Caja PDF

Comparta fácilmente sus documentos PDF con sus contactos, la web y las redes sociales.

Compartir un archivo PDF Gestor de archivos Caja de instrumento Buscar PDF Ayuda Contáctenos



Comércio 332 .pdf



Nombre del archivo original: Comércio 332.pdf

Este documento en formato PDF 1.5 fue generado por Adobe InDesign CS4 (6.0) / Adobe PDF Library 9.0, y fue enviado en caja-pdf.es el 17/03/2017 a las 01:22, desde la dirección IP 85.242.x.x. La página de descarga de documentos ha sido vista 1123 veces.
Tamaño del archivo: 7.6 MB (16 páginas).
Privacidad: archivo público




Descargar el documento PDF









Vista previa del documento


Preço: 0,01

Publicidade

Publicidade

Semanário | Sexta-Feira | 17 de Março de 2017 | Ano X | N.º 332

Director: Fernando Borges

Seixal
e sesimbra

na btl

Pág. 2 e 3

sociedade
CUSC-S
Fusão de comissões origina a CUSC-S
(Comissão de utentes do concelho
do Seixal). Apesar do novo nome e
da nova imagem, mantêm a mesma
determinação.
Pág. 5

dia do pai
19 de Março
No próximo dia 19 de março assinala-se
mais uma comemoração do dia do Pai.
Como tal, não poderíamos deixar de ver
os pais aos olhos dos filhos.
Pág. 8 e 9

entrevista
João Duque
Há 32 anos a controlar o tráfego aéreo,
João Duque conta-nos o motivo pelo qual
continua a achar a sua profissão uma das
mais motivadoras.
Pág. 12

Publicidade

Publicidade

reportagem
2

Seixal e Sesimbr

Celino Cunha Vieira

Até domingo, decorre na Feira Internacional de Lisboa (FIL), no Parque das Nações, mais uma edição daBolsa
de Turismo de Lisboa (BTL), uma das mais importantes feiras mundiais de turismo, que noano passado acolheu
mais de 75 mil visitantes.

editorial

Não se sabe bem quando começou o
hábito de se comemorar o Dia do Pai,
embora haja quem defenda que teve
a sua origem na Babilónia há mais de
4.000 anos. Pode ser que sim, pode
ser que não, embora nessa época ainda
não existissem as grandes catedrais de
consumo que incentivam e promovem
estas festividades, aproveitando para
legitimamente aumentarem as suas
vendas.

Fidalga”.
O Seixal tem na gastronomia outra
área distintiva quer no âmbito da Rota do
Bacalhau quer na excelência da sua pastelaria.
Que o digam aqueles que no dia da abertura
da BTL tiveram o privilégio de participar
na degustação de algumas especialidades de
pastelariacriadas pela premiada Fernanda
Carmona Rodrigues, que recolheram os
maiores elogios.
Fernanda, especialista em “Cake Design”
e formadora no Instituto de Formação
Profissional do Seixal, revelou ao CSS
que a paixão pela pastelaria, “vem desde a

Para os Pais, pelo menos para aqueles
menos materialistas, é muito mais
importante a simples prendinha feita
na escola, do que os botões de punho
em ouro, o relógio de marca ou a
gravata de seda natural. O que importa
é o sentimento e o amor que os filhos
sentem por aquela figura protectora
e amiga, independentemente da sua
condição social ou bens pessoais.
De uma maneira geral, para os
filhos o Pai é sempre o seu herói e até o
inspirador para a escolha profissional,
seguindo a mesma carreira ou dando
continuidade ao que foi criado e
desenvolvido pelo progenitor. Outros,
antes pelo contrário, tomaram rumos
diferentes e graças aos sacrifícios
familiares, conseguiram obter uma
formação académica diferente daquela
que os seus Pais tiveram.
Claro que os tempos são outros e
que as oportunidades de hoje nada têm
a ver com o que se passava antes, onde
alguns filhos começavam a trabalhar
logo que terminassem a instrução
primária para ajudarem o parco
orçamento familiar e só mais tarde, em
certos casos, tiveram a possibilidade
de voltar aos estudos para melhorarem
a sua condição profissional. Mas os
exemplos (bons e maus) permanecem
para toda a vida e cada um segue o seu
destino de acordo com a educação que
recebeu e as experiências adquiridas.
Felizmente que alguns ainda têm a
possibilidade de pedir um conselho ou
desabafar com o Pai os problemas que
lhes surgem, outros já os viram partir
para outra dimensão, restando apenas
a saudade eterna e um enorme vazio.
Decidimos nesta edição pedir a
alguns Amigos para darem o seu
contributo, relatando um momento
curioso que os tenham marcado e
que por isso esteja presente nas suas
memórias, prestando assim uma justa
homenagem aos seus Pais.
Para todos um dia feliz e se tiver
oportunidade, diga ao seu Pai que o
ama, porque amanhã pode já ser tarde.

Com a presença do Ministro da Economia,
Manuel Caldeira Cabral, da Secretária de
Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho
e do presidente do Turismo de Portugal,
Luís Araújo, no primeiro dia do certame
foi apresentada a Estratégia Turismo 2027,
assente em cinco eixos: valorizar o território,
impulsionar a economia, potenciar o
conhecimento, gerar redes e conectividade
e projectar Portugal, quetem como um dos
objectivos duplicar, em dez anos, as receitas
turísticas.
Hoje, pelas 18h00, a BTL abre as portas
ao público em geral, oferecendo a este
a oportunidade de encontrar soluções e
destinos para as férias a preços altamente
competitivos, em ambiente de festa, cor
e alegria, onde a música e a gastronomia é
presença assídua.
Durante o certame, que conta com
mais de 1400 empresas e entidades ligadas
ao sector do turismo, realizar-se-ão um
conjunto significativo de actividades como
conferências, workshops, demonstrações,
encontros empresariais e diversas provas e
degustações.
Com a BTL-2017 a ocupar a área total
da FIL, o pavilhão 1,é reservado às entidades
regionais de turismo, (Porto e Norte de
Portugal, Centro de Portugal, Região de
Lisboa, Alentejo e Ribatejo, Algarve, Açores, e
Madeira, que este ano é o destino convidado)
e à BTL Natureza, ondeestá concentrada a

Administração, Redacção
e Publicidade

Director: Fernando Borges - CP1608
Registo do título: 125282
Depósito Legal: N.º 267646/07
Contribuinte N.º 194 065 499
Propriedade e Editor: Ângela Rosa

Av. José António Rodrigues, n.º 45, 2º
2840 - 078 Aldeia de Paio Pires
Telm. 969 856 802
Telf. 210 991 683
comerciodoseixal@gmail.com
http://jornalcomerciodoseixalesesimbra.wordpress.com
Facebook: Comércio do Seixal e Sesimbra

grande mostra do turismo nacional.
Os municípios do Seixal e Sesimbra estão,
uma vez mais, presentes na BTL, integrados
na Entidade Regional de Turismo da Região
de Lisboa,composta por 18 municípios.
No dia da abertura da BTL, Joaquim
Santos, presidente da Câmara Municipal
do Seixal, referiu ao CSS que “estamos neste
certame porque o turismo é um dos vectores
importantes do desenvolvimento do nosso
concelho e para afirmar que este tem uma
natureza e identidade própriae uma posição
complementar importante no turismo de
Lisboa, com uma oferta diferenciadora que
desenvolve o potencial da Baía, enquanto polo
de desenvolvimento de turismo ambiental,
patrimonial, gastronómico, lúdico e desportivo
que merece ser descoberto quer por nacionais
quer por estrangeiros”.Precisamente pela
importância que a Baia do Seixal tem, não só
para o concelho mas também para a náutica
em geral, Joaquim Santos realça ainda
“a necessidade de dar a conhecer a estação
náutica do Seixal, que hoje já tem dois postos
de acostagem, quer no Seixal, quer na Ponta
dos Corvos, e dentro de dois a três meses, estará
concluído o terceiro, na Amora, assim como
as oportunidades de investimento na área
turística. Temos ofertas do ponto de vista dos
hotéis e alojamentos locais como na área da
restauração, ondeneste momento está aberto um
concurso para colocar um restaurante na zona
ribeirinha da Arrentela, em frente à Quinta da

