conselho Diretivo da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, I. P., de 03/05/2012:
Maria Alice Fernandes dos Santos, assessora superior de Farmácia,
da carreira técnica superior de saúde, pertencente ao mapa de pessoal
do Centro Hospitalar de Cascais — autorizada a consolidação da mobilidade, para exercer funções na Administração Regional de Saúde
de Lisboa e Vale do Tejo, I. P./Serviços Farmacêuticos, nos termos do
artigo 64.º da Lei n.º 12-A/2008, de 27 de fevereiro.
16 de maio de 2012. — O Presidente do Conselho Diretivo, Dr. Luís
Manuel Paiva Gomes Cunha Ribeiro.
206144899

Centro Hospitalar do Oeste Norte
Deliberação (extrato) n.º 766/2012
Nos termos do disposto na alínea a) do n.º 1 e do n.º 2 do artigo 37.º da
Lei n.º 12-A/2008, de 27 de fevereiro, conjugado com o n.º 3 do artigo 17.º
da Lei n.º 59/2008, de 11 de setembro, torna-se público que, na deliberação
do Conselho de Administração deste Centro Hospitalar, de 23 de maio de
2012, foi autorizada a consolidação definitiva da mobilidade na carreira
geral de assistente operacional e categoria de Encarregada Operacional
Dulce Paula Clemente Machado Trilho, nos termos dos n.os 2 a 4 do artigo 64.º da Lei n.º 12-A/2088, de 27 de fevereiro, na redação dada pela Lei
n.º 64-B/2011, de 30 de dezembro. Mais se declara que foi celebrado um
contrato de trabalho em funções públicas por tempo indeterminado com
a trabalhadora com efeitos a 1 de junho de 2012, ficando aquela integrada
na carreira geral de assistente operacional e categoria de Encarregada
Operacional, do mapa de pessoal deste Centro Hospitalar — Hospital de
Alcobaça, mantendo a remuneração de 837,60 € (oitocentos e trinta e sete
euros e sessenta cêntimos), correspondente à 1.ª posição remuneratória e
ao nível remuneratório 8 da tabela remuneratória única.
30 de maio de 2012. — O Presidente do Conselho de Administração,
Carlos Manuel Ferreira de Sá.
206146867

Centro de Medicina de Reabilitação
da Região Centro — Rovisco Pais
Contrato (extrato) n.º 285/2012

Número

Nome

Nota final

Contrato de trabalho em funções públicas
por tempo indeterminado

1

Jorge Manuel Matos Rodrigues Neves . . . . . . .

9,93

Na sequência do disposto no artigo 91.º da LCVR e do artigo 17.º
da lei preambular que aprovou o RCTFP, torna-se público, nos termos
do artigo 37.º, n.º 1, alínea b da Lei n.º 12-A/2008, de 27 de fevereiro
que foi celebrado contrato de trabalho em funções públicas por tempo
indeterminado com Paula Lopes Amorim Freire, com efeitos reportados
a 1 de janeiro de 2009, para ocupação de posto de trabalho da categoria
de assistente hospitalar da carreira médica, previsto no mapa de pessoal
de Centro de Medicina de Reabilitação da Região Centro — Rovisco
Pais, sendo a trabalhadora posicionada entre o nível remuneratório 27
e 28 da tabela remuneratória única.

De acordo com o disposto nos n.º 72 e 72.1 do Regulamento supra
citado, os candidatos dispõem de 10 dias úteis após a publicação da
lista, para recorrer, com efeito suspensivo, para o Ministro da Saúde,
devendo o recurso ser apresentado à entidade que homologou a lista de
classificação final.
28 de maio de 2012. — O Presidente do Conselho Diretivo, Dr. José
Manuel Azenha Tereso.
206146972

Administração Regional de Saúde
de Lisboa e Vale do Tejo, I. P.
Despacho (extrato) n.º 7752/2012
Por despacho do Vogal do Conselho Diretivo da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, I. P., de 03/05/2012:
Helena Vizeu, técnica especialista de 1.ª classe, da carreira técnica de
diagnóstico e terapêutica — área de farmácia, pertencente ao mapa de
pessoal do Centro Hospitalar de Cascais — autorizada a consolidação da
mobilidade, para exercer funções na Administração Regional de Saúde
de Lisboa e Vale do Tejo, I. P./Serviços Farmacêuticos, nos termos do
artigo 64.º da Lei n.º 12-A/2008, de 27 de fevereiro.
15 de maio de 2012. — O Presidente do Conselho Diretivo da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, I. P., Dr. Luís
Manuel Paiva Gomes Cunha Ribeiro.
206144711

29 de maio de 2012. — O Presidente do Conselho Administração,
Dr. Luís Joaquim Lopes André Rodrigues.
206145432

Direção-Geral da Saúde
Despacho n.º 7754/2012
No quadro das orientações definidas pelo Plano de Redução e Melhoria da Administração Central, veio o Decreto-Lei n.º 124/2011, de
29 de dezembro, determinar a reorganização dos serviços centrais do
Ministério da Saúde que integram a respetiva estrutura.
O modelo organizativo adotado para a Direção-Geral da Saúde
veio a ser aprovado pelo Decreto Regulamentar n.º 14/2012, de 26
de janeiro, que definiu a respetiva missão, especificou as inerentes
atribuições e o tipo de organização interna, assente num modelo
estrutural misto.
Através da Portaria n.º 159/2012, de 22 de maio, foi estabelecida a
estrutura nuclear da Direção-Geral da Saúde, sendo definidas as competências das respetivas unidades orgânicas.