Director Adjunto: Celino Cunha Vieira TE1218
Directora Comercial: Ângela Rosa
Paginação: Sofia Rosa
Desporto: Luis Pontes CO1039
Repórter: Fernando Soares Reis CP6261
Colaboradores: Adriana Marçal, Agostinho António Cunha,
Alvaro Giesta, ANIVET - Consultório Veterinário, Dário Codinha,
Fernando Fitas CP2760, Hugo Manuelito, José Henriques, José
Lourenço, João Araújo, Jorge Neves, José Mantas, José Sarmento,

minha infância, sempre gostei de fazer bolos,
principalmente da parte da decoração e por
isso desde há muitos anos mantenho a Casinha
dos Bolos, que é um ateliê onde realizo diversos
workshops e desenvolvo o Cake Design, a
par da pastelaria, como os varinos, que criei
especialmente para este evento, entre outros que
apresentei”.
No espaço do Seixal, o público pode
recolher informação sobre o concelho, o
seu território, as suas ofertas, património e
tradições para o conhecer melhor. Para além
da divulgação turística o Seixal tem ainda
um programa de animação com degustações,
ateliês de nós de marinheiro, actuações de
grupos de percussão e de ranchosfolclóricos
que são dignos representantes do concelho.
Sesimbra, está em altae tem em destaque
o Santuário do Cabo Espichel, um dos mais
importantes pontos turísticos do concelho,
e a recuperação da Casa da Água, edifício
marcante do conjunto arquitectónico, cujo
restauro está praticamente concluído.
Jonas Cardoso, responsável pelo Turismo
de Sesimbra, salientou ao CSS que “a
aposta na estratégiadefinida em conjunto com
a Entidade Regional de Turismo de Lisboa
e a parceria com Palmela e Setúbal para o
desenvolvimento da Arrábida, com boa oferta
hoteleira, bons alojamentos, boa gastronomia,
boas empresas de turismo activo com oferta de
qualidade fazem com que nós consigamos ter
um crescimento global de dois dígitos que a

Maria Vitória Afonso, Maria Susana Mexia, Mário Barradas, Miguel
Boieiro, Paulo Nascimento, Paulo Silva, Pinhal Dias, Rúben Lopes,
Rui Hélder Feio, Vitor Sarmento.
Impressão: Funchalense - Empresa Gráfica, S.A.
Tiragem: 15.000 exemplares
O «Comércio» não se responsabiliza nem pode ser responsabilizado pelos
artigos assinados pelos colaboradores. Todo o conteúdo dos mesmos é da
inteira responsabilidade dos respectivos autores.

CSS | 17 de Março de 2017

3

ra mostram-se na BTL

nós muito agrada por trazerem um bem-estar
económico ao território”.
O peixe, a gastronomia, a sua natureza
com belíssimas praias de águas cristalinas,
com ummarque durante todo o anoatrai
milhares de mergulhadorese outros
praticantes de diversas modalidades, o
património, a história, o carnaval eos
muito apreciados produtos tradicionais, são
algumas das muitas referências de Sesimbra,
que fazem dela um dos destinos turísticos
mais procurados por nacionais e estrangeiros.
Publicidade

Vítor Costa, presidente da Entidade
Regional de Turismo de Lisboa, por sua
vez, referiu ao CSS que “a Região de
Lisboa é uma região muito diversificada no
seu interior e a estratégia que nós tentamos
implementar é um mosaico de experiências. Se
Lisboa é naturalmente o activo mais relevante

em termos turísticos, temos depois outras
centralidades como Sintra, Cascais, a Arrábida
que reúne três concelhos e tem recursos muito
importantes e um grande potencial e ainda
a centralidade do arco do Tejo na sua zona
ribeirinha. Daí que,ido a nossa estratégia seja
o desenvolvimento em conjunto desta região

que tem uma oferta de qualidade, muito rica,
diversificada e única no panoramanacional e,
por isso mesmo, tem merecido o reconhecimento
de quem nos visita”.
Texto e Fotos

Fernando Soares Reis

SOCIEDADE

CSS | 8 de Março de 2017

4

Histórias Associativas*(4)

o vozeiro

Da Orquestra Jazz
“Os Aranhas”
a criador da “Marcha das Canas”
Fernando
Fitas

Rui Hélder Feio

Após falecimento
Pergunta - Faleceu uma pessoa de família.
Quais as burocracias a tratar?
Resposta- Em caso de falecimento de
uma pessoa há um conjunto de entidades
que devem ser informadas e vários passos que
devem ser dados pelos herdeiros.
Talvez o melhor seja contactar um solicitador, pois existem casos fáceis de resolver,
mas outros que o profissional estará mais
preparado.
Em primeiro lugar, terá de obter a declaração de óbito. Normalmente a Agência Funerária procede a esse registo na Conservatória
do Registo Civil, mas também pode ser um
familiar. Para tal é fundamental apresentar
não só os dados relativos à pessoa falecida
mas também entregar o certificado de óbito,
emitido pelo médico que confirmou o falecimento.
Depois convém solicitar os apoios sociais
para os familiares da pessoa falecida, ou seja a
atribuição de diversos apoios e subsídios com
o objetivo de ajudar financeiramente os familiares mais próximos do falecido a suportar os
encargos do funeral mas também a garantir
que eles continuam a ter meios de subsistência. Além do subsídio por morte ou do
reembolso das despesas de funeral ou ainda
do subsídio de funeral, os cônjuges, filhos e
ascendentes têm ainda direito a uma pensão
de sobrevivência. Esta é uma prestação que é
atribuída às crianças e jovens órfãos de pessoas não abrangidas por qualquer regime de
proteção social.
Deve também identificar os bens do falecido e fazer a habilitação de herdeiros. O
primeiro passo que deve ser dado é a determinação de quem é o cabeça-de-casal. Apesar
de não haver um prazo definido para se fazer
a habilitação de herdeiros, este procedimento deve será feito com brevidade.
Por vezes, os herdeiros não têm o conhecimento total do património detido pela
pessoa falecida. Sobretudo quando estão em
causa contas bancárias e outro tipo de aplicações financeiras. É aqui que os conhecimentos de um profissional, como solicitador,
fazem a diferença.
Outro passo que não pode ser esquecido
é a comunicação do óbito às Finanças. As
regras ditam que o “cabeça de casal” deverá
fazer esta comunicação junto dos serviços
das Finanças da área de residência da pessoa
falecida até ao final do 3º mês após o mês
do falecimento, através do preenchimento do
Modelo 1 do Imposto do Selo.
Por fim, há que fazer as partilhas. Quando
todos se dão bem, podem-no fazer sem problema, mas se existe a possibilidade de conflito, há que submeter um pedido de inventário
para que as partilhas sejam efetuadas. Aí escolha os serviços de um profissional, contacte
o Solicitador.
Envie a sua questão para duvidas@ruifeio.pt

(Continuação)
Naquele espaço público de grande valor
efectivo, tocaram “Os Aranhas”, orquestra jaz,
constituída por si, José Calqueiro, Adelino
Tavares, - pai do vereador da Câmara Municipal
com o mesmo nome - João Tavares, Zé Mendes,
Rafael Gonçalves e José de Oliveira Gomes.
Este conjunto de sete músicos, pertencentes
à banda, animava os bailes de carnaval e os
arraiais, nos santos populares, gozando, por
isso, e pela qualidade do seu reportório, de
elevada popularidade, atributos que os levaram
a percorrer Portugal de norte a sul.
“Interpretávamos as composições mais
conhecidas dos grandes compositores de jaz à
época: Glen Miller, Nil Armstrong, Bill Alley
e todos os outros. Esses temas que colhiam o
agrado da massa associativa e nos obrigou a
que, só em 1958, aqui actuássemos, 27 vezes,
forçava-nos ainda a contratar um agrupamento
para nos substituir, sempre que assumia-mos um
compromisso com qualquer entidade estranha à
colectividade.”
Emílio de Oliveira Rebelo, conta também
que “ todas as despesas provenientes dessa
contratação, tal como a aquisição das partituras,

eram suportadas por nós, pois, na opinião
dos sócios, não fazia sentido que sendo os
instrumentos com que tocávamos pertença da
sociedade, estaarcasse com os custos resultantes
dos nossos impedimentos.”
A ideia de constituir o referido agrupamento,
surgiu no seio do corpo da banda, em ordem
a responder a uma das necessidades com que
a Timbre se confrontava, dotando-a de uma
orquestra ligeira que assegurasse a feitura dos
bailes (tão necessários às finanças da agremiação)
sem nenhum tipo de encargos.
“Assim”, diz, “ pedimos ao proprietário de
uns armazéns, então existentes à entrada da
Vila, que nos deixasse utilizar um espaço das
citadas instalações para efectuarmos os ensaios.
Como o local em causa, estava pejado de teias
de aranha e havia que atribuirmos um nome
ao grupo, desde logo, decidimos que o mesmo
se chamaria “Os Aranhas”. Esta a estória da
denominação dada à orquestra.”
Este género de formações, tão usual naquela
época, constituía ainda uma forma de
aperfeiçoamento das técnicas musicais,
para quantos tentavam aprofundar os seus
conhecimentos.