20456

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012

Considerando que a fim de garantir o normal funcionamento das
novas unidades nucleares deste Organismo, torna-se urgente proceder
à nomeação dos titulares dos cargos de direção intermédia de 2.º grau,
Considerando que a assistente graduada em Saúde Pública, Paula
Virgínia Andrade Vasconcelos Lopes, é detentora de aptidão e competência técnica para o exercício das funções inerentes ao cargo de Chefe
de Divisão de Assuntos Europeus, Multilaterais e Cooperação, como
decorre da súmula curricular anexa ao presente despacho,
Nos termos e ao abrigo do disposto nos artigos 20.º e 27.º da Lei
n.º 2/2004, de 15 de janeiro, alterada pelas Leis n.os 51/2005, de 30
de agosto, 64-A/2008, de 31 de dezembro, 3-B/2010, de 28 de abril e
64/2011, de 22 de dezembro, nomeio em regime de substituição a assistente graduada Paula Virgínia Andrade Vasconcelos Lopes, no cargo
de Chefe de Divisão Assuntos Europeus, Multilaterais e Cooperação.
A presente nomeação produz efeitos a 29 de maio de 2012, ficando a
nomeada autorizada a optar pelo vencimento da sua categoria de origem,
nos termos do n.º 3 do artigo 31.º da lei citada.
29 de maio de 2012. — O Diretor-Geral, Francisco George.
Súmula Curricular
Paula Virgínia Andrade Vasconcelos Lopes, licenciada em medicina
pela Universidade de Lisboa em 1992. Assistente graduada de Saúde
Pública desde 2008. Autoridade de Saúde nos concelhos de Sintra e de
Alcácer do Sal e na freguesia de Marvila, entre 2000 e 2006. Consultora
da Direção-Geral da Saúde para os Assuntos Europeus e Cooperação
Internacional entre 2000 e 2005. Participou na elaboração do Plano
Nacional de Contingência para a Pandemia de Gripe em 2005 e 2006.
Foi destacada para o Centro Europeu de Prevenção e Controlo da Doença
(ECDC) em março de 2006. Passou a efetiva do ECDC como senior
expert in strengthening preparedness, trabalhando com países membros,
países candidatos e potenciais candidatos à União Europeia, para além
de coordenar atividades de preparedness for emergencies com outros
países e outras instituições europeias e internacionais, em especial com
a Organização Mundial da Saúde. Em abril de 2011 regressou a Portugal
no contexto do concurso público para chefe de Divisão de Doenças
Transmissíveis, funções que tem exercido até à data.
206146697
Despacho n.º 7755/2012
No quadro das orientações definidas pelo Plano de Redução e Melhoria da Administração Central, veio o Decreto-Lei n.º 124/2011, de
29 de dezembro, determinar a reorganização dos serviços centrais do
Ministério da Saúde que integram a respetiva estrutura.
O modelo organizativo adotado para a Direção-Geral da Saúde veio a
ser aprovado pelo Decreto Regulamentar n.º 14/2012, de 26 de janeiro,
que definiu a respetiva missão, especificou as inerentes atribuições e o
tipo de organização interna, assente num modelo estrutural misto.
Através da Portaria n.º 159/2012, de 22 de maio, foi estabelecida a
estrutura nuclear da Direção-Geral da Saúde, sendo definidas as competências das respetivas unidades orgânicas.
Considerando que a fim de garantir o normal funcionamento das
novas unidades nucleares deste Organismo, torna-se urgente proceder
à nomeação dos titulares dos cargos de direção intermédia de 2.º grau,
Considerando que o assistente principal da carreira técnica superior de
saúde do mapa de pessoal da Direção-Geral da Saúde, Paulo Feliciano de
Vilhena Diegues, é detentor de aptidão e competência técnica para o exercício
das funções inerentes ao cargo de Chefe de Divisão de Saúde Ambiental e
Ocupacional, como decorre da súmula curricular anexa ao presente despacho,
Nos termos e ao abrigo do disposto nos artigos 20.º e 27.º da Lei
n.º 2/2004, de 15 de janeiro, alterada pelas Leis n.os 51/2005, de 30
de agosto, 64-A/2008, de 31 de dezembro, 3-B/2010, de 28 de abril
e 64/2011, de 22 de dezembro, nomeio em regime de substituição o
licenciado Paulo Feliciano de Vilhena Diegues, no cargo de Chefe de
Divisão de Saúde Ambiental e Ocupacional.
A presente nomeação produz efeitos a 29 de maio de 2012, ficando o
nomeado autorizado a optar pelo vencimento da sua categoria de origem,
nos termos do n.º 3 do artigo 31.º da lei citada.
29 de maio de 2012. — O Diretor-Geral, Francisco George.
Súmula Curricular
Nome: Paulo Feliciano de Vilhena Diegues
Formação Académica: Engenheiro do Ambiente — Ramo Poluição — Universidade de Aveiro (1980 a 1985)
Formação Complementar:
Curso de Avaliação de Impacte Ambiental, coordenado pelo professor
Evan Vlachos, Universidade do Estado do Colorado — Direção Geral
dos Recursos Naturais, Lisboa 1988;

Curso de Gestão de Recursos Naturais — Instituto Superior Técnico — 1989;
Curso de Direito do Ambiente — Universidade Cató1ica Portuguesa,
Instituto de Direitos do Homem, 1990
Curso de Formação sobre Empresas — Instituto de Apoio às Pequenas
e Médias Empresas e ao Investimento — 1990;
Pós-Graduação em Engenharia Sanitária — Universidade Nova de
Lisboa — 1992 a 1993;
Curso de Gestão Informática — Sindicato dos Profissionais de Seguros de Portugal — 1992;
Curso “Tratamento de Águas. Análise Decorrentes de Algas nas Origens” LNEC, Lisboa 1995;.
Curso “Gestão de Estações de Tratamento de Águas Residuais — Instituto de Promoção Ambiental — 1997;
Especialista em Engenharia Sanitária pela Ordem dos Engenheiros — 2003;
Curso “Risk Assessment in Environmental and Health” — 2005
Curso Legionnaires Disease: Investigation Outbreak and incidents
of Risk Assessment, Sampling and Control— Health Protection
Agency — UK, 2006;
Curso de Formação do FORGEP — Programa de Formação em Gestão
Pública — 2008;
Curso de Exposição à Radiação Eletromagnética em Comunicações
Móveis — Instituto Superior Técnico — 2008;
Experiência profissional:
Responsável da Exploração da ETAR da Extrusal, Aveiro 1986;
Serviço Militar Obrigatório na Marinha de Guerra Portuguesa — Instituto Hidrográfico — Participação nos Projetos PolSado, PolAveiro e
PolFaro (1987 a 1989);
Funcionário do departamento de Ambiente da Câmara Municipal de
Torres Vedras (pareceres diversos na área ambiental e participação em
vistorias) (1989 a1990);
Empresa Luságua S. A. — Responsável da Exploração de várias Estações de Tratamento de Águas Residuais (Alcanena, Rio Maior, Maia
e Coimbra) (1990 a 1992);
Divisão de Engenharia Sanitária — Direção-Geral da Saúde — Participação em projetos associados aos resíduos hospitalares e levantamento
das necessidades dos laboratórios de Saúde Pública (1993);
Serviços Municipalizados de Setúbal — Responsável da Divisão de
Operação e Manutenção, Sistema de abastecimento de água e águas
residuais e controlo de qualidade (1993 a 2001)
Divisão de Saúde Ambiental — Direção-Geral da Saúde, Núcleo de
Ar, solos, resíduos e ambiente construído, desenvolvendo trabalho na
área da Doença dos Legionários, Águas Residuais Hospitalares, Termas,
Corrosão dos materiais e autorizações prévias, Resíduos Sólidos Urbanos, Industriais e Perigosos e Resíduos Hospitalares. Águas Minerais
Naturais, Águas de Nascente e Água para consumo Humano;
Chefe de Divisão de Saúde Ambiental e Ocupacional desde junho
de 2007
Docente das cadeiras de “Prevenção e Controlo de riscos Ambientais
e Qualidade do Ambiente” no Instituto Superior de Educação e Ciências
de 1998 a 2003;
Docente do Curso Livre de Saúde Ambiental da Universidade de
Lisboa — Faculdade de Medicina nos anos de 2002, 2005, 2007 e 2008.
206146786
Despacho n.º 7756/2012
No quadro das orientações definidas pelo Plano de Redução e Melhoria da Administração Central, veio o Decreto-Lei n.º 124/2011, de
29 de dezembro, determinar a reorganização dos serviços centrais do
Ministério da Saúde que integram a respetiva estrutura.
O modelo organizativo adotado para a Direção-Geral da Saúde
veio a ser aprovado pelo Decreto Regulamentar n.º 14/2012, de 26
de janeiro, que definiu a respetiva missão, especificou as inerentes
atribuições e o tipo de organização interna, assente num modelo
estrutural misto.
Através da Portaria n.º 159/2012, de 22 de maio, foi estabelecida a
estrutura nuclear da Direção-Geral da Saúde, sendo definidas as competências das respetivas unidades orgânicas.
Considerando que a fim de garantir o normal funcionamento
das novas unidades nucleares deste Organismo, torna -se urgente
proceder à nomeação dos titulares dos cargos de direção intermédia
de 1.º grau constantes do mapa anexo ao Decreto Regulamentar
n.º 14/2012, de 26 de janeiro, que aprovou a atual orgânica desta
Direção -Geral;
Considerando que o Professor Doutor Paulo Jorge da Silva Nogueira, do mapa de pessoal do Instituto Nacional de Saúde Doutor
Ricardo Jorge, I. P. é detentor de aptidão e competência técnica para