“Além disso,” refere Emílio de Oliveira
Rebelo, “era hábito que os aprendizes, antes
de integrarem a banda, saíssem à rua no 1º de
Dezembro, para tocarem o hino da restauração,
mas como o “Estado Novo” proibira a execução
de tal hino e a consequente prossecução desse
ritual, o mesmo sucedendo no 1º de Maio,
vimo-nos impedidos de dar continuidade a essa
tradição.
Havia, assim, que encontrar maneira de
contornarmos a situação, pelo que começámos
a aproveitar a quinta-feira da espiga para,
a pretexto da realização de piqueniques, a
rapaziada poder mostrar os seus atributos. Foi
num desses encontros, na Quinta do Lírio,
que Arnaldo Tavares me lançou a ideia de
organizarmos uma marcha pelo S. Pedro, à
semelhança de uma brincadeira com canas, feita
em Cacilhas que vira fazer, pelos habitantes da
Ramalha, na Cova da Piedade, numa ocasião
em que regressava a casa depois de ter ido visitar
um irmão que se encontrava hospitalizado.
Discutimos a ideia e concluímos que para a
iniciativa colher a adesão popular, importava
que o desfile, a par de incluir uma composição
musical inédita, alusiva à nossa terra, ocorresse
às primeiras horas da manhã, de 29 de Junho,
(dia do feriado concelhio), para que nele se
integrassem todos quantos, até esse momento,
estivessem nos bailaricos, visto que nessa época,
estes se prolongavam até cerca das sete horas.”
(continua…)
Fotos: Artur Marques (Atchixa)

*Excertos de “Histórias Associativas- Memórias da Nossa
Memória – 1º Volume AsFilarmónicas”. Edição Câmara
Municipal do Seixal.-2001.

ROSTOS DO SEIXAL
Dom João I (1357 - 1433)
DR

Publicidade

Nasceu na cidade de Lisboa, sendo
popularmente conhecido como o Mestre
de Avis e apelidado de O de Boa Memória,
foi o rei de Portugal e dos Algarves de
1385 até à sua morte, sendo o primeiro
monarca português da Casa de Avis.

Possuía terras no concelho do Seixal,
mais particularmente área envolvente
ao Moinho de Maré do Castelo, em
Corroios, tendo como seu braço direito o
Santo Condestável Nuno Álvares Pereira.
Era o filho ilegítimo do rei Dom Pedro I
de Portugal com uma senhora chamada
Teresa Lourenço, sendo escolhido e
aclamado como rei durante a Crise de
1383 –1385.
Com o apoio do condestável Nuno
Álvares Pereira e dos aliados ingleses
travou a Batalha de Aljubarrota contra
o Reino de Castela, que invadira o país.
A vitória foi decisiva: Castela retirou-se,
acabando bastantes anos mais tarde por
o reconhecer oficialmente como rei. Para
selar a aliança Luso-Britânica casou com
Filipa de Lencastre, filha de João de Gante
- 1º Duque de Lencastre, dedicando-se
desde então ao desenvolvimento do reino.
Em 1415, conquistou Ceuta, praça
estratégica para a navegação no norte

de África, o que iniciaria a expansão
portuguesa. Aí foram armados cavaleiros
os seus filhos Dom Duarte, Dom Pedro
e Dom Henrique, irmãos da chamada
Inclita Geração.
Morreu na cidade de Lisboa, tendo
deixado para trás um património
riquíssimo, hoje pertencente ao Concelho
do Seixal.
Envie a sua sugestão de «Rosto do Seixal» para:
comerciodoseixal@gmail.com

Mário Barradas

sociedade

CSS | 17 de Março de 2017

5

COMISSÃO DE UTENTES DA SAÚDE
DO CONCELHO DO SEIXAL
Um novo nome, uma nova imagem, a mesma determinação
As comissões de utentes da Saúde
existentes no concelho do Seixal
iniciaram, há algum tempo, um
processo de análise e discussão tendente
à fusão destas estruturas numa única
entidade representativa dos utentes da
saúde para todo o concelho. No início
de Março, em reunião efectuada no
Auditório José Queluz em Corroios,
os seus órgãos executivos ultimaram
este processo, passando a estrutura
resultante a denominar-se COMISSÃO
DE UTENTES DA SAÚDE DO
CONCELHO DO SEIXAL (CUSC-S).
Segundo os responsáveis da CUSC-S,
«esta decisão teve na sua base a melhoria
do apoio e informação aos Utentes da
Saúde, concentrando esforços e sinergias
para fazer face às tarefas que se avizinham,
na luta pela construção do novo centro de
saúde de Corroios, do Hospital no Seixal e
das extensões de Foros de Amora e Aldeia
de Paio Pires, bem como a melhoria dos
cuidados de saúde públicos e a defesa do
Serviço Nacional de Saúde».
«As necessidades em serviços públicos
de saúde para a população, não estão
ainda concretizadas. A nossa experiência
passada diz-nos que, mesmo aquelas que
se perfilam num horizonte mais próximo,
como o novo centro de saúde de Corroios
e o Hospital do Seixal, não estão todavia
asseguradas.
É preciso que se mantenham os utentes,
Publicidade

e a população em geral, devidamente
informados, alertados e mobilizados em
torno destas causas.»
Dando precisamente conta das
alterações estruturais agora introduzidas
e das batalhas que se avizinham, a
CUSC.S - Comissão de Utentes da Saúde
do Concelho do Seixal, decidiu emitir
um Comunicado, dirigido à população e
a todas as forças vivas do concelho, que
começou a ser distribuído no dia 10 de
Março.
A
COMISSÃO DE UTENTES
DA SAÚDE DO CONCELHO DO
SEIXAL (CUSC-S) poderá ser contactada
através do email cusc.seixal@gmail.com
ou da sua página https://www.facebook.
com/comissaoutentes.concelhoseixal/
onde mantém um contacto e informação
regular com a população com acesso a
esta rede social, cada vez mais utilizada.

SOCIEDADE

CSS | 17 de Março de 2017

6

buraco da minhoca

Dário S. Cardina Codinha

Batatas em Marte e Humanos na Lua?
1- Começamos por uma imagem que já vimos
em filmes: batatas fora da Terra. A International Potatoe Center partiu da questão "será possível fazer
crescer batatas em Marte?" e decidiu testar esta possibilidade. Enviou um cubesat, um satélite miniatura, para o espaço com um conteiner hermeticamente fechado com um solo e ambiente com pressão,
temperatura e quantidades de oxigénio e dióxido de
carbono idênticas às condições marcianas. E porquê
batatas? Porque a sua genética é propícia a condições
extremas e pode adaptar-se bem ao clima marciano,
frio e seco. Para surpresa de todos, as batatas cresceram nestas condições. Este é um dos pontos essênciais do caminho que leva o Homem para Marte. Já
temos os novos foguetes: o SLS, o Falcon Heavy da
SpaceX, o New Glenn da New Origin e a proposta
da criação de um escudo magnético para ajudar a
terraformar Marte. Enviar suprimentos para Marte
não é fácil já que se trata de uma viagem de 8 ou 9
meses a cada dois anos. Será, de todo, fundamental
conseguir alimentos in loco.
2- A SpaceX prevê, no último trimestre de 2018,
enviar dois turistas para uma viagem à órbita lunar.
A viagem utilizará o foguete Falcon 9 Heavy e a cápsula Dragon V2, capaz de pousar noutros planetas. A
viagem passará por trás da Lua, a 640 mil Km da superfície terreste (a Apollo 8, em 1969, passou a 450
mil Km da Terra), numa viagem que durará uma semana. Quanto custa a viagem? Sabemos que a Soyuz
paga, neste momento, 80 milhões de dólares por um
lugar para a Estação Espacial Internacional (ISS).
Por aqui podemos inferir que o preço para a viagem
à Lua será idêntico. Para a viagem ser possível é necessário: 1- um escudo de calor bem mais resistente
do que o da cápsula Dragon (de carga para a ISS);
Uma transmissão rádio mais potente com uma nova
antena na cápsula. Dificilmente a SpaceX irá fazer
esta viagem em 2018 já que o Falcon Heavy apenas
será lançado no fim deste ano com um satélite de
testes e a cápsula Dragon V2 ainda não foi testada.
Publicidade

A Associação de Classe
dos Operários Corticeiros
do Seixal
Em inícios do
século XX, com
o surgimento de
novas fábricas e
da
consequente
industria lização
do concelho do
Seixal, muita da
sua
população
deste é lançada
para o trabalho
nestas. A pobreza,
o
analfabetismo
e a falta de boas
condições
de
trabalho entre os
operários
levará
à constituição de
várias Associações
de Classe – sob a
influência do que
já ocorria por todo
o país, devido à sua
legalização pela Lei
de 9 de Maio de 1891
– com o objectivo
de combater estes
mesmos problemas.
A mais importantes destas associações
de classe no concelho é a Associação
de Classe dos Operários Corticeiros
do Seixal, pois os operários corticeiros