20457

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012
o exercício das funções inerentes ao cargo de Diretor de Serviços de
Informação e Análise, como decorre da súmula curricular anexa ao
presente despacho:
Nos termos e ao abrigo do disposto nos artigos 20.º e 27.º da Lei
n.º 2/2004, de 15 de janeiro, alterada pelas Leis n.os 51/2005, de 30
de agosto, 64-A/2008, de 31 de dezembro, 3-B/2010, de 28 de abril
e 64/2011, de 22 de dezembro, nomeio em regime de substituição o
Professor Doutor Paulo Jorge da Silva Nogueira, para o lugar de Diretor
de Serviços de Informação e Análise, do mapa de pessoal da Direção-Geral da Saúde.
A presente nomeação produz efeitos a 29 de maio de 2012, ficando o
nomeado autorizado a optar pelo vencimento da sua categoria de origem,
nos termos do n.º 3 do artigo 31.º da lei citada.
29 de maio de 2012. — O Diretor-Geral, Francisco George.
Nota Curricular
Dados pessoais:
Nome: Paulo Jorge da Silva Nogueira
Data de Nascimento: 16 de maio de 1969
Habilitações:
Doutorado em Saúde Internacional, especialidade de Políticas de
Saúde e Desenvolvimento, Instituto de Higiene e Medicina Tropical — Universidade Nova de Lisboa, 2011.
Mestre em Probabilidades e Estatística, Faculdade de Ciências da
Universidade de Lisboa, 1997.
Licenciado em Probabilidades e Estatística, Faculdade de Ciências
da Universidade de Lisboa, 1993.
Atividades correntes:
Desde junho 2010: Chefe de Divisão de Estatísticas de Saúde da
Direção Geral da Saúde.
Desde novembro 2006: Assistente convidado da Faculdade de Medicina de Lisboa para as disciplinas de Epidemiologia e de Saúde Pública.
Desde de 2004. Membro da Equipa Pedagógica responsável pela formação desenvolvida pela Coordenação do Internato Médico da Medicina
Geral e Familiar da Zona Sul na área da investigação — responsável
pela área da estatística.
Cronologia:
De 2008-2011: Doutorando em Saúde Internacional, especialidade em
Políticas de Saúde e Desenvolvimento, do IHMT-UNL sob a orientação
do Professor Paulo Ferrinho. Tema: Ondas de calor: modelos de medição,
previsão e monitorização dos impactos na Saúde
De março 1994 a junho 2010: Técnico estatístico no Centro de Epidemiologia e Bioestatística (CEB), Observatório Nacional de Saúde
(ONSA) entre 1998 e 2008, atual Departamento de Epidemiologia (DEP)
do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA).
1994-96: Elaboração da dissertação de Mestrado — “Abordagem
Bayesiana a Modelos de Sobrevivência” sob orientação da Professora
Doutora Maria Antónia Amaral Turkman (DEIO-FCUL).
1993-94: Parte curricular do Mestrado em Probabilidades e Estatística
da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.
1992-93: Estágio profissionalizante realizado na Escola Nacional
de Saúde Pública.
1991-92: Frequência e aproveitamento no ano terminal do Curso de
Probabilidades e Estatística da Universidade de Sheffield, U. K., no
âmbito do Programa Erasmus da Comunidade Europeia.
1988-93: Frequência da Licenciatura em Probabilidade e Estatística
do Departamento de Estatística e Investigação Operacional da Faculdade
de Ciências da Universidade de Lisboa (DEIO-FCUL).
Publicações: 49 artigos com arbitragem científica (revistas nacionais
e internacionais) e 4 livros (2 como primeiro autor):
Principais Publicações:
Artigos internacionais e capítulos de livros com arbitragem científica:
Nogueira PJ, Machado A, Rodrigues E, Nunes B, Sousa L, Jacinto M,
Ferreira A, Falcão JM, Ferrinho P. (2010). The New Automated Daily
Mortality Surveillance System In Portugal. Euro Surveill. 2010;15(13):
pii=19529
Nogueira PJ, Nunes B, Machado A, Rodrigues E, Gómez V, Sousa L,
Falcão JM. (2009). Early Estimates of the Excess Mortality Associated
With the 2008-9 Influenza Season in Portugal. Euro Surveill. 2009 May
7; 14(18). pii: 19194

Nogueira PJ, Paixão EJ. (2008). Models For Mortality Associated
With Heat Waves: Update Of The Portuguese Heat Health Warning
System. Int. J. Climatol. 28: 545-562
Nogueira PJ. et al. (2005). Mortality in Portugal Associated with the
Heat Wave of august 2003: Early Estimation of Effect, Using a Rapid
Method. Eurosurveillance Monthly Releases. Volume 10 (7)
Nogueira PJ. (2005). Examples of Heat Health Warning Systems:
Lisbon’s ICARO’S Surveillance System, Summer Of 2003.In: Kirch
W, Menne B. and Bertollini R. Editor Editor. Extreme weather events
and Public Health Responses. European Public Health Association.
Springer/Verlag.
Livros:
Nogueira PJ, Paixão PJ, Rodrigues E (2008). Sazonalidade e Periodicidades do Internamento Hospitalar em Portugal Continental — 1998 a 2003. Ed: Fundação Merck, Sharp & Dhome ISBN:
978-972-99744-3-4
Nogueira PJ, Paixão PJ, Rodrigues E (2007). Sazonalidade e Periodicidades da Mortalidade Portuguesa — 1980 a 2001. Ed: Fundação
Merck, Sharp & Dhome ISBN: 978-972-99744-1-0
Prémios científicos:
2.º Prémio atribuído pela Comissão Organizadora do V Congresso
Nacional de Epidemiologia para um poster, 2007
Menção honrosa do Prémio Saúde Pública Ricardo Jorge, 2005
Prémio Saúde Pública Ricardo Jorge, 2001
Prémio Ambiente e Saúde Aloísio Coelho, 2001
Prémio de Investigação Clínica 2000 — 51.ª Reunião Anual da
SPEDM
206146234
Despacho n.º 7757/2012
No quadro das orientações definidas pelo Plano de Redução e Melhoria da Administração Central, veio o Decreto-Lei n.º 124/2011, de
29 de dezembro, determinar a reorganização dos serviços centrais do
Ministério da Saúde que integram a respetiva estrutura.
O modelo organizativo adotado para a Direção-Geral da Saúde veio a
ser aprovado pelo Decreto Regulamentar n.º 14/2012, de 26 de janeiro,
que definiu a respetiva missão, especificou as inerentes atribuições e o
tipo de organização interna, assente num modelo estrutural misto.
Através da Portaria n.º 159/2012, de 22 de maio, foi estabelecida a
estrutura nuclear da Direção-Geral da Saúde, sendo definidas as competências das respetivas unidades orgânicas.
Considerando que a fim de garantir o normal funcionamento das
novas unidades nucleares deste Organismo, torna-se urgente proceder
à nomeação dos titulares dos cargos de direção intermédia de 1.º grau
constantes do mapa anexo ao Decreto Regulamentar n.º 14/2012, de 26
de janeiro, que aprovou a atual orgânica desta Direção-Geral,
Considerando que a Administradora Hospitalar do 4.º grau do quadro
único de administradores hospitalares, Eva Sofia Moço Falcão, é detentora de aptidão e competência técnica para o exercício das funções
inerentes ao cargo de Diretora de Serviços de Coordenação das Relações
Internacionais, como decorre da súmula curricular anexa ao presente
despacho,
Nos termos e ao abrigo do disposto nos artigos 20.º e 27.º da Lei
n.º 2/2004, de 15 de janeiro, alterada pelas Leis n.os 51/2005, de 30
de agosto, 64-A/2008, de 31 de dezembro, 3-B/2010, de 28 de abril
e 64/2011, de 22 de dezembro, nomeio em regime de substituição a
licenciada Eva Sofia Moço Falcão, para o lugar de Diretora de Serviços
de Coordenação das Relações Internacionais do mapa de pessoal da
Direção-Geral da Saúde.
A presente nomeação produz efeitos a 29 de maio de 2012, ficando a
nomeada autorizada a optar pelo vencimento da sua categoria de origem,
nos termos do n.º 3 do artigo 31.º da lei citada.
29 de maio de 2012. — O Diretor-Geral, Francisco George.
Súmula Curricular
Nome: Eva Sofia Moço Falcão
Data de nascimento: 25-01-1971.
Bilhete de Identidade: N.º 9455839, emitido pelo Arquivo de Identificação de Lisboa, em 27-08-2007, válido até 27-12-2017.
Habilitações literárias: Licenciatura em Direito.
Habilitações profissionais: Curso de Especialização em Administração
Hospitalar.
Situação profissional:
Por despacho do Subdiretor-Geral do Departamento de Recursos
Humanos da Saúde de 14-12-2001, no uso da competência subdelegada
pelo Despacho n.º 20710/2001 do Secretário de Estado da Saúde, foi

20458

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012

nomeada provisoriamente, para o lugar de Administradora Hospitalar do
4.º grau do Quadro Único de Administradores Hospitalares, com efeitos
a partir de I de fevereiro de 2002.
Na sequência do despacho do Subdiretor-Geral do Departamento de
Recursos Humanos da Saúde de 14-12-2001 atrás citado, foi colocada no
Hospital de Santa Luzia — Elvas para o exercício de funções correspondentes a administradora de 3.ª classe, para efeitos de exercício tutelado,
ao abrigo do disposto no n.º 2 do artigo 6.º e no n.º 7 do artigo 7.º do
Decreto-Lei n.º 101/80, de 8 de maio.
Por despacho do Diretor-Geral do Departamento de Modernização
e Recursos da Saúde de 22-02-2002, foi-lhe homologada a avaliação
positiva conferida pela Comissão de Avaliação dos Administradores
Hospitalares referente ao pedido de dispensa do exercício tutelado.
Por despacho do Diretor-Geral do Departamento de Modernização
e Recursos da Saúde de 5-4-2002, foi colocada no Hospital de Pulido
Valente, com efeitos a 8 de abril de 2002.
Por despacho do Senhor Secretario de Estado Adjunto do Ministro da
Saúde de 6-10-2003, foi requisitada para a Santa casa da Misericórdia
de Lisboa, ao abrigo do n.º 1 do artigo 29.º do Decreto-Lei n.º 322/91,
de 26 de agosto, com efeitos a partir de 1 de agosto de 2003.
Por despacho do Secretário-Geral do Ministério da Saúde de 3-10-2005,
foi-lhe prorrogada a requisição por mais um ano, com efeitos a partir
de 1 de agosto de 2005.
Na sequência do despacho do Secretário-Geral do Ministério da
Saúde de 3-10-2005, atrás referido, e por deliberação da Mesa da Santa
Casa da Misericórdia de Lisboa n.º 441, de 29 de novembro de 2005,
foi nomeada administradora-delegada do Hospital de Sant’Ana, com
efeitos a partir de 1 de fevereiro de 2006.
Por deliberação do Conselho Diretivo da Administração Central do
Sistema de Saúde, IP. de 4-10-2007, foi colocada no Hospital de Santa
Maria, E. P. E., com efeitos a partir de 15-10-2007.
Por despacho do Senhor Secretário de Estado da Saúde, de 15-10-2007,
foi nomeada para desempenhar funções de assessoria no seu Gabinete,
em regime de destacamento, ao abrigo do disposto nos artigos 2.º,
n.º 3 e 4 e 11.º do Decreto-Lei n.º 262/88, de 23 de julho (cf. Despacho
n.º 24540/2007, publicado no Diário da República, 2.ª série, n.º 206, de
25 de outubro de 2007) com efeitos a partir da data do citado despacho,
e até 29-01-2008, tendo regressado ao Centro Hospitalar de Lisboa
Norte, E. P. E.
Por despacho do Senhor Secretário de Estado Adjunto e da Saúde de
6-02-2008, foi nomeada assessora do seu Gabinete, em regime de destacamento, com efeitos a partir de 11 de fevereiro de 2008 [cf. Despacho
(extrato) n.º 5294/2008, publicado no Diário da República, 2.ª série,
n.º 41, de 27 de fevereiro de 2008], tendo regressado ao Centro Hospitalar
de Lisboa Norte, E. P. E., em 26-10-2009.
Por despacho do Senhor Diretor-Geral da Saúde de 26-7-2010, foi
nomeada, em regime de substituição, para o lugar de diretora de serviços
de Administração do mapa de pessoal da Direção-Geral da Saúde, nos
termos do disposto nos artigos 20.º e 27.º da Lei n.º 2/2004, de 15 de
janeiro, com a redação dada pela Lei n.º 51/2005, de 30 de agosto, com
efeitos a partir de 1 de agosto de 2010 (cf. Despacho n.º 12471/2010,
publicado no Diário da República, 2.ª série, n.º 148, de 2 de agosto
de 2010).
Pelo despacho do Senhor Primeiro-Ministro e do Ministro da Saúde
(cf. Despacho n.º 14876/2011, publicado no Diário da República, 2.ª série, n.º 211, de 3 de novembro), nomeada vogal do Conselho Diretivo
do Instituto Português do Sangue, I. P., pelo período de 1 de fevereiro
a 19 de novembro.
A partir de 19 de novembro, manteve a colocação no Centro Hospitalar de Lisboa Norte, E. P. E., encontrando-se em exercício de funções
na Direção-Geral da Saúde por acordo de colaboração entre as duas
Instituições.
206146242
Despacho n.º 7758/2012
No quadro das orientações definidas pelo Plano de Redução e Melhoria da Administração Central, veio o Decreto-Lei n.º 124/2011, de
29 de dezembro, determinar a reorganização dos serviços centrais do
Ministério da Saúde que integram a respetiva estrutura.
O modelo organizativo adotado para a Direção-Geral da Saúde
veio a ser aprovado pelo Decreto Regulamentar n.º 14/2012, de 26
de janeiro, que definiu a respetiva missão, especificou as inerentes
atribuições e o tipo de organização interna, assente num modelo
estrutural misto.
Através da Portaria n.º 159/2012, de 22 de maio, foi estabelecida a
estrutura nuclear da Direção-Geral da Saúde, sendo definidas as competências das respetivas unidades orgânicas.
Considerando que a fim de garantir o normal funcionamento das
novas unidades nucleares deste Organismo, torna-se urgente proceder
à nomeação dos titulares dos cargos de direção intermédia de 2.º grau;