Legenda: Antiga foto da Rua Dr. Miguel Bombarda, onde se
encontrava sediada a efémera sede da Associação dos Operários
Corticeiros do Concelho do Seixal, inaugurada em 1929

constituíam
a
principal
massa
trabalhadora do concelho. Segundo o
processo relacionado com a associação –
que se encontra no Fundo das Associações
de Classe, no Arquivo Nacional da Torre
do Tombo -, esta só terá sido legalizada
no ano de 1921, mas as várias referências
a reuniões de operários corticeiros
seixalenses na imprensa demonstram que
já existia uma organização no concelho
do Seixal, sob a designação de «Secção».
Em 1920, fora criada no concelho uma
União dos Sindicatos Operários (órgão
concelhio ligado à Confederação Geral
do Trabalho, com o objectivo de unir os
sindicatos e as associações de classe), à
qual a respectiva Associação irá aderir. No
entanto, em meados de 1922, a Associação
dos Corticeiros irá abandonar a União dos
Sindicatos do Seixal, com a justificação
de que o órgão concelhio estava inactivo
e que os sindicatos do concelho não lhe
proporcionavam a força necessária para
tratar dos problemas locais do operariado.
No biénio de 1924-1925, a imprensa local
da zona da «Margem Sul» faz referência
às «crises de trabalho», originárias do
contexto de uma crise de internacional
de produção: segundo o já mencionado
Fundo das Associações de Classe, muitas
organizações operárias do concelho do
Seixal irão precisamente dissolverem-se
ou simplesmente cessam a sua actividade
nesta época. No entanto, apesar do fim da
I República e a implantação da Ditadura
Militar - que terá como consequência
uma maior repressão do movimento
operário livre - a Associação de Classe
dos Operários Corticeiros do Seixal irá
permanecer em actividade, contrariando
tal tendência.
A partir de 1929, dá-se a regeneração
da Federação Nacional Corticeira e
do seu jornal, O Corticeiro – num
momento em que a Ditadura Militar,
sob o ministério do general Ivens Ferraz,
dava sinais de retornar a república a uma

ordem constitucional. No mesmo ano,
a Associação de Classe dos Operários
Corticeiros vai aproveitar este breve
renascimento do movimento nacional
do operariado do sector corticeiro para
inaugurar a sua nova sede a 13 de Outubro
do mesmo ano, se localizava na Rua Dr.
Miguel Bombarda – dias mais tarde, no
concelho do Seixal, nos dias 20, 21 e 22
do mesmo mês, ocorria uma reunião do
Conselho Federal da Federação Nacional
Corticeira.
No entanto, a esperança de um
futuro com maior sucesso e liberdade
foi gorada, pois em 1932 a Associação
de Classe dos Operários Corticeiros
encontrava-se inactiva por falta de meios
financeiros: no entanto, não se dissolveu
legalmente, pois com a implantação do
«Estado Novo» de António de Oliveira
Salazar, os seus membros acabariam
por estarem envolvidos na integração da
Associação no Sindicato Nacional dos
Operários Corticeiros do Distrito de
Setúbal – processo sob o qual não tenho
a informação necessária para aqui relatar.

Rúben Lopes

actualidade

CSS | 17 de Março de 2017

7

Espaço Agrícola
do Soutelo é
inaugurado sábado

Semana
da Primavera
Biológica no seixal
20 a 26 de março

O município do Seixal recebe a 7.ª edição da Semana da Primavera
Biológica, entre os dias 20 e 26 de Março. A iniciativa envolve cidadãos,
escolas e autarquias por ocasião do Dia da Árvore e Dia Internacional da
Floresta, a 21 de março, e do Dia Mundial da Agricultura, a 20 de Março.
Três iniciativas, no concelho n
a Semana da Primavera Biológica
integram, no concelho. No dia 19 de
Março às 10 horas, será dinamizada
uma visita ao Espaço Agrícola do
Monte Sião, com o objetivo de dar a
conhecer o primeiro espaço agrícola
da Rede de Hortas Urbanas do
Município do Seixal, localizado na
Torre da Marinha. Constituído por 16
talhões de cultivo, vocacionados para
produção agrícola de complemento ao
rendimento familiar.
No dia 25 de Março, decorrer a
Formação em Hortas de Varanda
a partir das 9 horas, no Centro de
Recursos do Movimento Associativo,
na Torre da Marinha. Quem não tem
espaço para uma horta, mas tem uma
varanda, pode aprender como cultivar
os seus próprios legumes biológicos,
ervas aromáticas ou flores.
Por fim, a terceira iniciativa é o
Percurso Pedestre Rede Natura 2000
Planalto das Lagoas – Sítio Fernão
Publicidade

Ferro/Lagoa de Albufeira, que se realiza
no dia 26 de março, a partir das 9 horas.
Esta iniciativa tem como objetivo dar a
conhecer um Trilho de Interpretação
Ambiental existente no município que,
devido à sua riqueza ecológica, está
integrado no Parque Metropolitano da
Biodiversidade. O ponto de encontro
é nas traseiras da estação de serviço de
Belverde.
DR

É inaugurado este sábado, dia
18 de março, às 11 horas, o Espaço
Agrícola do Soutelo, em Amora, que
disponibiliza aos munícipes áreas para
o cultivo de produtos orientados pelos
princípios da agricultura sustentável.
Este espaço, criado no âmbito do projeto
Rede de Hortas Urbanas do Município
do Seixal, consiste numa área útil de
cultivo de 4.050 m2, distribuída por 20
unidades de hortas sociais e 15 unidades
de hortas recreativas. Importa referir
que este é o segundo espaço agrícola do
município do Seixal, que se vem juntar
assim ao do Monte Sião, que conta com
16 hortas sociais, estando previstos
ainda outros espaços agrícolas.O Espaço
Agrícola do Soutelo está localizado na
Rua das Laranjeiras, em Amora, e tem
disponíveis infraestruturas como rede de
distribuição de água e um edifício para
arrumo de ferramentas.
O projeto Rede de Hortas Urbanas
do Município do Seixal
Este projeto tem como objetivo
criar uma rede de espaços produtivos,
integrados na estrutura verde municipal, e
destina-se a promover a atividade agrícola
em contexto urbano, que compreende o
cultivo e colheita de produtos agrícolas
de natureza sazonal, orientados pelos

DR

princípios da agricultura sustentável,
onde se fomentam a agricultura
biológica, a sustentabilidade ambiental
(compostagem, utilização racional
da água, armazenamento e utilização
da água da chuva), o contacto com os
ciclos naturais, operações culturais e
métodos de produção, os estilos de
vida saudáveis, as relações interpessoais
e intergeracionais. Enquadra -se,
ainda, nos princípios da solidariedade
e subsidiariedade, contribuindo para
melhorar a condição de vida das famílias
nas vertentes da subsistência alimentar
saudável e complemento ao rendimento
familiar, bem como para reforçar a
identidade cultural e territorial e a
coesão social.

dia do pai
8

Feliz
Dia Pai
do

Ser Pai, é fácil !

Tenho muitas historias com o meu falecido Pai mas, esta que vou
contar, marcou-me para toda a vida.

Não é só dar amor, carinho, educação é transformá-lo em um
homem, uma mulher de carácter honesto.

Em 1982, andava eu na escola das Cavaquinhas e todos os dias
antes de sair de casa o meu Pai fazia a mesma pergunta:

Ser Pai é a melhor coisa do mundo, e um dia não vou ter só um
filho, uma filha, vou ter uns amigos pro resto da minha vida.

-Tens dinheiro? Toma, nunca gastes todo, NUNCA GASTES ATE
AO FIM!!

Pedro Pereira
Ser Pai é para mim uma lição de vida, de cumplicidade,
de altruísmo e de amor supremo. Partilho convosco a
curiosidade de ter sido pai em dia de aniversário, escusado será dizer que a Festa passou a ser só do meu filho e
que deixei de fazer anos... ou melhor apesar da festa ser
só dele partilhamos o dia, dia que também partilhamos,
orgulhosamente, com o notável poeta, libertador e revolucionário José Julián Martí Perez.
"Para as crianças trabalhamos, porque eles são os que sabem querer,porque
eles são a esperança do mundo" José Martí.

Rui Piedade

Um dia, já na escola, tivemos uma aula livre. Fomos para o café,
jogar matraquilhos e eu, só não gastei o dinheiro para o autocarro. Um colega meu tinha
bilhetes pré-comprados, deu-me 1 bilhete e gastamos o dinheiro.
Acabaram as aulas, apanhei o autocarro, pico o bilhete e regresso a casa descansadinho
como todos os dias. Ao sair na minha paragem como habitualmente, o cobrador vira-se
para mim e pede para ver o meu bilhete. Eu gelei quando ele me disse que o bilhete era
até à paragem anterior e tinha de pagar mais 20 escudos. Por sorte, a paragem era mesmo
à frente do restaurante do meu pai (na altura era mercearia) e ele estava mesmo ali para
me safar daquela vergonha. Depois, claro que fui gozado por ele uma serie de tempo mas,
aprendi uma lição para toda a vida e já a ensinei aos meus filhos. Tenho sempre dinheiro
comigo, no mínimo, o dinheiro do autocarro para casa.