Considerando que o Professor Doutor António Pedro Soares Ricardo
Graça é detentor de aptidão e competência técnica para o exercício das
funções inerentes ao cargo de Chefe de Divisão de Estilos de Vida Saudável, como decorre da súmula curricular anexa ao presente despacho:
Nos termos e ao abrigo do disposto nos artigos 20.º e 27.º da Lei
n.º 2/2004, de 15 de janeiro, alterada pelas Leis n.os 51/2005, de 30
de agosto, 64-A/2008, de 31 de dezembro, 3-B/2010, de 28 de abril
e 64/2011, de 22 de dezembro, nomeio em regime de substituição o
Professor Doutor António Pedro Soares Ricardo Graça, no cargo de
Chefe de Divisão de Estilos de Vida Saudável.
A presente nomeação produz efeitos a 29 de maio de 2012, ficando o
nomeado autorizado a optar pelo vencimento da sua categoria de origem,
nos termos do n.º 3 do artigo 31.º da lei citada.
29 de maio de 2012. — O Diretor-Geral da Saúde, Francisco
George.
Súmula Curricular
António Pedro Soares Ricardo Graça, Doutoramento no Ramo de
Conhecimento em Nutrição Humana pela Faculdade de Ciências da
Nutrição e Alimentação, Universidade do Porto (2004). Mestrado em
Saúde Comunitária pela Faculdade de Ciências Médicas, Universidade
Nova de Lisboa (1995). Licenciatura em Ciências da Nutrição pela
Universidade do Porto (1991). Professor Associado da Faculdade de
Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto. Membro
da Comissão Coordenadora do Mestrado de Ciências do Consumo e
Nutrição — FCNAUP/FCUP. Chefe de Divisão da Plataforma contra a Obesidade — Direção-Geral da Saúde — Ministério da Saúde
(2010-2011). Representante Nacional no High Level Group on Nutrition
and Physical Activity — DG SANCO — Comissão Europeia. Coordenador Internacional da “European Network on Obesity and Inequalities”— Organização Mundial da Saúde. Diretor da Escola de Ciências da
Vida e Saúde — UJ — Universidade do Porto. Presidente da Comissão
Técnica Especializada da ASAE — Produtos Dietéticos, Nutrição e
Alergias. Membro da Comissão Instaladora da Ordem dos Nutricionistas.
Desde 1996, participa em diversos projetos de investigação científica,
tendo publicado a nível nacional e internacional.
206146348
Despacho n.º 7759/2012
No quadro das orientações definidas pelo Plano de Redução e Melhoria da Administração Central, veio o Decreto-Lei n.º 124/2011, de
29 de dezembro, determinar a reorganização dos serviços centrais do
Ministério da Saúde que integram a respetiva estrutura.
O modelo organizativo adotado para a Direção-Geral da Saúde veio a
ser aprovado pelo Decreto Regulamentar n.º 14/2012, de 26 de janeiro,
que definiu a respetiva missão, especificou as inerentes atribuições e o
tipo de organização interna, assente num modelo estrutural misto.
Através da Portaria n.º 159/2012, de 22 de maio, foi estabelecida a
estrutura nuclear da Direção-Geral da Saúde, sendo definidas as competências das respetivas unidades orgânicas.
Considerando que a fim de garantir o normal funcionamento das
novas unidades nucleares deste Organismo, torna-se urgente proceder
à nomeação dos titulares dos cargos de direção intermédia de 2.º grau;
Considerando que a técnica superior do mapa de pessoal da Direção-Geral da Saúde, Belmira Maria da Silva Rodrigues, é detentora de
aptidão e competência técnica para o exercício das funções inerentes ao
cargo de chefe de divisão de Apoio à Gestão, como decorre da súmula
curricular anexa ao presente despacho:
Nos termos e ao abrigo do disposto nos artigos 20.º e 27.º da Lei
n.º 2/2004, de 15 de janeiro, alterada pelas Leis n.os 51/2005, de 30
de agosto, 64-A/2008, de 31 de dezembro, 3-B/2010, de 28 de abril
e 64/2011, de 22 de dezembro, nomeio em regime de substituição a
Mestre Belmira Maria da Silva Rodrigues, no cargo de chefe de divisão
de Apoio à Gestão.
A presente nomeação produz efeitos a 29 de maio de 2012, ficando a
nomeada autorizada a optar pelo vencimento da sua categoria de origem,
nos termos do n.º 3 do artigo 31.º da lei citada.
29 de maio de 2012 — O Diretor-Geral, Francisco George.
Síntese Curricular
Belmira Maria da Silva Rodrigues, nasceu a 23 de setembro de 1971,
no Estoril.
Mestre em Administração e Políticas Públicas, pelo Instituto Superior
de Ciências do Trabalho e da Empresa — ISCTE, e licenciada em Psicologia Social e das Organizações (gestão de recursos humanos), pelo
Instituto Superior de Psicologia Aplicada — ISPA.
Desde fevereiro de 2011, é Diretora de Serviços de Administração,
na Direção-Geral da Saúde — DGS, sendo responsável pelas áreas de