Alberto Holbech

Decorria o ano de 1969, o meu pai, carpinteiro de limpos, trabalhava duro para garantir o básico, casa, alimento e todo o necessário para irmos sobrevivendo. O dinheiro era pouco, na fábrica pagavam mal e ele reclamava melhores salários.
Um domingo ao almoço estávamos os três, eu a minha mãe e o meu pai, o almoço de domingo era especial; a sopa do costume, a broa e o conduto, que
servia também de sobremesa, era melão. Um dos meus pratos favoritos: melão, broa e azeitonas.
Depois da sopa, sempre bem cozinhada pela minha mãe, chegou a vez do melão e o meu pai, como era seu hábito, pegava na navalha para cortar o melão,
uma primeira para mim, depois para a minha mãe e finalmente para ele. Todos começaram a comer e o meu pai reparou que pus a minha talhada de lado e
espantado perguntou porque não comia, ao que respondi que tinha dois amigos da minha idade que não tinham nada em casa para comer e que ia levar as
minhas duas talhadas do melão e a broa para eles. Antes que a minha mãe pudesse falar, ele rapidamente disse: “não, deixa estar, se é assim que ele quer,
é assim que vai ser…” cortou outra talhada, deu-ma com meia broa e disse para as levar aos meus amigos e voltar para a mesa. Assim fiz e ao regressar à mesa reparei que no meu
prato estavam outras duas talhadas de melão e perguntei porquê, se tinha dado as minhas, ao que ele respondeu: “estou muito orgulhoso do teu gesto, vamos dividir por todos e assim
custa menos. Sabes, não há homem sem homem e tu hoje foste um homem ao dividir com os teus amigos…”
São estes os valores que me ensinou: solidariedade, amizade e camaradagem. O meu pai foi, é e será sempre, um exemplo de vida e de luta para mim! Meses depois teve que fugir da
PIDE para França, onde vivemos até 1979, regressando nesse ano a um Portugal livre!

Jorge Fernandes
O dia do pai não é somente o dia do pai, é também o dia da
família. Eu, pessoalmente vejo o dia do pai como o dia da
família e não o de um indivíduo. Neste dia tento passar em
família, pois o homem não concebe o seu filho sozinho. Mas,
também concentro-me em reflectir em todo o trabalho que
realizei ao longo dos anos em prol dos meus filhos, na educação que lhes dei, nos valores que incuti, e sobretudo no
comportamento e atitudes que estes têm na sociedade, pois
são esses comportamentos que espelham a imagem da minha pessoa e do meu ensinamento. A aprendizagem é um longo caminho a percorrer, sei por experiência própria, que darão
muitos trambolhões nesse percurso, e a minha missão como pai é ajudar os meus filhos a se
levantarem e garantir que aprendam a cada tombo que dão.

José Raimundo
Ser pai é algo que todos os
homens deveriam ser. Mas
ser pai a sério. E ser pai
é cuidar, é amar, é ser companheiro, amigo, compincha e muito mais. Recentemente decidi perguntar ao
meu filho de 3 anos o que
é o amor. Não esperava nenhuma resposta em concreto
dada a complexidade da questão. Fiquei completamente
surpreendido com a resposta e ainda mais com a prontidão
da mesma: "Amar é fazer um amigo feliz!". Nada disto foi
ensinado e foi completamente espontâneo. Fiquei pasmado
com a profundidade e prontidão da resposta.

Bruno Campos

Pois bem, uma das histórias que tenho com o meu Pai é a
seguinte e que penso ser a que melhor ilustra o quanto ele
é uma referência para mim desde sempre:
Como é normal, para qualquer miúdo o Pai sempre é a
sua referência e eu desde pequenino que vi o meu como
a minha referência e exemplo a seguir. Assim ainda na 3ª
classe quando todos temos que fazer aquelas redacções
típicas sobre o tema " O que queres ser quando fores
grande?", enquanto todos respondiam as tradicionais
profissões (doutor, enfermeira, hospedeira, piloto, etc.) eu
respondi "eu quero ser livre como o meu Pai".
Na altura a professora e os meus pais não entenderam,
ficaram preocupados e recorreram a um psicólogo, sendo que chegaram á conclusão que simplesmente queria ser "empresário", não ter patrões a mandar em mim
e poder definir os meus próprios horários.
Desde sempre o meu Pai tem sido a minha referência e também no dia do meu
casamento fez questão de me passar os princípios de criar uma família.

Jorge Partidário
Numa época em que há dias para tudo, escrever sobre o Dia do Pai
sem ser banal e cair em frases feitas é um desafio. Desafio em nada
comparável, é certo, à aventura de ser pai, uma das maiores e mais
compensadoras da vida de um homem. Ser pai é um ato de coragem,
um caminho de aprendizagem contínua e de enriquecimento pessoal, repleto de inúmeras alegrias mas também de muitos receios e
contrariedades. Ser pai é prover, ensinar, brincar, mimar, ralhar…é dar
asas para voar.
Ser pai é amar de um amor infinito e incondicional, na certeza de
que o mais pequeno e simples gesto ficará para sempre gravado na memória de todos os filhos. Esta é uma
certeza que tenho enquanto filho de um pai a quem deixo aqui a minha homenagem pública. Feliz Dia do Pai!

Joaquim Santos

CSS | 17 de Março de 2017

9
No próximo dia 19 assinala-se mais um dia do Pai. O meu Pai, que tem hoje 73 anos, marcados
por muito trabalho e uma dura comissão na Guerra Colonial, chama-se Jacinto Deodato das Dores
Pereira, a quem neste dia presto a minha sincera homenagem por tudo o que fez por mim.
Temos partilhado uma vida recheada de episódios, mas há um que recordo praticamente todos os
dias. Sempre tive a paixão pelo futebol, que me foi aliás transmitida pelo meu Pai, com quem assiduamente assistia aos jogos do Benfica e do grande Amora FC. Mais tarde joguei no Amora FC, cheguei
a profissional e na segunda época de sénior fui jogar para um clube do Norte do País com 19 anos,
claro, com todas as reticências do meu Pai que começava a ver os estudos do filho e o sonho do
curso superior por um “canudo”. A experiência correu mal, a meio da temporada e com ordenados em atraso, fui forçado a regressar.
O meu Pai resolveu então que estava na hora de começar a aprender um ofício. Foram tempos muito duros, de muito trabalho como ajudante de soldador. Nesse tempo, que me moldou para sempre o carácter e a forma de ser, levantava-me todos os dias às 06:00h da manhã,
altura que o meu Pai escolhia sistematicamente para me relembrar, na modalidade de sermão, “que a vida era dura e que tinha que aprender
uma profissão, já que tinha abandonado os estudos”. Aqueles inesquecíveis sermões, obrigaram-me no meio das soldaduras e dos almoços
de marmita, a refletir e muito sobre a minha vida e sobre o que queria afinal fazer. Essa fase foi fundamental, a partir dali recomecei a estudar
e só acabei quando fiz a agregação na Ordem dos Advogados enchendo de orgulho o meu Pai, que já tinha perdido as esperanças em mim.
Nunca lhe disse nada, nunca falámos sobre este assunto, mas na verdade o meu Pai, através do efeito que as suas duras palavras tiveram
em mim, teve um papel fundamental naquilo que sou hoje.
Muito obrigado e um grande abraço Pai.

Rui Belchior Pereira
És o melhor Pai do mundo.
Amamos-te muito!

Anaise e Luciano

SER PAI…
não basta, mas ser BOM PAI
é um desafio constante, uma
meta a atingir e uma realidade
a concretizar.
Que este DIA DO PAI seja
mais uma oportunidade para reflectirmos sobre as
carências que neste campo existem na sociedade,
resultado da “crise parental”, mãe de todas as outras
muitas crises que nos assolam numa vertigem sem fim
à vista.

José Mantas
Publicidade

Nada contra o Dia do Pai, mas…
Só mesmo as minhas deliciosas princesas me
poderiam levar a escrever um breve texto sobre o
Dia do Pai, nada tenho contra o “Dia do Pai”,mas
nos dias que correm, existe um dia para quase
tudo, mesmo que isso signifique muito pouco,
embora tenha que reconhecer que aguarde com
expectativa a prenda que as minhas princesas
fizeram para o Pai.
Ainda por cima a Renata (a mais crescida) já me segredou, como somente as filhas
sabem segredar aos pais, com um sorriso maroto e um brilho nos olhos, "que fez
três prendas para o pai e que uma das prendas foi feita em conjunto com Catarina"
(a menos crescida) e referiu ainda "que prenda até tem uma foice e um martelo",
não percebo porquê e por esta altura vou escrevendo com um brilho nos olhos e
pior que escrever um texto para o Dia do Pai, é escrever algo que nos deixa lamechas.
Para concluir e todos os textos devem ter uma conclusão, refiro uma vez mais, que
não ligo muito ao Dia do Pai, mas adoro as minhas filhas, tenho saudades do meu
grande herói que partiu cedo demais, o meu pai e desconfio que não me voltam a
convidar para escrever sobre o Dia do Pai.

Bruno Santos

POEMA DEDICADO
AO DIA DO PAI
I
Desde muito pequenino
O meu pai eu adorava
Era a força do destino?
Ou pelo carinho que me dava.
II
Ó meu pai ó meu amigo
Nunca te vou esquecer
Muitas noites sonho contigo
Parece que te estou a ver.
III
Aos filhos deu sempre a mão
Tudo nos quis ensinar
Com muita dedicação
Até nos ensinou a amar.
IV
Muita coisa nos ensinou
Que eu consegui apreender
E sou aquilo que sou
A ele fico a dever.
V
Era um pai amoroso
Para com os seus filhotes
Mesmo quando era mais idoso
Nunca perdeu os seus dotes.

Agostinho A. Cunha

Saúde

CSS | 17 de Março de 2017

10

Erva-príncipe
Ricardo Racha-Pacheco

Médico de Saúde Pública
Unidade de Saúde Pública HIGÉIA
ACES Almada-Seixal

Durma bem!
Dormir é importante. Há (boas)
razões para dormirmos um terço da
nossa vida.
Durante o sono ocorrem processos
com impacto no desempenho diurno.
Estes permitem o desenvolvimento
intelectual e cognitivo, melhorando as
capacidades de concentração, trabalho,
raciocínio e memória. Adicionalmente,
uma boa qualidade de sono reforça o
sistema imunitário e reduz o risco de
diabetes, obesidade e doenças cardíacas.

Miguel Boieiro

Amigo de longa data, também fã das PAM
(para quem ainda não sabe: Plantas Aromáticas
e Medicinais), trouxe-me de França um frasco
de essência de “citronnelle”. Encimando o
recipiente há um pavio que, ao acender-se,
liberta uma fumaça perfumada que tem o
condão de afugentar as arreliadoras melgas.
Tenho experimentado e posso afirmar que
resulta mesmo!
A referida essência é extraída da erva-príncipe
que os franceses designam por “citronnelle” e
os ingleses por “lemongrass”, pelo seu agradável
odor a limão. Para que não restem dúvidas sobre
que planta se trata, adito a sua nomenclatura

Como a maior parte das poáceas, possui
folhas lineares alongadas e lanceoladas em forma
de lâmina. As margens das folhas são ásperas e
cortantes (eu que o diga, pois várias vezes me
feri nas mãos, ao colher despreocupadamente as
citadas folhas para confecionar um chazinho).
A base da folhagem é constituída por estolhos
(rizomas), donde, todos os anos, brotam novos
rebentos. Por isso se considera uma planta
estolonífera (aprendam mais este vocábulo!) e
perene. Dizem alguns documentos específicos
que ela desabrocha flores que se reúnem em
espigas de 30 a 60 cm de dimensão, formando
racimos. Tal asserção não a posso confirmar

se algumas das suas propriedades: analgésica,
antidepressiva, antibacteriana, antidiarreica,
bactericida, carminativa, digestiva, diurética,
sudorífera, sedativa, vasodilatadora …
Está indicada para digestões difíceis,
ansiedade, insónia, diarreia, flatulências, acnes,
celulites, limpeza de peles oleosas, mediante
infusões, decocções e cataplasmas das folhas
e dos rizomas (uso externo). Habitualmente,
prefiro-a como tisana digestiva para tomar a

científica: Cymbopogon citratus.
Julga-se que teve a sua origem no sul da Ásia e
é muito utilizada na Índia, Sri Lanka, Tailândia,
Malásia, Indonésia, etc., como planta medicinal,
gastronómica e condimentar.
Os livros antigos de fitoterapia que consulto
habitualmente nunca referem esta erva, pois
ela não se encontrava ainda suficientemente
divulgada no continente europeu. Todavia, no
“Asian Herbs Vegetables” de Penny Woodward
que adquiri há tempos, em Melbourne, a
Cymbopogon tem honras de capítulo.
A erva-príncipe pertence à família das
Poáceas que, sendo oriunda dos climas tropicais,
também se dá razoavelmente bem nos climas
atlântico-mediterrânicos. Apenas dois cuidados
devemos ter: evitar as geadas no inverno e regá-la
regularmente no verão.

porque nunca vi uma erva-príncipe florida. A
própria Penny Woodward diz, na obra atrás
referida, que a planta raramente floresce.
É portanto um quase perfeito exemplo de
reprodução por clonagem.
O constituinte principal da erva-príncipe
é um óleo essencial denominado citral que,
no tempo seco pode chegar a 60% da massa
vegetal. Este óleo está também presente na
casca dos citrinos e ajuda a sintetizar a vitamina
A no organismo humano, sendo amplamente
utilizado em perfumaria. Embora em muito
menor quantidade, a planta contém outros
óleos como o geranol, o linalol e o nerol e ainda
aldeídos, cetonas, ácidos e ésteres vários.
Para que serve a erva-príncipe? Para além de
repelir os insetos, como acima aludimos, ela é
uma excelente planta medicinal. Destacam-

seguir aos repastos: três ou quatro colheres
bem cheias de folhas frescas finamente cortadas
(atenção: sempre folhas verdes e não secas)
para um litro de água, ficando em infusão
durante, pelo menos, 10 minutos. O seu sabor
é agradabilíssimo.
Na Índia, a erva-príncipe entra em numerosas
aplicações de medicina ayurvédica.
Finalmente (“last, but not least”) há que
referir a utilização desta planta na cozinha
oriental, constituindo um dos principais
ingredientes, quer como condimento, quer
como legume cozinhado. As partes mais tenras
das folhas podem ser integradas em marinadas e
assados. Anote-se que, na confeção de “curries”
(molhos), a erva-príncipe casa muito bem com
o gengibre, o coco, o alho e os diversos tipos de
pimento.

DR

opinião

As necessidades de sono são diferentes
entre indivíduos. Habitualmente,uma
criança em idade escolar precisa de
dormir10 a 11 horas, um adolescente
8 a 10 horas e um adulto 7 a 9 horas.
Porém, por características pessoais, é
também “normal” situar-se acima ou
abaixo destes padrões.
Mais de 1 em 5 portugueses sofre
de perturbações do sono. Conheça os
sinais de alerta, como: dificuldade em
adormecer; despertares frequentes,
prolongados ou injustificadamente
cedo; ansiedade ou agitação durante o
sono; sensação de cansaço ao acordar;
sonolência e fadiga diurnas; dificuldades
de concentração e atenção; ansiedade e
irritabilidade.
Saiba melhorar a qualidade do seu
sono. Procure: manter horários de deitar
e acordar; evitar refeições pesadas, álcool
e cafeína antes de dormir; garantir
silêncio, temperatura e iluminação
confortáveis no seu espaço de dormir;
abolir aparelhos electrónicos antes e
durante o sono; promover rotinas e
estados de espírito tranquilos antes de
dormir.
Se necessário, procure auxílio médico.
Não deixe estas perturbações lhe tirem
o sono!

Publicidade

gastronomia

CSS | 17 de Março de 2017

11

RECEITA:
Massada de bacalhau
DR

Preparação:
PASSO 1:
Lasque o bacalhau e tire as peles e espinhas.
PASSO 2:
Pique bem a cebola e o alho e refogue num
pouco de azeite juntamente com o louro.
Quando a cebola começar a ganhar cor
acrescente o bacalhau e deixe refogar um
pouco.
PASSO 3:
Retire a pele ao tomate e pique bem. Acrescente
o tomate e a polpa de tomate ao bacalhau e
tempere com sal e pimenta. Deixe cozinhar
2 minutos e regue com água suficiente para
cozer a massa.
PASSO 4:
Quando a água estiver a ferver acrescente a
massa e deixe cozinhar.
Passo 5:
A meio do tempo de cozedura da massa
acrescente o camarão e o mexilhão, e quando
a massa estiver quase pronta acrescente as
delícias do mar.
Sirva a massa acabada de fazer.