20459

Diário da República, 2.ª série — N.º 109 — 5 de junho de 2012
recursos humanos e de pessoal, formação, financeira e patrimonial, apoio
jurídico interno, recursos informáticos, expediente.
De junho de 2007 a fevereiro de 2011, exerce funções como Chefe
de Divisão de Participação da Sociedade Civil na DGS, tendo sido
responsável pela definição de procedimentos, métodos de trabalho e
conceção de instrumentos em áreas chave, designadamente na área de
atribuição e acompanhamento dos apoios financeiros da Direção-Geral
da Saúde a entidades coletivas sem fins lucrativos e na de registo de
defesa de utentes de saúde. Assumiu, durante este período a gestão de
diversos projetos promovidos por entidades coletivas sem fins lucrativos
com relevância para o Plano Nacional de Saúde. Foi responsável pelo
processo de desmaterialização e simplificação de métodos de trabalho
na Divisão e pela implementação de um sistema de informação de apoio
à gestão das organizações da sociedade civil com intervenção na saúde.
Participou na elaboração de regulamentação específica na área.
Desde o ano de 2009, participa, por nomeação direta do Senhor
Diretor-Geral da Saúde, na elaboração dos documentos de gestão da
Direção-Geral da Saúde, designadamente Plano e Relatório de Atividades, Quadro de Avaliação e Responsabilização — QUAR, Sistema de
Avaliação de Desempenho da Administração Pública — SIADAP.
Desde 2008 é representante suplente no Comité do II Programa de
Saúde Pública (2008-2013), e, desde 2006, Ponto Focal do Programa
Comunitário de Saúde Pública, sendo responsável pela sua promoção,
a nível nacional, e apoio à elaboração de candidaturas.
De dezembro de 2005 a junho de 2007, desempenhou funções como
Chefe de Divisão da Formação e Investigação na DGS, assumindo
atribuições ao nível da coordenação interna dos estágios de formação,
gestão do plano de formação interno e da formação externa dirigida aos
profissionais de saúde no âmbito do Plano Nacional de Saúde.
Participou na elaboração da proposta da saúde ao nível dos trabalhos
preparatórios do quadro comunitário de apoio — QREN.
Apoiou tecnicamente a elaboração e desenvolvimento de projetos na área
da formação e investigação em saúde, de diversos organismos da sociedade
civil, nomeadamente universidades, IPSS e sociedades científicas.
Redatora da monografia “Health in Portugal”, preparada no âmbito
da Presidência Portuguesa da União Europeia.
De abril de 2005 a dezembro de 2005, desempenhou funções como
técnica na Divisão de Formação e Investigação da DGS, tendo exercido
atribuições ao nível da coordenação técnico-pedagógica da formação.
Foi responsável pela conceção de alguns projetos estratégicos na
área da formação, tendo sido de sua iniciativa a elaboração de uma
candidatura para a realização de referenciais de competências e de
formação por Programa Nacional de Saúde tendo por base o modelo
do Reino Unido.
Enquanto técnica participou, como representante da DGS, em grupos
de trabalho e comissões de avaliação da formação desenvolvida no
setor da saúde.
De novembro de 1999 a abril de 2005, desempenhou funções de
avaliação da qualidade dos projetos de formação desenvolvidos a nível
nacional, no Sistema de Acreditação de Entidades Formadoras, do Instituto para a Qualidade na Formação — IQF.
Enquanto técnica da acreditação realizou auditorias técnico-pedagógicas às entidades formadoras.
Contribuiu para a conceção da Norma de Qualidade do Sistema de
Acreditação.
Representou o IQF em eventos ligados à área da Formação.
De janeiro de 1996 a novembro de 1999, foi consultora de várias
empresas privadas na área dos recursos humanos e formação.
206146389
Despacho n.º 7760/2012
No quadro das orientações definidas pelo Plano de Redução e Melhoria da Administração Central, veio o Decreto-Lei n.º 124/2011, de
29 de dezembro, determinar a reorganização dos serviços centrais do
Ministério da Saúde que integram a respetiva estrutura.
O modelo organizativo adotado para a Direção-Geral da Saúde veio a
ser aprovado pelo Decreto Regulamentar n.º 14/2012, de 26 de janeiro,
que definiu a respetiva missão, especificou as inerentes atribuições e o
tipo de organização interna, assente num modelo estrutural misto.
Através da Portaria n.º 159/2012, de 22 de maio, foi estabelecida a
estrutura nuclear da Direção-Geral da Saúde, sendo definidas as competências das respetivas unidades orgânicas.
Considerando que a fim de garantir o normal funcionamento das
novas unidades nucleares deste Organismo, torna-se urgente proceder
à nomeação dos titulares dos cargos de direção intermédia de 2.º grau;
Considerando que o Inspetor Principal Ilídio Cláudio dos Santos Correia, do mapa de pessoal da Inspeção-Geral das Atividades em Saúde é
detentor de aptidão e competência técnica para o exercício das funções
inerentes ao cargo de Chefe de Divisão de Mobilidade de Doentes, como
decorre da súmula curricular anexa ao presente despacho,

Nos termos e ao abrigo do disposto nos artigos 20.º e 27.º da Lei
n.º 2/2004, de 15 de janeiro, alterada pelas Leis n.os 51/2005, de 30 de
agosto, 64-A/2008, de 31 de dezembro, 3-B/2010, de 28 de abril e 64/2011,
de 22 de dezembro, nomeio em regime de substituição o inspetor Ilídio
Cláudio dos Santos Correia, no cargo de Chefe de Divisão de Mobilidade
de Doentes.
A presente nomeação produz efeitos a 29 de maio de 2012, ficando o
nomeado autorizado a optar pelo vencimento da sua categoria de origem,
nos termos do n.º 3 do artigo 31.º da lei citada.
29 de maio de 2012. — O Diretor-Geral, Francisco George.
Súmula curricular
Ilídio Cláudio dos Santos Correia nasceu a 24 de setembro de 1967.
Licenciado em Direito.
Exerceu advocacia.
Prestou consultoria jurídica ao Centro Regional de Segurança Social
de Lisboa e Vale do Tejo, no âmbito da aplicação da legislação relativa
aos regimes de segurança social.
Exerceu funções na Inspeção-Geral da Administração Pública, onde
desempenhou funções de inspeção e auditoria.
É inspetor principal da carreira de inspeção superior do quadro de
pessoal da Inspeção-Geral das Atividades em Saúde.
Foi chefe de divisão da Formação e Investigação na Direção-Geral
da Saúde.
Foi chefe de divisão de Métodos de Trabalho e Técnicas de Organização, área funcional integrada na Direção de Serviços de Prestação de
Cuidados de Saúde, da Direção-Geral da Saúde.
É chefe de divisão, no mesmo serviço central do Ministério da Saúde,
sendo responsável pela coordenação da área da mobilidade internacional
de doentes, área de gestão integrada no Departamento da Qualidade
na Saúde.
Frequentou o mestrado em Administração e Políticas Públicas, organizado pelo Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa.
Frequentou o seminário de alta direção, organizado pelo Instituto
Nacional de Administração.
Frequentou o Programa de Formação em Gestão Pública (FORGEP),
organizado pelo Instituto Nacional de Administração
É membro dos Pais em Rede, movimento cívico, de âmbito nacional,
cujo objetivo é promover a realização e a inclusão das pessoas portadoras
de deficiência.
206146631
Despacho n.º 7761/2012
No quadro das orientações definidas pelo Plano de Redução e Melhoria da Administração Central, veio o Decreto-Lei n.º 124/2011, de
29 de dezembro, determinar a reorganização dos serviços centrais do
Ministério da Saúde que integram a respetiva estrutura.
O modelo organizativo adotado para a Direção-Geral da Saúde veio a
ser aprovado pelo Decreto Regulamentar n.º 14/2012, de 26 de janeiro,
que definiu a respetiva missão, especificou as inerentes atribuições e o
tipo de organização interna, assente num modelo estrutural misto.
Através da Portaria n.º 159/2012, de 22 de maio, foi estabelecida a
estrutura nuclear da Direção-Geral da Saúde, sendo definidas as competências das respetivas unidades orgânicas.
Considerando que a fim de garantir o normal funcionamento das
novas unidades nucleares deste Organismo, torna-se urgente proceder
à nomeação dos titulares dos cargos de direção intermédia de 2.º grau;
Considerando que a assistente hospitalar do mapa de pessoal do Centro
Hospitalar de Lisboa Central, E. P. E., Lisa Marina Frágoas Ferreira
Vicente, é detentora de aptidão e competência técnica para o exercício
das funções inerentes ao cargo de Chefe de Divisão de Saúde Sexual,
Reprodutiva e Infantil, como decorre da súmula curricular anexa ao
presente despacho:
Nos termos e ao abrigo do disposto nos artigos 20.º e 27.º da Lei
n.º 2/2004, de 15 de janeiro, alterada pelas Leis n.os 51/2005, de 30 de
agosto, 64-A/2008, de 31 de dezembro, 3-B/2010, de 28 de abril e 64/2011,
de 22 de dezembro, nomeio em regime de substituição a licenciada Lisa
Marina Frágoas Ferreira Vicente, no cargo de Chefe de Divisão de Saúde
Sexual, Reprodutiva e Infantil.
A presente nomeação produz efeitos a 29 de maio de 2012, ficando a
nomeada autorizada a optar pelo vencimento da sua categoria de origem,
nos termos do n.º 3 do artigo 31.º da lei citada.
29 de maio de 2012. — O Diretor-Geral, Francisco George.
Nota curricular
1 — Dados pessoais: Lisa Marina Frágoas Ferreira Vicente; nascida
a 17 de fevereiro de 1968 em Lisboa.


Documentos relacionados


Documento PDF 2s109a0000s00
Documento PDF guiaportugues 2012
Documento PDF peruano 21 05 2015 48
Documento PDF boletin del mes de abril
Documento PDF libro constituyente 2017
Documento PDF educaci n financiera para j venes y adultos cuaderno del participante


Palabras claves relacionadas