Publicidade

Ingredientes:













1 Posta de bacalhau
1/2 chávena de camarão sem casca
1/2 chávena de miolo de mexilhão
4 delicias do mar
150g de massa cotovelinhos
1 cebola pequena
2 dentes de alho
1 tomate maduro
2 colheres de sopa de polpa de tomate
1 folha de louro
Sal
Pimenta

entrevista

CSS | 17 de Março de 2017

12

Controlador Aéreo
Os controladores devem garantir a utilização eficiente e segura do espaço aéreo pelas aeronaves, de
modo a cumprir e fazer cumprir as regras internacionalmente definidas para garantir que são respeitadas as rotas e os perfis de voo solicitados pelos operadores, afirma o Controlador Aéreo João Duque.

e, ainda, um controlador responsável
para transmitir as autorizações de voo às
aeronaves.
Qual a carga horária diária?
Os controladores de tráfego aéreo
trabalham em média três dias e folgam
dois. Nesses três dias, cumprem,
sequencialmente, os turnos da manhã
(8h/14h), tarde (14h/22h) e noite (22h/8h),
o que os obriga a uma rotatividade intensa
e exige alguma capacidade de adaptação
a horários disfuncionais dado que não se
podem isentar deste regime os fins-desemana e feriados. Está estabelecido meia
hora de repouso por cada duas horas de
serviço nas posições de controlo onde a
densidade de tráfego é maior.

Há quantos anos és controlador
aéreo?
Servi a Força Aérea, como controlador
militar durante 32 anos, 23 dos quais em
funções operacionais.
Fala um pouco do teu percurso
profissional até chegares a Controlador
aéreo?
Quando ingressei como voluntário
na Força Aérea uma das especialidades
disponíveis era a de controlador de
tráfego aéreo. Pareceu-me uma proposta
interessante e aceitei o desafio. Fui sujeito
a testes médicos mais exigentes e a testes
psicotécnicos que são determinantes para
a seleção de candidatos.
Quais os pré-requisitos necessários,
para se ser um controlador aéreo?
Para quem julgar ter perfil para
abraçar a profissão de controlador de
tráfego aéreo e pretende candidatarse, deve visitar a página da internet da
Empresa NAV Portugal, E.P.E. onde
são convenientemente especificados
os requisitos básicos para se abraçar a
profissão. Quem pretender abraçar a
profissão pela via militar deve consultar
a página disponível do Centro de
Recrutamento
http://www.emfa.pt/
www/po/crfa/
São ainda características fundamentais
para o exercício da profissão: raciocínio
lógico, visão espacial, capacidade de
organização e planeamento, capacidade
para trabalhar sob stress, e saber trabalhar
e atuar em grupo.
Como é a formação para um futuro
Controlador aéreo?
O curso compreende, primeiro,
uma componente teórica, depois o
trabalho em simulador e, finalmente,
um período de formação operacional
no local de trabalho (órgão de controlo
aéreo - torre, aproximação ou área radar
- acompanhado por um controlador
qualificado e experiente nessa facilidade.

Em termos gerais, são cerca de dois anos a movimentos/hora.
investir na profissão.
Quantos
controladores
aéreos
Como é a rotina de um Controlador trabalham em simultâneo na torre de
aéreo?
controlo?
Em termos de rotina e evocando
Normalmente existe um supervisor, um
a missão anteriormente referida os controlador executivo, um controlador
controladores devem garantir a utilização de apoio e um controlador para assegura
eficiente e segura do espaço aéreo pelas a coordenação dos movimentos de
aeronaves, de modo a cumprir e fazer aeronaves e de viaturas no solo na área de
cumprir as regras internacionalmente manobra (pistas e caminhos e circulação)

Concordas quando dizem que a
profissão de Controlador aéreo é das
mais stressantes?
O elemento humano desempenha
um papel fulcral no serviço de controlo
de tráfego aéreo dado que, no fundo,
são os controladores que devem tomar
as decisões e a responsabilidade que lhes
está instituída poderá gerar problemas de
stress.
Com o tráfego aéreo a aumentar
cada vez mais, podemos dizer que o céu
continua tranquilo e seguro?
Hoje em dia, quase todos os sistemas
terrestres e de bordo das aeronaves são
redundantes e existem alguns com
funções de rede de segurança (safety
nets) que permitem avisar o piloto
da proximidade de outras aeronaves
(Airborne Collision Avoiding System –
ACAS) e o controlador de situações de
conflito eminente (Short Term Conflict
Alert –(STCA) ou, ainda o MediumTerm Conflict Detection (MTCD)
Que conselho deixas para quem
ambiciona ser Controlador Aéreo?
Quem procura uma carreira bem
remunerada, com um horário simpático,
regalias acima da média e idade de
reforma, em funções operacionais, aos
57 anos, pode candidatar-se a uma
profissão de muita responsabilidade, mas
extremamente motivadora.

definidas para garantir que são respeitadas
as rotas e os perfis de voo solicitados
pelos operadores, as separações mínimas
em voo, as prioridades e a sequência
nas aterragens e descolagens de modo
a facilitar o cumprimento dos horários
de chegada e de partida, tudo isto sem
comprometer os níveis de segurança
internacionalmente definidos e num
universo tridimensional e em constante
movimento.
Quantas
aeronaves
aterram
diariamente no Aeroporto de Lisboa?
Em Lisboa, o número de movimentos
(descolagens/aterragens) por hora ronda
os 38. No entanto, em situações pontuais
de pico de tráfego, podem chegar aos 40

A

Agenda
Agenda

CSS | 17 de Março de 2017

13

João e o Pé
de feijão

Feira das Antiguidades,
Artes e Artesanato

Domingo, 19 de março, às
17h, Cineteatro Municipal João
Mota, Sesimbra a peça de Teatro João e o Pé de feijão. João
leva os dias deitado no prado
a olhar o céu e a pensar como
seria bom viajar com as nuvens
e ver o mundo lá de cima. A
mãe, uma pobre viúva, passa a
vida preocupada com a inércia
do rapaz. Sem dinheiro, são
obrigados a vender Branca,
uma velha vaca leiteira, e a sua
única fonte de rendimento. No
caminho até à aldeia, João encontra um viajante que lhe propõe um negócio: trocar a vaca
por um punhado de feijões
mágicos, garantindo que se os
plantar nessa noite no dia seguinte terá um pé de feijão tão
alto que chegará ao céu. João
aceita sem pensar duas vezes,
não sabendo que a sua vida irá
mudar para sempre.

Domingo, 19 de Março, das
10h às 18h o Parque da Vila na
Quinta do Conde ganha outro
encanto aos terceiros e quartos domingos de cada mês,
dias em que acolhe a Feira
das Antiguidades, Artes e Artesanato. No certame pode
encontrar verdadeiras relíquias e preciosidades de outras épocas ou objetos feitos pelas mãos de artesãos locais a partir de
diversos materiais.

DR

DR

Sábado dia 18 Março,
das 14h30 às 17h a chegada da Primavera é o mote
para dar a conhecer, explorar, desenhar e fotografar
as várias espécies de plantas, árvores e animais que
habitam na Fábrica de Pólvora de Vale de Milhaços,
uma iniciativa para a pensar
em todas as gerações.

FIFA 2017
DR

DR

DR

Publicidade

A Primavera
Chega
à Fábrica
de Pólvora

Neste sábado, dia 18
de Março de 2017, pelas
14h30 no Spot Jovem,
na Quinta do Conde,
um evento a pensar no
público juvenil adepto
das novas tecnologias,
playsattion, Fifa 2017,
uma iniciativa a não perder.

Março
Jovem
2017
Neste Sábado dia 18 de
Março, pelas 16h na zona
Ribeira da Amora, Mostra
de dança, a solo ou em grupo, dos alunos das escolas
secundárias. Ao longo de
Novembro e Dezembro foi
lançado o desafio para participarem nesta mostra. Os
jovens inscritos vão animar
a Zona Ribeirinha de Amora, mostrando o seu talento, acompanhados pelo DJ
Tiago Mestre.

lazer

CSS | 17 de Março de 2017

12
14
14

DESCUBRA AS 9 DIFERENÇAS
O NOSSO SEIXAL...
ORIGINAL

cinema

Kong: Ilha da Caveira
(2017)

17 a 23 de Março

Carneiro

21-03 a 20-04

Amor: Poderá surgir uma nova amizade ou um novo
relacionamento.
Saúde: A atividade laboral exige-lhe demasiado esforço
físico ou mental. Durma mais para recuperar energias.
Dinheiro: Uma maior capacidade de resolução e gestão
poderão conduzi-lo ao bom caminho.
Números da Semana: 8, 5, 2, 10, 20, 3

Touro

21-04 a 21-05

Amor: Tendência para romper definitivamente com uma
situação que já há muito tempo lhe causava mau estar.
Saúde: Sentir-se-á mais enérgico se praticar desporto.
Dinheiro: Boas oportunidades de negócio.
Números da Semana: 33, 6, 35, 37, 8, 5

Gémeos

21-04 a 21-05

Amor: Será elogiado pela sua tolerância e compreensão. vai
ter momentos de grande felicidade, bem merecidos porque
muito se esforçou para o conseguir.
Saúde: O bem-estar físico vai acompanhá-lo durante
toda a semana. Tenha algum cuidado com os seus olhos.
Dinheiro: Poderá receber uma quantia considerável de dinheiro.
Números da Semana: 22, 25, 36, 24, 20, 3

ALTERADO
dr

Caranguejo

Sudoku

"Kong: Ilha da Caveira" começa em 1973,
durante tempos de mudança. Os Estados Unidos
perderam a guerra no Vietname e a NASA acaba
de lançar o satélite Landsat 1 a fim de mapear o
planeta a partir do espaço pela primeira vez na
história da humanidade. Para Bill Randa (John
Goodman), a ilha esconde algo que tem estado
invisível durante milénios. Randa é um quadro
superior na agência governamental Monarch alegadamente criada nos anos 50 para monitorizar
os efeitos de testes nucleares, mas que, na verdade,
existe para localizar criaturas designadas como
MUTO (Monstruosos Organismos Terrestres
Não Identificados). O tempo e a falta de
resultados, afetaram a credibilidade da Monarch,
por isso, Randa vê na Ilha da Caveira a melhor
hipótese de provar a existência dessas criaturas.

música

Sempre Mais

Amor: Aprenda com os seus erros, de modo a não os
cometer segunda vez. Pense bem naquilo que quer para
não magoar os outros.
Saúde: O cansaço tomará conta de si. A atividade
laboral exige-lhe demasiado esforço físico ou mental.
Durma mais para recuperar energias.
Dinheiro: Seja mais determinado nos objetivos a que se
propõe.
Números da Semana: 11, 13, 19, 18, 14, 7

Leão

24-07 a 23-08

Amor: Invista mais no seu relacionamento. Estará muito carente, procure ser mais otimista quanto ao seu futuro sentimental.
Saúde: Semana indicada para se dedicar ao exercício físico.
Dinheiro: Com empenho alcançará o êxito que tanto deseja e merece. Período positivo para colocar em
marcha projetos.
Números da Semana: 1, 5, 9,7, 45, 42

Virgem

24-08 a 23-09

Amor: Terá a capacidade de perdoar o mal que lhe fizeram.
Saúde: Poderá sofrer de problemas no estômago.
Dinheiro: A sua opinião profissional será valorizada.
Uma maior capacidade de resolução e gestão poderão
conduzi-lo ao bom caminho.
Números da Semana: 44, 41, 10, 20, 30, 5

Balança

24-09 a 23-10

Amor: Dê mais atenção aos seus filhos. Não espere
que o amor vá ter consigo, procure ser você a distribuir
amor pelas pessoas que o rodeiam.
Saúde: Evite ambientes poluídos. Não esteja à espera de se sentir mal para ir ao médico, faça um exame
médico completo.
Dinheiro: A sua situação financeira sofrerá algumas alterações.
Números da Semana: 7, 8, 9, 19, 29, 6

Escorpião

24-10 a 22-11

Amor: Terá a força e a determinação necessárias para fazer
o que tem que ser. Seja mais compreensivo com o seu par.
Saúde: Modere os condimentos. O excesso de sal é-lhe
prejudicial.
Dinheiro: Período favorável ao desenvolvimento dos seus
projetos. Época favorável para pedidos de empréstimo, seja
prudente.
Números da Semana: 11, 23, 25, 4, 9, 7

Sagitário

23-11 a 21-12

Amor: Dê mais atenção à sua cara-metade. Ela precisa
muito do seu ombro amigo.
Saúde: Poderá sofrer um grande descontrolo nervoso.
Dinheiro: Atravessa um período em que tem que enfrentar alguns problemas de ordem económica. Os
problemas financeiros tirar-lhe-ão algumas noites de
sono.
Números da Semana: 8, 5, 2, 1, 14, 11

dr

SOLUÇÃO

21-06 a 23-07

Para a produção deste novo álbum
convocou nomes como o cubano Rudy
Pérez, nome ligado ao sucesso de cantores
como Julio Iglesias, Marc Anthony, Michael
Bolton, Beyoncé ou Christina Aguilera;
o francês David Gategno, colaborador de
Céline Dion e Lara Fabian; ou Nellson
Klasszik, produtor responsável por vários
sucessos nacionais da atualidade. Este
extraordinário elenco que encontramos em
“Sempre Mais” não fica por aqui. Ricky
Martin, Lara Fabian, Chico & The Gypsies
- a grande banda de um dos mentores dos
Gypsy Kings -, o duo Calema e o seu filho
David Carreira, acompanham-no em alguns
dos momentos deste disco.

Capricórnio

22-12 a 20-01

Amor: Visite um familiar que já não vê há algum tempo.
Saúde: Cuide da sua pele. A saúde é o espelho da
nossa alma, nunca se esqueça disso.
Dinheiro: Grandes mudanças a nível profissional. Tente
controlar a impulsividade nos seus gastos.
Números da Semana: 6, 3, 36, 39, 38, 7

Aquário

21-01 a 19-02

Amor: Está preparado para enfrentar as novas emoções
que o esperam. Poderá ser injusto com a sua cara-metade, cuidado.
Saúde: Controle os níveis de açúcar existentes no seu
sangue.
Dinheiro: Tendência para se exaltar sem razão com um colega de trabalho. Tente não andar muito tenso.
Números da Semana: 20, 25, 14, 45, 6, 9

Peixes

20-02 a 20-03

Amor: Semana propícia a novos encontros amorosos.
Saúde: A sua boa disposição contagiará os que o
rodeiam.
Dinheiro: Semana pouco favorável a novos
investimentos.
Números da Semana: 5, 2, 11, 19, 7, 8

desporto

CSS | 17 de Março de 2017

11
15

GINÁSTICA AERÓBICA
DESPORTIVA DO CCRAM
COLOCA UM GINASTA
NO ESCALÃO ELITE

Sérgio Lourenço
e Cátia Cerqueira
de novo Campeões
Nacionais
Numa competição com o maior
número de pares participantes de
sempre, realizou-se no dia 12 de
Março, no Pavilhão da Mata da
Rainha Dona Leonor nas Caldas da
Rainha, o Campeonato Nacional 2017
da Federação Portuguesa de Dança
Desportiva.
Sérgio Lourenço e Cátia Cerqueira,
professores da escola Sway do Clube
Recreativo e Desportivo de Miratejo,
sagraram-se Campeões Nacionais em
Profissionais Masterclass Latinas e ViceCampeões Nacionais em Profissionas
Masterclass Standard (Clássicas).
Estes magníficos dançarinos do
concelho do Seixal, têm um vasto
currículo desportivo, tendo sido
Campeões Nacionais em Profissionais
Standard em 2015, Campeões do
Circuito Nacional de Profissionais
Standard em 2014, 2015 e 2016 e
vencedores da Taça de Portugal de 2015
e 2016. Integram a Selecção Nacional e
têm representado Portugal nos principais
palcos internacionais, em Campeonatos
e Taças da Europa e do Mundo.

Publicidade

DR

O ginasta João Salvado (aluno
da classe de Ginástica Aeróbica
Desportiva do Centro Cultural e
Recreativo do Alto do Moinho)
conquistou o acesso ao escalão
Elite Júnior com 18,100 ptos
através de uma prova brilhante
onde apenas necessitava de atingir
17,500 ptos. No passado dia 11
de março, realizou-se no Pavilhão
Municipal da Quinta do Conde,
o “Torneio Nacional José António
Marques” na especialidade de
Ginástica Aeróbica Desportiva.
A competição contou com 284
ginastas de 14 clubes nacionais,
sendo que o CCR Alto do Moinho
participou com 3 ginastas. No
período da manhã competiram
os ginastas da Divisão Base. No
escalão Júnior Individual, a ginasta
Núria Pegudo conquistou o 5º
lugar com 13,833 ptos. No escalão
Sénior, a ginasta Ana Sofia Ferreira
obteve o 2º lugar com 14,183 ptos.
No período da tarde, competiram os
ginastas da 1ª Divisão e do escalão Elite. O
ginasta João Salvado classificou-se em 2º
lugar com 18,100 ptos e subiu ao escalão Elite

DR

Júnior. Todos os ginastas estão de parabéns,
merecendo o João e a sua treinadora, Raquel
Eusébio, um especial destaque para o excelente
trabalho desenvolvido ao longo desta época.

Publicidade
16
16

CSS | 17 de Março de 2017


Documentos relacionados


Documento PDF comercio 323
Documento PDF comercio 322
Documento PDF comercio 349
Documento PDF comercio 351
Documento PDF comercio 332
Documento PDF comercio 329


Palabras claves relacionadas